sexta-feira, 29 de setembro de 2006

Ciclos...

E eís que se fecha mais um ciclo.

A ironia de tudo isto é que faz hoje precisamente um ano (no dia 28/09/05) que comecei a formação do Call-Center e foi também nessa data que o meu dito namoro dava os primeiros passos.

Hoje acabou. Fez precisamente 365 dias...

E curiosamente não acabou pelo motivo mais óbvio: a ida para o Canadá... Foi por um outro motivo e porque afinal as palavras que me disse no início da semana e numa mensagem de ontem à noite, da noite para o dia (caguei na redundância) deixaram de ser sentidas por ele. Só pode!

Será que as pessoas não sabem o "peso" e a responsabilidade da expressão "Amo-te"? Será que sou o único que pensa que quando se diz "amo-te" a outra pessoa tem de ser realmente sentido? Quero acreditar que não, estou é farto de apenas namorar com os gajos que o dizem sem perceberem a intensidade da expressão.

"Amasse a ti. Falamos amanhã. Beijos" - chegou ao meu telemóvel às 21h47 de ontem... Hoje estava cheio de dúvidas no nosso namoro e não via um grande futuro. "Mas o que pensas tu?" Nem coragem para acabar comigo teve.

Ass: Gattaca

PS - Ironias das ironias, foi hoje que o Ex do Jota descobriu que ele andava comigo... Hilariante não é?

Sem comentários: