terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Contar...

E por diversos motivos, de ontem para hoje apenas consegui dormir 01h30. Péssimo.

Durante a manhã consegui aguentar-me bem à bomboca. Fui com o carro à inspecção, fui cortar o cabelo, estive à conversa com a minha mãe, fui colocar o meu sobrinho na escola, foi buscar a outra sobrinha para a levar para casa da mãe, fui a Attack (com direito a ABBA na faixa de aquecimento), fui a uma garrafeira na Praça do Chile para procurar uma Absolut Masquarad (QUERO!!!!!), fui ao dentista colocar a placa da minha mãe para arranjar (momento lindo) e finalmente rádio.

E pronto, a quebra chegou na rádio. E grande. Estou com uma dor de cabeça que não vejo uma à frente.

Mas tudo isto para vos contar o brilhante momento de cansaço e demência humana. Às tantas tinha de contar uns quantos envelopes que tinha de deixar na portaria. E lá começo eu: “segunda, terça, quarta, quinta, sexta, sétima… Sétima??!! Mas que estou eu a fazer? Dias da semana? Mas afinal que quero fazer? AH!!! Já sei, contar os envelopes. Mas usar números daria mais jeito…” E aí sim consegui: “um, dois, três…”

Triste não é?

Ass: Gattaca

Sem comentários: