quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

2010

Boas entradas a todos!!! Quanto ao bom ano? Pois que vamos andar por cá todos para ajuda-lo e transforma-lo num ano especial.

Bjos e abraços

Ass: Gattaca

sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

Leituras # 14

“A meditação na manhã seguinte é um desastre. Desesperada, imploro á minha mente para se afastar e deixar-me encontrar Deus, mas ela olha-me fixamente com um poder intransponível e diz:
Nunca te deixarei passar por mim.

Na verdade, durante todo o dia sinto-me tão odiosa e zangada que receio pela vida de qualquer um que cruze o meu caminho. Atiro-me a esta pobre mulher alemã porque não fala bem inglês e não consegue perceber as minhas indicações sobre a localização da livraria. Fico tão envergonhada da minha raiva que vou esconder-me numa casa de banho para chorar e depois fico zangada comigo mesma por estar a chorar ao lembrar o conselho da minha guru para não me deixar ir abaixo a toda a hora, caso contrario isso transforma-se num hábito... Mas o que sabe ela sobre isso? Ela é um ser iluminado. Não pode ajudar-me e não me compreende.

Não quero que ninguém fale comigo. Neste momento, não consigo suportar a cara seja de quem for. Até consigo evitar o Richard do Texas por um tempo, mas ele acaba por me descobrir ao jantar e sentar-se – que corajoso! – no meio do meu fumo negro de auto-aversão.

- O que é que te deixou tão chateada?

- É melhor não perguntares – digo-lhe, mas depois começo a falar e conto-lhe tudo, concluído: - E o pior de tudo é que não consigo deixar de estar obcecada pelo David. Pensei que estava tudo esquecido, mas afinal está tudo a voltar outra vez.
Ele diz-me:

- Dá mais seis meses, vais ver que te sentes melhor.

- Já dei dozes meses, Richard.

- Então dá mais seis. Deixa correr mais seis meses até desaparecer. Coisas como essas levam tempo

Respiro pesadamente pelo nariz, como um touro.

- Mercearias – diz o Richard - , escuta-me. Um dia vais olhar para este momento da tua vida e vais vê-lo como um doce momento doloroso. Vais ver que estavas de luto e que tinhas o coração despedaçado, mas que a tua vida estava a mudar e que estavas no melhor lugar do mundo para isso, num belo local de culto, rodeada de graça. Aproveita cada minuto desse tempo. Deixa que as coisas se resolvam por si aqui na Índia.

- Mas eu amava-o mesmo.

- Grande coisa. Então, apaixonaste-te por alguém. Não vês o que aconteceu? Esse tipo tocou um lugar mais fundo no teu coração do que pensavas ser possível. Foste atingida por um raio, miúda. Mas esse amor que sentiste é apenas o início. Só tiveste um gostinho do que é um amor mortal limitado e inconsequente. Espera até veres como podes amar de forma mais profunda do que isso. (...) Tens a capacidade de vir um dia a amar o mundo inteiro. É o teu destino. Não te rias.

- Não me estou a rir. – Na verdade, estava a chorar. – E por favor não te rias de mim agora, mas acho que a razão pelo qual me é tão difícil esquecê-lo é porque acreditava mesmo que o David era a minha alma gémea.

- Provavelmente era. O teu problema é que não compreendes o que significam essa palavras. As pessoas pensam que uma alma gémea é o par perfeito e é isso, que toda a gente quer. Mas uma verdadeira alma gémea é um espelho, uma pessoa que te mostra tudo aquilo que te retém, a pessoa que faz com que te centres em ti mesma para que possas mudar a tua vida. Uma verdadeira alma gémea é provavelmente a pessoa mais importante que alguma vez conhecerás porque deita abaixo as tuas defesas e desperta a tua consciência. Mas viver com uma alma gémea para sempre? Não. É demasiado doloroso. As almas gémeas entram na nossa vida para nos revelarem uma outra camada de nós mesmos e depois vão-se embora. E graças a Deus que é assim. O teu problema é que não consegues esquecer esta. Acabou. O objectivo do David era dar-te um abanão, levar-te a abandonar um casamento a que tinhas de pôr fim, destrocar um pouco o teu ego, mostrar-te os teus obstáculos e vícios, abrir-te o coração para que pudesse entrar uma nova luz, deixar-te tão desesperada e descontrolada que tinhas de transformar a tua vida (...). Era esta a sua missão e saiu-se lindamente, mas agora acabou. O problema é que não consegues aceitar que essa relação tenha tido uma vida tão curta. És como um cão no meio do lixo, querida – estás a lamber uma lata vazia, a tentar tirar mais comida lá de dentro. E se não tiveres cuidado, podes ficar com ela entalada no focinho e dares cabo da tua vida. Por isso, larga-a.

- Mas eu amo-o.

- Então ama-o.

- Mas sinto a falta dele.

- Então sente. Transmite-lhe o teu amor e luz cada vez que pensares nele e depois esquece-o. (...) Tens de aprender a largar as coisas. Caso contrario vais ficar doente. Não voltarás a ter uma boa noite de sono. Vais andar às voltas para sempre, culpando-te por seres um fiasco. O que há de errado comigo? Como é que posso ter estragado todos os relacionamentos que tive? Porque sou uma falhada? Deixa-me adivinhar, provavelmente foi nisto que pensaste durante toda a noite.

- Está bem, Richard, já chega – digo eu. ”

(“Comer, Orar, Amar”, de Elizabeth Gilbert)

Ass: Gattaca

PS – De certeza que não estou no melhor lugar do mundo para mudar a minha. E está a custar muito larga-lo, deixa-lo ir. Está. Muito! Mais do que alguma vez pensei, julguei ou quisesse. E por muito que tudo isto seja verdade não deixa de ser doloroso e devastador. E difícil de viver.

quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Natal 2009 # 6

E cá vai…

FELIZ NATAL!!!


(Pet Shop Boys – “It Doesn’t Often Snow At Christmas”)

Ass: Gattaca

Natal 2009 # 5

E já é véspera de Natal. Tenham todos um GRANDE e feliz Natal!!!

Bjos & Abraços

Ass: Gattaca

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Pensamentos, Dúvidas e Comentários # 169

Tenho mesmo de conseguir encerrar e enterrar um assunto na minha vida... E quando pensava que já estava a conseguir fui apanhado na curva...

Quero tanto a voltar a ter o brilho especial que sei que às vezes consigo ter. Não quero ficar amorfo, sem interesse e ressabiado. Não quero mesmo...

Mas estou com tanto medo. Tanto!

E estou cansado de tanta montanha russa de sentimentos e emoções. Mas está tudo a custar tanto. E depois fico irritado comigo porque não estou a conseguir sair desta, mas também não me quero ir mais abaixo porque não tenho forças. E ao mesmo tempo nem tenho motivos para isso. E lá está, fico fodido porque às vezes sou suficientemente lúcido e outras vezes não. E porque não consigo eu reagir?

Mas também não consigo voltar atrás... Então porque raio estou assim?

Ass: Gattaca

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Sismo!

ODIEI!!! Pronto. Foi o primeiro que senti e não gostei nada. E diz que o menino não quer mais disto. E não quer ter o Natal estragado por uma coisa destas. Não quer mesmo...

E eu a pensar que as gatas iam dar algum sinal de vida. Mas foi zero mesmo.

Agora vou tentar dormir a ver se acerto os fusos

Ass Gattaca

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Olá!

E pois que voltei... Ainda meio tonto por causa da troca do fuso horário.

Novidades em breve!!

Ass: Gattaca

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Até já...

Vou ali e já venho.

Mas prometo que volto antes do Natal e com histórias para contar e mostrar.

Até já! :-D

Ass: Gattaca

A Festa do Strobe!!!!

Foi este fim-de-semana. A Tribo novamente toda reunida!!! E com um elemento novo!!

Em breve conto todos, ou quase todos, os detalhes.



E a todos o meu OBRIGADO do tamanho do Mundo, por mais um fim-de-semana especial. E mais uma vez: Parabéns Isabel.

Ass: Gattaca

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Natal 2009 # 4

E a minha mãe, sobrinho e irmã já têm Árvore de Natal:


Foi feita na manhã de terça-feira. De ontem! Agora falta tratar da minha. Vamos lá ver quando vou conseguir.

Ass: Gattaca

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

imagens # 95

Momentos de parte da noite de sábado:








O que não se fotografou, entre outras coisas, a ida para o Lux. A estadia lá. A saída. O levar o Xlr8 a casa. A minha chegada a casa.

Foi uma noite com altos e baixos. Meus. Teve momentos intensos. Fantasmas enfrentados. Agora o resto só o tempo o dirá.

E em jeito de anúncio de televisão: "Se podia ter vivido sem esta noite? Podia, mas não seria a mesma pessoa".

Ass: Gattaca