terça-feira, 15 de novembro de 2005

O meu jantar dos 31 anos!

Conforme tinha dito aqui no Clube decidi organizar um jantar de aniversário em minha casa no passado sábado 12 de Novembro.

A preparação deste jantar foi algo atribulada e confusa. O mais complicado foi decidir o que fazer e depois quem convidar… Foi um stress desgraçado.
Depois destas decisões tomadas começaram outras confusões.! Várias idas ao supermercado, diversas chamadas telefónicas para pedir conselhos. Também tive de faltar à rádio para limpar e a arrumar a casa e por aí fora… Isto para que tudo estivesse ok na data prevista. E acho que esteve!

O próprio dia foi sempre a correr.
Acordei, tomei banho, lavei os dentes, vesti-me, bebi café, preparei o saco do ginásio e fui para o Call-Center. Depois das 16h foi para o ginásio com o PM e um outro amigo meu (máquinas e Attack). Só que até chegarmos ao ginásio ainda aconteceram umas quantas histórias giras. Primeiro chegamos todos atrasados à pála daquela procissão da Virgem Maria (desculpem se estou a dar algum erro, mas religião não é mesmo comigo). Chegados ao ginásio foi a galhofa geral: já não haviam senhas, depois perdi-me nos balneários, não sabia funcionar com as máquinas dos pesos e não me conseguia calar… Estava ligado à corrente. No final de toda a confusão até nos balneários meteram conversa connosco. O sucesso!! O sucesso!!!

No fim de toda esta correria, casota, não sem antes passar mais alguns minutos no trânsito. Quando cheguei a casa faltavam 30 minutos para a chegada das pessoas e já tinha o JP à minha espera na rua. Ele mais o seu carro novo!!!!!

Todos para casa… Haviam de ver 4 gajos a tentar organizar uma festa… De rir. Certo é que a coisa funcionou. Desde colocar a mesa, preparar as entradas, os queijos, as tostas e os aperitivos foi tudo feito em 30 minutos.

Entretanto começo a receber algumas chamadas de pessoal a desistir. Paciência, quem perdeu foram eles.

Na cozinha já tinha começado a fazer o jantar (carne de porco assada com castanhas, cenouras, batatas pequenas e arroz). As saladas foram feitas pelo PM que mais parecia um pintor enquanto as preparava. De rir. Só o via a, literalmente, atirar os ingredientes para dentro saladeiras. Pois que tinha: rucula, nozes, alface, milho, tomate, cebola, “croutons”, salsa e mouzarella. Se calhar estou-me a esquecer de algo e pelo meio dei uns erros ortográficos…

Quanto à festa em si, foi bem mais calma que a do ano passado. Eu gostei, a Ziggy nem por isso. O resto do pessoal acho que se divertiu. Houve música, muito vinho, muita caipirinha e caipirosca, coca-cola, cigarros franceses, comida e conversa.

Para mim o balanço final foi super positivo.

Esta festa deu também origem a uma pilha imensa de louça para lavar. O pior é que a minha máquina é daquelas pequenas e com meia dúzia de “merdas” já está cheia. Conclusão, ainda hoje faço máquinas com a louça da festa!! Sim,

Um dos momentos alto da noite foi mesmo a carne assada… Pois que os meus cálculos foram mal feitos e só depois das 23h é que conseguimos começar a comer a dita. Já ouvia piadinhas a torto e a direito. Começava a ficar com medo de a carne ficar uma grande porcaria. MAS NÃO!!! Estava óptima!!! E todos ficaram admirados. Até eu… LOL. Consegui assim salvar a minha reputação de cozinheiro.

Quanto ao bolo de aniversário foi de morangos e chantilly do “Fruta Almeida”. Outro sucesso! O bolo É TÃO BOM!!!!

Frase da noite: “Rucula Má!!! Rucula Má!!! ”

Às 3 da manhã os últimos resistentes foram-se embora. Eu arrumei a casa, não fossem as gatas fazer porcaria e deitei-me. No dia seguinte trabalhava!!!

A todos os que foram a minha casa no sábado MUITO OBRIGADO. Vocês são especiais para mim!!!

Ass: Gattaca

PS – O fotógrafo da noite foi o Xlr8. Estou à espera que ele me envie as fotos para colocar aqui algumas.

Sem comentários: