quinta-feira, 24 de novembro de 2005

Quero…

É curioso… Não há fome que não dê em fartura…

Actualmente atravesso um período bizarro na minha vida sentimental. Muito mesmo.

Sinto que tenho de tomar uma decisão mas tenho bastante medo. A questão é que nenhuma das possibilidades que tenho me enche as medidas a 100% nem a 80%. Pensando racionalmente, o que estraga sempre tudo, todas têm grandes brechas e falhas. Não me apetecia queimar novamente. Só que já sei ler nas entrelinhas e vejo sarilhos. No entanto o pior de tudo é que me estou a deixar ir...

Não entendo porque não consigo atrair pessoas mais semelhantes a mim, com gostos mais parecidos e com a mesma vontade de viver que tenho. E não me venham com a treta de que os opostos se atraem-se. Isso é muito giro nos filmes, mas na vida real as coisas são diferentes. E temos de ser práticos!

O problema é que a situação presente me está a desequilibrar muito… Só me apetece atirar tudo ao ar e cagar no assunto. Só que não posso passar a vida toda a fazer isso…

Não quero um outro JP, nem um outro Oxy, nem nenhum dos meus exs.

Quero alguém que goste de atirar tudo ao ar e faça loucuras por estar apaixonado.
Quero alguém que me faça sentir desejado.
Quero alguém que não se preocupe com as horas.
Quero alguém que não se importe de mudar a sua rotina por mim.
Quero alguém que goste de ir sair e dançar.
Quero alguém com quem possa falar sobre tudo e nada…
Quero alguém com quem possa rir muito…
Quero alguém com quem não tenha de fazer teatro…
Quero alguém que seja excessivo sem se exceder…
Quero alguém que me estimule intelectualmente…
Quero alguém que me faça sentir protegido…
Quero alguém que me entenda…
Quero alguém que se esforce por me entender…
Quero alguém que me faça sentir especial...
Quero...

Garanto que em retorno dou exactamente o mesmo…


Ass: Gattaca

Sem comentários: