domingo, 27 de maio de 2007

Regressar...

Hoje regressei a minha casa. A baixa por assistência familiar só dá para 15 dias. Diz a lei geral de trabalho. Pois para os senhores das leis qualquer doença que necessite de acompanhamento fica curada em 15 dias. Espertos eles que sabem estas coisas...

Foi estranho o regressar à minha casa. Depois de ter estranhado regressar a casa da minha mãe, foi estranho deixa-la. Muito estranho! Cheguei a sentir um nó na garganta quando dei o beijo de despedida à minha mãe. Senti-a vulnerável e odeio isto. Porque não arranja ela um namorado?! Um homem que realmente a ame, goste dela e lhe faça companhia? É das coisas que mais desejo...

Curiosamente vou ter algumas saudades de algumas rotinas criadas. Dos abraços do meu sobrinho. De lhe lavar os dentes. De olhar para ele. De olhar para a minha mãe. De fechar a porta às chaves e saber que eles os dois estão deitados e bem...

Porque não posso eu ser um gajo simples? Começo a ficar cansado desta montanha russa de emoções e sentimentos. Com todo este episódio fiquei algo abalado e triste o dia todo.

Agora é o regresso à vidinha de sempre... Estão tão farto de ter de atender chamadas durante 5 horas!!!!! Estou tão fartinho de tanta coisa...

Ass: Gattaca

Sem comentários: