quarta-feira, 15 de agosto de 2007

Prins Thomas

Ontem saída.

Frágil e Lux. A Tribo voltou-se a reunir. Que saudades. De qualquer forma ainda não foi como nos tempos antigos, mas soube muito bem. Ainda para mais porque foram poucos os excessos. Porque pudemos falar. Porque nos pudemos abraçar. Porque nos pudemos rir. Foi tão bom. Eu, Xlr8, Fred e Carla.
As dificuldades habituais até conseguirmos estar todos juntos. Já faz parte do charme do grupo. Foram precisas 4 chamadas em hora e meia para perceber onde nos íamos encontrar todos… Bairro? Minha casa? Casa deles? Caos… Caos… Irritação… Irritação…

No Bairro encontro sempre pessoas conhecidas com quem sabe bem falar. No Frágil o mesmo. Finalmente conheci o Michael. Foi de rir…
Ás 3 da manhã comecei a pedir à Carla para irmos para o Lux. Saímos de lá às 04h10…

É que no meio de tudo, ontem à noite apenas queria ir ao Lux ver o norueguês Prins Thomas. A curiosidade era muita. Chegámos lá perto das 04h30. E FOI TÃO BOM!!! Embora muito diferente do que estamos habituados a ouvir… Mas mesmo muito. A única coisa que não gostei foi ele ter acalmado o som perto das 05h30. Era muito cedo ainda.

A pista da discoteca estava fechada…Dizem que para afagar o chão. Por isso apena estava aberto o bar e o terraço. Tudo cheio!

Para o Lux apenas fui eu mais a Carla e o Al. A Carla nos seus stresses habituais que nos fazem rir. Que nos desarmam. E assim esteve a noite toda.

Uma imagem da noite: A Carla e o Al a dançarem agarrados no meio da pista. Perto das 06h30 o Prins Thomas começa a apostar nos temas disco mais calmos, quase a roçar nos slows. Eu afasto-mo para lhes dar espaço. E gravei este momento. Já é tão raro ver…

Hoje sinto-me bem… Muito bem. Quase feliz. Estupidamente até as cores parecem mais alegres… E garanto que ontem não tomei nada. Hoje não há ressaca. Apenas uma ligeira dor de cabeça! Das 4 cervejas e 2 ligeiros apontamentos!

Sei que ontem quando chegava a casa estava muito feliz (embora completamente parvo. Não conseguia decidir onde estacionar o carro). Apenas uma única “tristeza”. Acabar a noite sozinho. Como sempre. Uma ligeira solidão. E quando digo isto não é pelo lado sexual. Pelo lado do engate. Nada mesmo. Ontem se quisesse tinha acabado a noite na cama de alguém. Se não me engano houve 3 oportunidades.
Quando falo na solidão é no facto de não ter o “meu” namorado à minha espera. Saber que o vou encontrar a minha pessoa especial à minha espera. Puder dar-lhe a mão. Dar-lhe um beijo e dizer “Bom dia… Cheguei.”
Melhor mesmo ainda era ter saído com ele. Era que tivéssemos estado todos juntos durante a noite. Rirmos todos… Puder olhar para ele… Enfim… Sonhos! De qualquer forma não é por isto que vou deixar de ser mais ou menos feliz. Ou que vou deixar de sair à noite… lol…

Estou na rádio. Emissão especial Paredes de Coura. Hoje devo sair daqui perto das 02h. Amanhã call-center logo de manhã!!! Depois sexta-feira Lux novamente… lolol… DJ Vibe. Vou eu e a Sofia. Matar saudades. Dar chapadas cósmicas no DJ… Espero aguentar fisicamente. Este fim-de-semana tenho mesmo de ir ver o meu pai e a minha mãe. PRECISO DE MAIS TEMPO!

Ass: Gattaca

PS1 – Não quero que Agosto termine. A cidade está fabulosa. Vazia. Calma. Com espaço. Sossegada. Nem consigo imagina-la de outra forma. A todos os que saíram de cá: NÃO VOLTEM!

PS2 – Já viram a sorte da Ziggy? A vaca vai para Veneza uma semana inteira!!! DIVERTE-TE

Sem comentários: