quinta-feira, 3 de agosto de 2006

Dói dói na barriga

É verdade… A minha ausência aqui no Clube deve-se à grande gastroenterite que nesta altura está instalada no meu estômago. E parece que o vómito é uma nova constante na minha vida. À dois fins-de-semana foi o Jota, este que passou fui eu.
Tudo começou no domingo num grande final de tarde numa esplanada. Ameixoas à bulhão pato fizeram parte do menu.

Segunda-feira de manhã acordo e tudo ok. Vou para o call-center e tudo ok. Eis que chega a hora do almoço e aqui começam os problemas. Antes de começar a comer começo a ficar com uma má disposição incrível. A partir daí foi o caos. Chego à rádio e cada vez estou pior: tonto, com náuseas, vontade de vomitar, mal disposto, mau feitio, fraqueza, o estômago aos saltos e por ai fora. Após várias tentativas lá consigo vomitar. Foi o momento que ditou a minha ida para casa. Já em casa deitei-me (que era a única maneira de estar confortável). Passados alguns minutos novamente sanita para vomitar. Uma festa.

Terça-feira fiquei em casa do Jota, que esteve pacientemente a tratar de mim. Quarta-feira não consegui ir ao call-center, mas tinha impreterivelmente de ir à rádio. E lá fui. Só que embora estivesse melhor nunca fiquei realmente bem.

Hoje. Volto a acordar agoniado. Muito mesmo. Decido que está na altura de ir ao médico. Consegui marcar consulta no médico da rádio. Saio do call-center e lá vou eu. Conclusão: gastroenterite.

Próximos dias: medicamentos e comida de merda… Aliás os próximos dias não se adivinham nada fáceis, mas depois falamos disso.

Giro foi reparar que nestes dias todos apenas os colegas dos empregos e a minha amiga Carla é que deram sinais de vida e estranharam a minha ausência dos locais habituais. De resto zero… É giro perceber certas situações. Dá sempre para analisarmos tanta coisa…

Ass: Gattaca

PS – Sabem o que vos digo? Acredito que seja o ex do Jota que nos tenha rogado um grande praga… Deverei ir à bruxa?

Sem comentários: