segunda-feira, 20 de novembro de 2006

30 anos!

Como já me tinha preparado mentalmente há dois anos, não senti muita diferença.
Não é um dia a mais ou a menos que nos faz mudar tão radicalmente.
Chegou o tão (socialmente) temido dia dos 30 anos!

Reuni alguns amigos em casa para cantar os parabéns!
Acabámos a pensar no que se faz aos 30, no que se fez aos 20... e no que ainda há por fazer qualquer que seja a idade.
Uns pensavam que aos 30 já teriam casado. Outros que não se teriam divorciado.
Eu penso que estou exactamente onde queria.
Há alguns aspectos que não correm de feição, claro, como com toda a gente, e tem de ser assim e temos de aguentar.
Esperava ter chegado um pouco mais longe em termos profissionais. Mas pronto. Acho que já estou num estado mais ou menos estável.

Aos 20, de certeza que não estava em casa às 10 da noite, era muito provável que andasse bêbeda num bar qualquer.
Aos 30, bebi um copito e outro em casa e gostei muito. Gostei dos meus copos!
Até já é convidada uma bébé de uma amiga minha! Já tenho babys na linhagem! Que estranho.

E a minha Pucca? Que foi linda linda! Levou um tratamento de mimo GIGANTE... que no fim da noite estava a ressonar deitada no sofá!
Portou-se muito bem! Não roubou comida da mesa (que era o maior temor) e não andou agarrada às pernas das pessoas!
Um mimo!

E foi assim!

Beijos.
Ziggy.


PS: A única chatice foi que entalei os dedos e aleijei-me à séria. Mas mesmo assim não desviei muito as atenções das pessoas! LOL... para que? ia ficar a pensar nos dedos negros? naaaaaaaaaaaaaa

PS2: tenho tanta coisa para arrumar em casa! Tantos copos, tantos pratos, tantos talheres... e a mãe levou os guardanapos de pano. Mesmo assim, ai ai!

Sem comentários: