quarta-feira, 23 de novembro de 2005

Disco Fever #2

Como sabem fui ao Pavilhão Atlântico participar naquela que era anunciada como a grande festa do Disco Sound. Como previa as actuações não foram nada de especial nem vão ficar na memória. Já o ambiente vivido dentro do recinto surpreendeu-me bastante. Há muito tempo que não me divertia tanto e via as pessoas à minha volta super divertidas também.

Image hosted by Photobucket.com


Como seria de esperar havia muito gay na audiência. Mas felizmente nada de bichinhas infantis ou bichinhas Berska, que normalmente têm sempre menos de 21 anos não é? Alias, a media de idade naquela noite era mesmo os 30 anos. Senti-me em casa… Também existiam muitos casais e muitas mulheres e raparigas bem giras e boa onda… E talvez por tudo isto o ambiente era descontraído e com pouca carga sexual no ar. Há muito que não via uma noite onde o sexo não era o único objectivo. Se calhar também muita coisa me passou ao lado. Ainda assim, acho que as pessoas foram lá mesmo para dançar, ouvir as músicas e recordar bons velhos tempos.
Outro aspecto que ajudou bastante à festa foi o mega-grupo que se juntou: Ziggy, Pedro, Gazuza, Xlr8, Fred, Dudu, Cocó, Kikas e seu respectivo, Lagartixa mais uma amiga, Galopim mais 2 amigos, JP mais Ray mais mãe mais irmão e acho que me estou a esquecer de alguém. Foi um festival…

Image hosted by Photobucket.com


Nunca fui grande fã dos Village People, por isso o grupo que mais queria ver eram os Boney M. Refira-se que da formação original não estava ninguém. Mas quem se importa com isso? Eu! LOL.
Mesmo assim ainda foram os melhores da noite, embora seja uma coisa algo discutível.
Gostei bastantes das pretas maravilhosas e dos seus vestidos. Gostei também do jogo de cintura do vocalista!! Vozes é que não eram das melhores e os feedbacks foram muitos. De qualquer forma sei que dancei e saltei. E que ouvi o meu tão amado “By The Rivers of Babylon” e o “Rasputin”. Fiquei feliz.

Quanto aos Village People foram, mais ou menos, o que esperava… Nada de especial. Estão velhos e acabados. No entanto gostei das coreografias… O pior foi mesmo quando um deles, com perto de 70 anos, decidiu abrir a camisa. A imagem foi horrível: peles moles e banhas… Será que ninguém tem noção?? Outro mau momento foi o índio a falar castelhano. Lá se acabou mais um mito infantil… LOL…

Mas a parte mais animada da noite foi quando no final dos concertos um DJ, do qual não me lembro do nome, ficou a animar as hostes com músicas do disco sound original. Até direito ao “Gimme Gimme Gimme” dos Abba tivemos (sim amigos foi o original que tocou e não o “Hung Up” da Madonna – como já li em algums blogs. Nos anos 70 a senhora ainda não existia ok?). Dentro do “baile” ainda houve alguma cerveja, cigarros franceses, conversas bem dispostas, red-bull e muita alegria…

Image hosted by Photobucket.com

Em suma: foi uma noite diferente e muito bem passada…

Nota para os próximos eventos, festas e concertos: não posso dançar tanto para ver se consigo não transpirar para não aparecer às manchas nas fotos. É que depois tenho vergonha de as mostrar. Vejam o resultado:

Image hosted by Photobucket.com


Não é uma vergonha? Enfim… Como diz uma amiga minha, a querer ser simpática, é algo especial e exclusivo meu. Só gostava de saber de onde vem tanta água…

Ass: Gattaca

Sem comentários: