segunda-feira, 31 de outubro de 2005

Desvaires matinais #1

- Afinal as calças de ganga não estavam secas... Paciência, visto-as mesmo assim...

Ass: Gattaca

domingo, 30 de outubro de 2005

Momentos que se pretendem de humor... #3

”- Bebo porque sou egocêntrico. Gosto quando o mundo gira à minha volta.”

Ass: Gattaca

Dilema... A conclusão

E pronto... Acabou-se! Fiquei em Lisboa. Acho que não me arrependo. Certo é que a esta hora estou sozinho em casa! O gajo teve de ir dormir a casa. Não entendi muito bem mas pronto. Que posso eu fazer? Estar a escrever aqui para o blog e a ouvir um set australiano fabuloso do Steve Lawler!

O encontro foi algo estranho ao início. Nenhum de nós sabia muito bem como reagir. Parecia o nosso primeiro encontro. Ele quando vem ter comigo está sempre algo tenso e pouco à vontade. Desta vez tinha decidido que não me ia esforçar muito para alterar esta situação. E assim foi. Ele esteve estranho imenso tempo e não decidia o que íamos fazer o resto da tarde, nem concordava com as minhas ideias. Durante um tempo não reagi nem disse nada. Só que às tantas saltou-me a tampa e lá me comecei a mexer. Tinha de ir à Fnac do Chiado comprar uns bilhetes para o concerto dos Devendra Banhart e não me apetecia ficar em casa.

- “Das duas uma: o vens comigo ou então não sei”, disse eu.

Ele veio... E aqui começou a parte mais divertida do nosso encontro. Fomos à Fnac, estivemos a ver os DVDs, livros, telemóveis, leitores de Mp3 e discos. Acabei por comprar o DVD do “Batman Returns” (que finalmente baixou para 10 euros) e um livro da Taschen sobre as fotografias do último século.

As ruas estavam cheias de pessoas, principalmente de espanhóis.

Depois a questão: onde vamos jantar? Eu sugeri o Mamma Rosa e felizmente foi lá que acabámos. Os restaurantes que ele queria estavam cheios. Posso adiantar que eram hipóteses pouco interessantes. E pronto. Venha a sangria. Ele dizia que não podia beber muito porque senão ficava com sono. O que acontece? Eu bebo o jarro grande todo... Acham que me importei? ZERO! Ainda para mais estava boa!!!!!

O jantar acabou por ser muito giro, porque só dizia disparates! Até lhe pedi em namoro!! Ele corou até à ponta dos cabelos. Depois estive a noite toda a meter-me com ele. O curioso é que finalmente soube certos aspectos da vida do moço e ele baixou a muralha.

Com os copos voltamos para casa! E sabem a que horas? Às 21h30. Sim é verdade, jantamos às 20h. Pergunto eu: que vejo neste gajo que é o oposto de mim? Bem comportado, janta cedo, deita-se cedo, é um pouco beto, entre outros aspectos. Nova pergunta minha: se isto alguma vez der em alguma coisa, será que tem alguma hipótese de ter futuro?

O resto não posso contar.

Só mesmo que ao contrário do que esperava, fiquei sozinho em casa e vou dormir sozinho. Sim, porque no fim de tudo somos só nós não é?

Ass: Gattaca

PS – Quanto ao João do Pacha, trocamos umas sms... Ele está bem!!!

sexta-feira, 28 de outubro de 2005

Bem-vindos!

Mais… Mais… Cada vez são mais… Nós achamos que é bom sinal. E vocês?

É com o coração cheio de alegria e felicidade que damos as boas-vindas a mais uns quantos novos blogs na nossa lista de Clubes Amigos. Passamos a enumerar:

Corte de Cabelo
H2omens
Sound+Vision
Where You Hide

Agora façam o favor de se tornarem visitantes habituais destes locais na Internet... Pelo menos têm o selo de garantia do Clube… LOLOL… E façam-nos outro favor: Sejam felizes…


A Direcção:
Gattaca & Ziggy

quinta-feira, 27 de outubro de 2005

Dilema… (actualização)

Pois diz que estou em conversações para ver se consigo juntar o útil ao agradável, ou seja, ir ao Pacha com o dito moço. ..

Pois que já lhe fiz a proposta e o convite…

Pois que aguardo resposta dele…

Pois que vamos ver…

Ass: Gattaca

quarta-feira, 26 de outubro de 2005

Dilema…

Ajudem-me a escolher uma destas possibilidades:

1 – Sábado à noite pego no carro e vou até ao Pacha de Ofir ouvir o DJ Vibe e John Creamer a actuarem na ultima festa da MTV “No Sleep Till Lisbon”. Aproveito para matar saudades das grandes festas, da boa música de dança, para conhecer um local novo, para conhecer ao vivo o João (um rapaz que conheci através do hi5 e que parece ser 5 estrelas) e quem sabe outras pessoas também. Esta seria também um “até já” às noitadas, já que agora trabalho aos fins-de-semana.

2 – Sábado à noite vou ter com um rapaz em quem, possivelmente, posso ficar a ficar interessado e passamos os dois a noite juntos. Programa por definir ainda, mas será de certeza bem mais pacífico, já que ele não alinha nestas borgas! Convém dizer que esta situação pode tornar-se numa faca com duas lâminas…

Aceito as vossas sugestões…

Ass: Gattaca

Momentos que se pretendem de humor... #2

"O trabalho fascina-me tanto... que chego a ficar parado a olhar para ele sem conseguir fazer nada."

Ass: Gattaca

Refilices....

O Gattaca está farto de refilar comigo porque eu não tenho escrito no blog. A verdade é que não tenho tido tempo... nem assunto. É mais a falta de assunto do que a de tempo.
Não tenho tido aventuras com o esparguete amarelo, nem catástrofes naturais pessoais para vos contar.
Falar sem ter assunto e encher-vos de palha... é o que eu posso fazer.

Beijos.
Ziggy

terça-feira, 25 de outubro de 2005

Formação # 3

Amanhã é o meu último dia de formação. A partir de quinta-feira já estou mesmo no serviço de atendimento ao cliente. Vai ser para doer. Agora não se pode voltar atrás!!!
E também vai ser a partir dessa data que vou deixar de ter fins-de-semana. Não se pode ter tudo, né?
Os receios são alguns e creio que naturais! Mas acredito que dentro de uns bons meses esses receios já não existam! Devem ter dado lugar a outros… LOL

Ass: Gattaca

ADORO!!!



Cantem isto por cima do “Gimme Gimme Gimme” dos ABBA e aos gritos…

“Time goes by so slowly

Time goes by so slowly

Time goes by so slowly

I don't know what to do…”

O resto da letra podem encontrar aqui

Este “Hung Up” é simplesmente fabuloso e viciante… Muito sofreu o Dudu no passado sábado com a minha versão desta música. Enquanto estava nos balneários do ginásio não conseguia parar de cantar… Até eu me cansava!

Falando sério: estou ansioso pelo novo álbum da Madonna. O último que realmente gostei foi o “Ray of Light”, os seguintes não lhes achei grande piada. Só que algo me diz com este “Confessions on the Dancefloor” vai ser diferente… Disco Sound RULES!!!


Ass: Gattaca

PS – Esta foto foi tirada do site do André (AllofMe) e lá está toda a história da mais recente visita surpresa de Madonna ao conhecido club gay nova-iorquino Roxy. Deve ter sido de arromba!

segunda-feira, 24 de outubro de 2005

Parabéns Eurofestival!



E já lá cantam 50 velas no bolo de aniversário. É verdade sim senhor, o Eurovision Song Contest já tem meio século de existência.

Assisti em directo a mais de 20 edições. Tenho várias memórias das edições anteriores a 1986, mas sei que este foi o ano em que fiquei a ser fã deste concurso. Acho que sei todas as músicas de cor e salteado. Viva os neurónios gastos com isto… Pelo menos ainda não foram queimados em nenhuma noite de aditivos!

Não sei explicar esta pancada. Sei que é uma espécie de tradição familiar: quando era mais novo, todos os anos a família (entenda-se primo, mãe e irmãs) juntava-se para assistir ao desfilar das músicas. Actualmente é motivo de reunião entre um grupo de amigos. Somos sempre os mesmos e quase só nos encontramos anualmente por assistir à cerimónia. É bom saber que nisto a tradição ainda é o que era!

Não sou dos mais fanáticos. Não pertenço ao OGAE, não compro os discos todos, não sei os nomes dos cantores gregos, não compro os álbuns editados pelos artistas que participam no ESC, não estou inscrito em nenhum fórum de discussão de ideias, não sei todas as pontuações de todos os países, não sei quantas vezes cada artistas já lá foi, não conheço as letras das músicas antes de serem interpretadas ao vivo pela primeira vez… Basicamente não sei muita coisa!

O que sei é que me divirto muito a assistir ao ESC. Sei que adoro comentar tudo e mais alguma coisa. Sei que adoro a festa que se cria em torno deste evento. Sei que tenho curiosidade em ver as actuações. Sei que gosto de ver os gajos giros que lá participam. Sei que gosto de ver os vestidos das moças. Sei que tenho todos os concursos em VHS desde 1980. Sei que todos os anos fico super curioso para ver os espaços cénicos criados nos palcos. Sei que critico tudo e mais alguma coisa. Sei que nos próximos anos faço questão de continuar a assistir em directo às canções.

Quanto a cerimónia de comemoração dos 50 anos do ESC, que aconteceu este sábado, não vai ficar na memória. Foi tudo algo estranho, vazio e piroso. A organização foi da Televisão estatal dinamarquesa, o que ainda trouxe alguma qualidade ao espectáculo. Imagino isto organizado pelos países do leste ou Turquia e afins… Era desgraça total.

A ideia era recordar alguns dos melhores momentos destes 50 anos. Mas a meu ver foi tudo muito “atabalhuado”. Ficaram de fora muitos bons momentos e boas músicas. E não entendi muito bem as escolhas para os medleys! Foi tudo algo pobrezito.

Para mim, as músicas escolhidas para a grande final também deixaram algo a desejar. Só concordei com a escolha de “Poupée de Cire, Poupée de Son” (France Gall 1965), “Waterloo” (ABBA, 1974) e “Save Your Kisses for Me” (Brotherhood of Man, 1976). Não entendo como é que a vencedora da edição deste ano podia estar a concorrer ao título da melhor música de sempre do ESC. Ou mesmo a canção de Stertab Frener (a vencedora turca de 2003). Mas existem problemas bem mais graves no mundo…

Para além dos bailado parvos e sem grande sentido, desta cerimónia especial fiquei com a ideia de que as músicas concorrentes foram cortadas. CRIME!!! CRIME!!! Estranho quando a duração máxima das músicas é de 3 minutos… Mas mais uma vez volto a dizer: existem problemas mais graves no mundo…

Como seria de esperar, a fabulosa, Dana Internacional, foi mais uma vez fonte inesgotável de gargalhadas e polémica. Eu gostei! Pena foi ter cantado o “Parlez Vous Français” em inglês! BURRA!!! Mas sempre com as mamas à mostra! Valha-nos isso…

Como já devem saber os grandes vencedores da noite foram os ABBA!

Em suma: foi mais um serão passado ao lado da minha mãe a ver e ouvir músicas do nosso passado. Há muito tempo que não ficávamos os dois juntos durante tanto tempo. Foi mesmo uma viagem ao passado!!!

Ass: Gattaca

O mais curto conto de fadas do mundo…

"Era uma vez um rapaz que perguntou a uma rapariga:

-Queres casar comigo?

Ela respondeu:

-NÂO!

E o rapaz viveu feliz para sempre, caçou, foi à pesca, teve sempre tempo para ver os jogos na Sport TV, bebeu a cerveja que aguentou, e voltou para casa sempre à hora que lhe apeteceu……....

FIM”

Ass: Gattaca

sexta-feira, 21 de outubro de 2005

Momentos que se pretendem de humor... #1

- Algumas vezes, quando tu chares, ninguém percebe as tuas lágrimas. Algumas vezes, quando tu estás feliz, ninguém percebe o teu sorriso. Mas dá um peido e vê a diferença...

Ass: Gattaca

quinta-feira, 20 de outubro de 2005

O meu portátil...

Este é o meu primeiro texto escrito no tão aguardado novo computador... Foi difícil de ser parido, mas agora já cá está!!! E se tudo correr bem ninguém mo tira... Como costumo dizer para não agoirar: que o Diabo seja cego, surdo e mudo!

Para os mais entendido na matéria e interessados, é um HP Pavillion Dv4000. Entendem alguma coisa? Pois eu não... Mas sei que é lindo. Não de morrer, mas é bonito e tem um ar profissional. Tem muitas luzinhas azuis e muitos botões!!! Lol. Além do mais o ecran é grandote e tem um imagem bem boa. Diz que estou satisfeito com a compra.

Como devem imaginar em todo o processo de escolha e na compra do meu novo brinquedo tive a preciosa, e conhecedora, ajuda da directora Ziggy. Se não fosse ela, não teria em meu poder o meu “portatél”. Até foi ela que me tratou da instalação das “coisas” que tinham de ser instaladas... E parece que são muitas! À pois diz que são!

Certo é que agora cada vez que não consigo entender algo, ligo imediatamente para a Ziggy. E não imaginam a quantidade de janelas que se abrem sozinhas, de pedidos de autorização, de programas a instalar, de merdinhas que não entendo e de dúvidas que tenho.
É que não percebo patavina deste novo universo. Não sei gravar um CD, não sei usar o Itunes, não faço ideia onde ir buscar músicas, não percebo os programas e por aí fora... Mas com calma a coisa chega lá.

Deixem-me também dizer-vos que este computador tem sido fonte de alguns momentos bem divertidos.

O primeiro foi a ida à Fnac para comprar o dito. Como devem imaginar, tive de pedir um empréstimo para ter este menino na minha mesa e por isso tornei-me sócio desta cadeia de lojas. Portanto lá vou munido de toda a papelada, escolho o computador e vou para a secção da burocracia. Durante toda esta caminhada a Ziggy esteve sempre a meu lado. Quando finalmente somos atendidos, saí-nos na rifa uma moça da nossa idade, algo alternativa, pouco faladora mas eficiente!!! Depois das explicações técnicas, e como a conversa não era grande, comecei a falar com a Ziggy. Pois que falámos de tudo e mais alguma coisa: ordenados, ginásio, da vida difícil que temos, mágoas, medos, dúvidas, festas, namorados, pretendentes, falta de dinheiro, casas, animais, projectos para o futuro, roupas a comprar... Só sei que às tantas a funcionário só se ria, mas tentava não dar nas vistas. Eu e a Ziggy parecíamos uns tontos...

O segundo bom momento, foi quando cheguei a casa e liguei o computador pela primeira vez... YES!!! Deixei de ser um virgem tecnológico. Mais um passo na direcção certa... Lol. Mas dizia eu: liguei o computador e passados alguns minutos surge uma janela que afirmava ter encontrado uma rede de Wireless (espero que seja este o termo) e se podia juntar-se a essa rede. Nova chamada para a Ziggy.

“Ziggy??? Que faço? Apareceu uma janela a dizer que encontrou uma rede em minha casa... Aceito? Não faz mal? Não me vão entrar vírus por aqui adentro? Aí aí aí que tenho medo...”

Conclusão, neste preciso momento tenho net em casa sem pagar nada... Só espero que o dono da dita net não dê por nada durante algum tempo... Pena é ser algo lenta, mas não podemos desejar tudo certo?

E assim começa uma nova fase da minha vida... Pelo menos já posso escrever em qualquer lado...
Ass: Gattaca

sexta-feira, 14 de outubro de 2005

we can't we can't we can't

Image Hosted by ImageShack.us



Eu tinha de colocar aqui este apelo!
Não podemos ficar sem o Michael Vartan no Alias (Vingadora) é que não podemos mesmo!

beijos
Ziggy

terça-feira, 11 de outubro de 2005

Imagens # 21

Image hosted by Photobucket.com


O último momento da última actuação do Ballet Gulbenkian.
Um espectáculo e uma tarde para sempre gravados na minha memória.

Obrigado O2

Ass: Gattaca

Pensamentos, Dúvidas e Comentários # 26

- “Apetece-me que seja amanhã”

Ass: Gattaca

PS - Peço desculpa a todos os sócios pela pouca atenção que tenho dado ao Clube, mas estou de rastos. A formação é super intensa e depois na rádio estou afogado em trabalho. No meio de tudo isto tenho dormido muito pouco. Conclusão tenho a cabeça em água...

domingo, 9 de outubro de 2005

hoje... não quero saber

apetece-me enfiar a cabeça na areia como uma avestruz. só para não ouvir barulho.
estou cansada. disseram-me isso, mas eu sabia. é um cansado cerebral/espiritural e não tanto físico.
desde aquele pequeno episódio no local de trabalho, que me tenho esforçado para não pisar a linha. tem sido difícil. não acelerar de mais, não travar de mais. é uma pressão contínua.
sorrir, mas não rir.
falar, mas não cuscuvilhar.
sossegar, mas não ficar calada.
é uma contínua representação que cansa.
a minha paciência a esgotar-se.

ao mesmo tempo tenho tratado do meu ninho. escolher as minhas coisas. todos os pormenores.
tira do caixote, põe no caixote.
o que falta, o que não falta.
ainda tenho dinheiro? se calhar não.
enchem-me os ouvidos de "eu acho que", "eu penso que", "devias fazer assim", "faz isto", "falta-te isto".
e a minha paciência no limite e o meu sorriso passa a amarelo.

tenho ainda a pequena quatro patas, que ama andar pendurada nas bordas das minhas calças de ganga e acordar às seis da manhã.
ao mesmo tempo no andar debaixo ouvem-se gritos de loucura da idade, que se têm de perdoar, mas a minha vontade é de gritar ainda mais por cima.
a minha paciência entrou na zona vermelha e a minha cara passa à perplexidade.

não sendo isto esgotante e suficiente para sugar a paciência e energia de uma pessoa, no fim de um dia ainda há alguém que tem o prazer de me encostar entre a espada e a parede. de abusar do espaço que faz a diferença entre meu e teu. no dia em que a minha paciência estava no limite, só para sua satisfação.

a minha paciência foi. não ouço mais, não vejo mais, não falo mais. hoje não. hoje não quero saber. de nada, nem de ninguém.

beijos.
Ziggy

sexta-feira, 7 de outubro de 2005

Trabalho de casa…

Será que alguém consegue identificar que música é esta? O que aqui está é uma versão portugesa feita por mim… É tipo passatempo... Alguém advinha?

“Não quero falar
sobre os momentos que vivemos
embora ainda me façam sofrer
já passaram à história.
Joguei todas as minhas cartas
E foi isso que fizeste também
Nada mais para dizer
Não temos mais “as” para jogar

O vencedores levam tudo...
Os perdedores reduzem-se à insignificância
Para além da vitória
E esse o seu destino

Estava nos teus braço
A pensar que pertencia a ele.
Pensei que fizesse sentido
Construir a minha cerca
Pensar que aí seria forte
Mas fui um tolo
Jogar segundo as regras

Os Deus podem jogar a dados
As suas mentes são frias como gelo
E alguém cá embaixo
Perde alguém querido.

O vencedores levam tudo...
O perdedor tem de cair
É simples e plano
Porque me queixo?

Mas diz-me se ela te beija
Como eu te beijava.
E será que sentes o mesmo
Quando ela diz o teu nome?

Algures dentro de ti
Deves saber o quanto sinto a tua falta
Mas que posso dizer?
As regras têm de ser seguidas.”

Ass: Gattaca

Cosmopolis…

É já amanhã…



Eu vou lá estar. E vocês?

Ass: Gattaca

quinta-feira, 6 de outubro de 2005

Aviso!!!

Procuram-se informações sobre o meu paradeiro e acções entre as 07h e as 10h do passado dia 5 de Outubro.

Última memória: dançar na pista do Lux na companhia do Ray.

Ass: Gattaca

PS – Depois conto tudo…

terça-feira, 4 de outubro de 2005

Ziggy e o esparguete amarelo

ehehehhehe... olhem, não consigo parar de rir comigo própria.
Ziggy pegou na sua mini-malinha e foi à hidroginástica (sim, pq agora é mini malinha, uma vez que só preciso de lá por os chinelos e o fato de banho - antes quando ia ao gym parecia uma tartaruga... com a mochila às costas).
Para não dar nas vistas de que nunca tinha feito uma aula, fui para o jacuzzi para ver o que as pessoas faziam. Se iam buscar algum acessório, onde deixavam a senha.
Depois segui o exemplo de toda a gente e fui para a piscina, colocando-me atrás para não me verem a fazer figuras tristes. E QUE FIGURAS.
Eu e o esparguete. É um tipo de uma boia em forma de esparguete gigante para fazer exercícios. Sem forças, lá tentei fazer os exercícios, mas o esparguete teimava em fugir-me das mãos e sair disparado de dentro de água... eu não conseguia parar de rir, nem conseguia fazer os exercicios.
nem quero pensar quem estava a ver no bar...

:-|

beijos
Ziggy

segunda-feira, 3 de outubro de 2005

Madonna regressa a Portugal

Está confirmado…

“The world will be watching on November 3rd, 2005 when Madonna performs the first single off of her new album for the first time in front of an audience! Madonna.com is announcing that Madonna will be onstage in Lisbon singing Hung Up at the 2005 Europe Music Awards. Further promotional events are being scheduled for the week of November 7 in Europe. Stay tuned to Madonna.com for more information on the upcoming events!”

Agora é que vai ser a loucura…

Ass: Gattaca

Medos...

Estou assustado comigo!

Não imaginam o esforço que tenho de fazer todas as manhãs quando acordo às 06h45 para ir para a formação do meu novo part-time. Apetece-me desistir de tudo e ao certo nem sei porquê. Só me apetece telefonar e dizer que vou desistir, virar-me para o outro lado e adormecer. Ficar quieto na minha concha.

Acho que se deve ao facto de desconhecer o que vou encontrar nesse novo dia. Tenho medo de não conseguir abraçar este novo desafio e só me apetece desistir. Ficar quieto na minha casa. Não imaginam o esforço que estou a fazer para não desistir. Já não me reconheço. Não sei onde anda o Gattaca de à uns anos atrás que saltava de part-time em part-time e nada o assustava. Ia a todas… Agora entusiasmo há pouco!

Agora é um imenso esforço mental que tenho de fazer para conseguir ir. É pensar que os dias que aí vêem vão ser melhores. Não sei explicar melhor que isto. Não acho muito preocupante, nem ando mais ou menos deprimido por causa disto. Sei que vou conseguir e ultrapassar tudo isto. Só tenho mesmo que conseguir. Mas que se passa comigo?

Preciso mesmo de voltar à psicóloga, só que até dia 26 não há tempo na agenda…

Ass: Gattaca

PS – Com este desabafo não quero parecer derrotista ou preocupar-vos. Não faz parte de mim, acho…

Gattaca em imagens…

Como ando sem grande imaginação, inspiração, vontade e tempo para escrever algo de jeito aqui ficam algumas das imagens de um dos filmes da minha vida. Aliás é a razão do meu nick…

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Image hosted by Photobucket.com

Quem consegue nao achar estas imagens de cortar a respiração?

Ass: Gattaca