terça-feira, 10 de janeiro de 2006

bom vs. mal

Eu continuo a degladiar-me mentalmente com o mesmo problema: bem vs. mal.
Mais um dia e o resultado foi mais uma quinada na cabeça. E porquê? porque sou uma pessoa porreira e até tento ajudar as pessoas.
Quando no fim devia receber uma carta de agradecimentos, que dispenso, tenho um chorrilho de disparates.
Como bom escorpião que sou, ou a costela que tenho, quando a coisa me cai mal, acabou-se a brincadeira. E hoje foi um desses dias. Para trás ficaram dias de ajudas, de colaborações e apoios. Hoje saltou-me a tampa... e do lado de lá tive o melhor agradecimento que podia ter: um telefone desligado na cara... e uma chamada recusada. Bem... pormenores... é para o lado que eu durmo melhor.
Pensando bem nas coisas podia ter evitado um ou outro pormenor... mas passarem-me por cima não passam... e como isso estava prestes a acontecer, lixaram-se!
Chapéu.
Agora, volto a perguntar... vale a pena ser porreirinha e andar por aí a ajudar sacanas?
Desta fonte, a água que corre não presta, por isso não vale a pena chorar pelo derramado. Não ganho com isso e fiz o meu trabalho. Tive de vergar aos interesses de algumas pessoas que não me interessam, mas é esse o sistema. OK... 1 ponto para mim. Tenho dúvidas se o futuro me traria algum aspecto positivo, mas já sei que não. Desta vez não vão dizer que a "amiguinha" e a "boazinha" safou mais um!
Agora que já tenho coragem para mandar as coisas para fora, sem limite, só falta mesmo ganhar calo no estômago para que algumas coisas façam ricochete.

Beijos.
Ziggy.

Sem comentários: