segunda-feira, 1 de setembro de 2008

Fim-de-semana # 29 & # 30

Pois que diz que tenho andado meio calado… Trabalho, trabalho, trabalho… O que é bom sinal. Pelo menos não penso em merdas…

Reparei que não fiz balanço do meu fim-de-semana de 23 e 24 de Agosto. Não há muito a dizer: fui passa-lo a casa do meu pai. Sexta-feira saí da rádio perto das 23h, meti-me à estrada. Passado uma hora estava em casa dele.

No sábado o meu irmão foi lá com o filho e a mulher e estivemos todos juntos. Algo que não é nada habitual, mas que aparentemente estamos todos a esforçar para que seja mais usual. E correu lindamente. Almoço, piscina, banhos de sol e lanche

Domingo acabei por vir mais cedo para casa, pois o meu pai tinha um almoço em casa de uns amigos. Para não ficar lá sozinho vim para minha casa e vi a cerimónia de encerramento dos Jogos Olímpicos. Depois deu-me para arrumar a casa.

Quanto a este fim-de-semana que passou (o último do mês de Agosto) foi porreiro. Sexta-feira fomos todos comemorar o aniversário do Al ao Couzi (um novo bar em Santos no mesmo espaço do antigo Lei Seca). Estive lá com a tribo até perto das 03h.

Às 10h30 já estava com a minha mãe em casa de uma amiga dela para ir buscar uma máquina de lavar roupa. Foi o caos. Tudo demorou mais tempo que o previsto. Aqui fica o meu grande agradecimento à Mipo que me ajudou nesta tarefa quase inglória!

Com todos estes atrasos cheguei ao almoço de aniversário do NG às 15h30 quando deveria ter sido às 13h30.

A comida como sempre estava genial. Festas em casa dos pais do NG são sempre assim. Foi uma galhofa. O pior da tarde? Ter comido 7 fatias de bolos diferentes. Foi o exagero e ainda hoje penso que foi uma brutalidade sem qualquer sentido…

Saí de casa do NG, com uma torta de frutos vermelhos nos braços, e sigo para casa da Gira Financeira (assim se passará a designar o meu amigo Mário) para um jantar a correr pois às 22h queríamos estar no CCB para assistir ao concerto dos Techno Roman Project.
E quem são estes senhores? Uma banda da Turquia que mistura techno com música e instrumentos tradicionais. E sabem o que digo? Foi EXCEPCIONAL. Há muito tempo que não dançava tanto num concerto. Foi 5 estrelas!!! E das coisas mais giras foi o ambiente que se criou em frente ao palco. Estava perto de um grupo de freaks ao qual pouco faltou para me juntar a eles. De qualquer forma ainda trocamos muito boas energias entre nós. E a confusão era tanta que às tantas fazemos todos uma roda, com mais uma velha completamente louca, e acabo por dar mãos a um gajo LINDO!!!! Enfim todo em prole da roda e da alegria

Acabado o concerto, foi a casa da Gira Financeira para mais conversa parva (onde ainda fizemos um concurso para ver quem comia uma fatia da famosa tarte mais depressa sem utilizar as mãos) e rumei a minha casa completamente podre e encharcado em cigarros franceses. E eles obrigaram-me a levar o resto da tarte para casa

Domingo?! O que esquema habitual, almoço em casa da mãe. E que levei eu? A famosa tarte.
Perto das 18h rumei a casa para trabalhar em mais um manifesto.

Por volta das 20h30 faço uma pausa de vou jantar ao indiano com o PM. Matar saudades e colocar a conversa em dia.

22h30 vou para casa e acabo o manifesto, que desta vez ficou verde à primeira.

Hoje acordo todo bem disposto e rumo ao ginásio para mais uma aula de Combat e outra de Jump E as duas correram-me muito mas mesmo muito bem.

Na rádio, mais trabalho. E muito…

Mas sabem o que penso? QUERO MAIS FINS-DE-SEMANA ASSIM!!!

Ass: Gattaca

Sem comentários: