terça-feira, 11 de novembro de 2008

Aniversário... # 2

Continuando…

Depois da tal batalha épica com os balões, lá consigo entrar no carro (sendo que o lugar do pendura ainda estava cheio de balões) e vou para minha casa. Tinha o Jota na rua à minha espera. Tudo isto porque supostamente se tinha esquecido das minhas chaves de casa e não podia entrar antes de mim.

Lá consigo estacionar o carro e lá vamos para minha casa. Nesse trajecto fui ao telemóvel com a Sofia a combinar a ida ao Lux. Esta chamada fui obrigado a desligar porque já estava com a chave na fechadura.
E a partir daqui foi o caos… Primeiro porque senti uma onda de calor assim que abri a porta, depois porque me cheirou a perfume de gaja (coisa nada habitual em minha casa).

Entro em casa a medo. E fico no hall de entrada… A medo, lá entro na sala. SURPRESA!!!!!
Basicamente tinha umas 20 pessoas às escuras que começam a gritar assim que acendo as luzes da sala. Convém explicar que eram 20 pessoas colocadas nuns 20 metros quadrados. Foi a loucura geral… Mesmo…

Ainda hoje continuo sem palavras para descrever o que senti. Sei que chorei agarrado à Mipo, que fiquei sem conseguir falar, que não conseguia olhar para ninguém sem desatar a chorar, que não dizia coisa com coisa, que transpirei imenso, que tremia por todos os lado…

Concluindo: grande parte dos meus amigos estavam metidos nesta festa surpresa. E todos levaram comida, e todos levaram bebidas e todos participaram de bom grado, e todos tinham cornetas e chapéus de papel.

Depois foram duas horas de confusão. Eu a tentar falar com todos e a não conseguir. A receber chamadas de pessoas que iam comigo ao Lux. Sms de parabéns a chegar. A tentar ir tomar banho. Todos a fazerem perguntas. E eu a tentar ganhar consciência de tudo o que se estava a passar.

No meio de tudo isto cantamos os parabéns, recebo presentes (CD com a ópera ELa Bohéme” e dois bilhetes para o São Carlos para assistir ao vivo à mesma), comemos, rimos e falamos…

Agora a frio, acho que deveria ter agido de outra forma. Deveria ter desmarcado a minha ida ao Lux e ter ficado em casa com todos. E gozar ainda mais o momento, mas como na minha cabeça o que estava marcado era o Lux, acabei por lá ir. Claro que uns quantos amigos vieram comigo.

A noite do Lux foi porreira. Não memorável, mas especial… E até o Jota foi!!! E melhor: DANÇOU!!!!

Um obrigado ENORME, ENORME, ENORME a todos os que participaram na festa surpresa… Palavras suficientes não existem.

Pequeno senão: toda esta festa tinha sido perfeita, se dias antes um amigo meu não me tivesse deixado em estado de alerta. Isto porque ele recebeu uma sms do Jota e o meu amigo veio-me perguntar quem era ela. Enfim. Esquecer. Ainda assim estava longe de imaginar que a surpresa seria esta. Continuou a ser inesquecível. Até porque foi tudo muito bem feito mesmo…

Amanhã conto o resto do dia…

Ass: Gattaca

PS – E agora os louros aos dois responsáveis por esta noite memorável: Jota e PM. Eles foram o cérebro de tudo isto. Um beijo e um abraço mais que especial para os dois…

Sem comentários: