quarta-feira, 16 de julho de 2008

Fim-de-semana # 25

Será que é mesmo verdade que burro velho não aprende línguas? É que cada vez me convenço mais disso.

Pensava eu que este ia ser mais um fim-de-semana calmo. Redondamente enganado.

De festa e jantar apenas estava previsto o aniversário do Mário, em cada de uma amiga dele no sábado à noite. E a ideia nem era sair (tal como aconteceu).

Sexta saio da rádio e vou para casa. Sem vontade de grandes confusões até porque o dinheiro aperta e muito. E assim como assim queria estar preparado para aquele que era suposto ser o reencontro das divindades na aula de Attack de sábado. Acabou por não ser porque as divindades são 5 e umas delas faltou. Não digo quem foi, mas eu não fui…

Lá tivemos o nosso almoço da praxe e não houve praia devido ao forte vento que se sentia na praia. Por isso lá foi inventado um programa alternativo que envolveu ir buscar o meu DVD da Eurovisão deste ano. É verdade sim senhor, já cá canta. E são 3 e já os vi todos…

21h30 lá fui eu para o jantar de aniversário. E foi ESPECTACULAR!!! Mesmo. Éramos apenas 7 pessoas e correu lindamente. As pessoas 5 estrelas, a comida divina, a bebida muito bem escolhida, uns bombons belgas de comer e chorar por mais e uma sobremesa simplesmente arrebatadora.

Agora o drama são sempre os brindes. E a festa que começou às 21h30 acabou às 08h de domingo. Bebida foi muita e apontamentos dois. Resultado: domingo não me consegui levantar da cama. Foi super estranho. Não estava muito ressacado mas tinha o cérebro completamente morto. Como nunca o tinha tido. Não conseguia falar ou ouvir sons. A luz então era horrível. Até fazia doer.

Curioso, curioso foi que nem bebi assim tanto. Quando depois disse ao pessoal da festa que tinha ficado de cama o domingo todo, ficaram admirados porque ninguém bebeu assim tanto, eu estive sempre bem e mais ninguém ficou assim

Logo, das duas uma: ou já não tenho fígado, ou estava tudo pior que eu.

O que mais me lixou foi que tinha coisas programas no domingo e tive de faltar (mais uma vez as minhas mais humildes desculpas) e odeio fins-de-semana de 1 dia.

Se valeu apena? O jantar sim, e muito, a ressaca não!

O pior disto tudo é que já existem jantares marcados (e dos bons) para os próximos dois sábados. Será que me consigo portar bem? Será que já sou adulto?

Ass: Gattaca

Sem comentários: