domingo, 12 de novembro de 2006

há dias ... assim-assim

Há dias em que não nos devemos levantar da cama.
Eu começo a desconfiar que são mais esses os meus dias do que dias normais.

Não é o meu dia, não é o meu mês, não é o meu ano... século ou milénio.

A minha conclusão é: Devo ter vindo parar a esta versão da história por engano.

Ou então, não!

Beijos.
Ziggy.

Sem comentários: