segunda-feira, 28 de fevereiro de 2005

The Day After

O esperado aconteceu. Primeiro dia sem o Oxy em Lisboa e depois da cerimónia dos Óscares.
Saí da rádio perto das 05h10, mas apenas me deitei perto das 06h30. E estava perdido de sono. Pelo sim pelo não, desliguei os telemóveis.
Acordei perto das 14h, completamente desorientado e sem saber o que fazer. Foi uma sensação de vazio muito estranha...
Levantei-me da cama e lentamente fui à cozinha tomar o pequeno almoço. Torradas e leite com chocolate. Tudo à minha volta era estranho e por mais que me esforçasse por acordar e reagir, não conseguia! Passei pela sala e acendi o aquecedor de gás que tenho na sala.
Falei com o Xrl8, falei com o Oxy e voltei para a cama para ler algumas revistas... A casa estava muito fria e os lençóis quentes. Passados minutos já dormia outra vez. Acordei às 16h40. Dei um salto da cama, porque tinha de vir para a rádio às 17h.
Cheguei cá às 17h20... Cá estou sem muito para fazer, felizmente. Acabou agora mesmo o jogo de futebol entre o Porto e o Benfica. Está tudo louco aqui na rádio. Não tenho grande paciência. Não entendo este fenómeno.

Espero sair daqui perto das 23h e qualquer coisa, para ir ao cinema. Filmes para ver são muitos, por isso logo me decido.

No meio de tudo isto estou muito calmo. Calmo demais. Tudo me é indiferente e me passa ao lado. Parece que tenho vivido os últimos tempos em piloto automático. Parece que apenas estou vivo aos fins-de-semana quando estou com os meus amigos e faço o que quero... Parece que só sei reagir quando ouço música, quando faço as minhas “viagens” ao som da música...

A partida do Oxy ainda mais veio acentuar toda esta desorientação. Sei que é um erro meu, que não tenho de incomodar ninguém com isto. Também sei que não devia dar tanta importância a outra pessoa e deixar que ganhe tanto peso na minha vida. Só que não sei ser de outra forma. Também sei que estou a tentar mudar. Mesmo.

Quanto ao emprego para par-time comecei hoje a ver os jornais com mais atenção. Pode ser que a sorte vire.



Quanto ao fim-de-semana AMEI a noite de sexta-feira com o Je_Bois, Efe e Oxy. Acho que fiz uma dupla invencível com o Je_Bois... Senti uma imensa cumplicidade! O bairro como sempre estava simpático. Cruzei-me com o JP e com mais pessoas conhecidas. Como sempre o Pedro Ricciardi na cabine do Frágil soube criar bons momentos de dança. As bebidas e não só, também ajudam sempre. Porque não podemos estar sempre felizes assim??

AH!!! E vi o Efe a dançar... E diz que o moço fez sucesso no Frágil. Ele e o Oxy. É o que se chama carne fresca! Quanto à noite foi super bem passada pela companhia, pela conversa, pelos olhares, pelas bebidas, pela música e pela dança. Tudo nas doses certas e sem exageros!

Ass: Gattaca

auf auf!




Esta é a Nina, a filha da Tita que será a mãe da minha Pucca!!!!!! :D
Beijos
Ziggy

PS: ainda estou a por em dia as leituras sobre os óscares. achei muito bem que o Leonardo DiCaprio não tivesse ganho. Não gostei dos vestidos, às excepção do da Natalie Portman.

Para Oxy...

"Sapato à americano e cabelo a pirulito"... Lai Lai Lai Lai!!!

Ass: Gattaca

Madrugada Óscares # 14

05h00 - Fim da emissão especial. Arrumar a trabalhe e agora para a caminha que estou perdido de sono. Sempre estive aqui a trabalhar desde as 21h30 e o final do dia não foi nada simpático no que diz respeito a afectos.

Ass: Gattaca

Madrugada Óscares # 13

- Melhor Realizador: Clint Eastwood ("Million Dollar Baby"). Foi Julia Roberts que lhe entregou a estatueta. Ela estava linda como sempre...

- Melhor Filme: "Million Dollar Baby". Pois ainda não vi o filme, logo não faço comentários. Apenas tenho alguma "pena" de Scorcese por causa da obra-prima "A Idade da Inocência". Pensei que nesta cerimónia ele fosse o grande vencedor, não por "O Aviador", mas pela sua carreira. Pelos vistos não foi assim.

Ass: Gattaca

PS - Esta foi das cerimónias mais rápidas e que acabou mais cedo. Ainda me lembro de sair da rádio depois das 06h. Às 4h04 acaba a cerimónia!!! Durou 3h10.

Madrugada Óscares # 12

- Melhor Actor: Jamie Foxx. A escolha óbvia, académica e esperada...

Ass: Gattaca

PS - Começo a perguntar-me se alguém vai ler todos estes textos sobre os Óscares!!!

Madrugada Óscares # 11

- Melhor Filme Estrangeiro: "Mar Adentro". A minha questão: porque é que "Um Longo Domingo de Noivado" não foi nomeado?? Outro comentário que acho pertinente: este é o quarto óscar que Espanha recebe na categoria de filme estrangeiro. E Portugal? ZERO!!! Até nisto o país vizinho está anos luz à nossa frente.

- Melhor Argumento Original: "O Despertar da Mente" escrito por Charlie Kaufman. YES!!! Até ao momento o discurso mais divirtido e original...

Ass: Gattaca

Madrugada Óscares # 10

- E pela terceira vez a chata da Beyounce em palco... Mais uma canção das nomeadas... Desta vez do "The Polar Express".

- Melhor Canção: "Al Otro Lado Del Rio" de "Os Diários de Che Guevara" - Prémio anunciado por Prince e talvez o momento mais polémico até ao momento. Isto porque o escritor da música era tb o cantor original, Jorge Drexler, só que a produção da cerimónia preferiu António Banderas para interpretar a música em palco. Em vez do discurso, Jorge Drexler cantou o que não o deixaram fazer na apresentação das músicas nomeadas.

- Melhor Actriz: Hillary Swank ("Million Dollar Baby"). Duas vezes nomeada, duas vezes vencedora. Lamento mas não concordo muito. Devia ter sido Imelda Staunton em "Vera Drake". Devia ter sido a Imelda. O filme é ela. E é um excelente filme!! Sem grandes exageros.


Ass: Gattaca

PS - Onde está o Jude Law? Hum?? Onde??? Não há gajos giros nesta cerimónia?? Apenas gajas!!!

Madrugada Óscares # 9

- Curta-Metragem Documental: "Mighty Times: The Children's March".

- Vanessa Paradis estava deslumbrante. Já o seu namorado Johnny Deep estava super estranho e bizarro.

- Banda Sonora Original: "Finding Neverland"

Ass: Gattaca

PS - Já descobri que o óscar que perdi à pouco era o de melhor fotografia que foi entregue ao "Aviador".

Madrugada Óscares # 8

- Melhor Mistura Sonora: "Ray"

- Melhor Montagem de Som: "The Incredibles"

Ass: Gattaca

PS - Começo a ficar cansado e com sono...

Madrugada Óscares # 7

- Meu Deus.... Como são pirosos os americanos. Durante a interpretação de "Learn To Be Lonely" (um dos temas nomeados para melhor canção) da banda sonora de "Fantasma da Ópera", tudo no palco era horrível: o vestido da Beyounce, as jóias, a decoração do palco, a coreografia com direito a Fantasma e tudo. De referir que Andrew Lloyd Webber esteve no palco a tocar piano para a moça.

- Melhor Curta-Metragem: "Wasp"

- Melhor Curta-Metragem de Animação: "Ryan"

- Melhor Fotografia: "O Aviador". Aqui acho que era mais merecedor o "Um Longo Domingo de Noivado". É melhor também dizer nesta altura que não gostei de todo do "O Aviador". Sem ser Cate Blanchet (que amei) achei o filme demasiado académico e enfadonho...

Ass: Gattaca

Madrugada Óscares # 6

- Argumento Adaptado: "Sideways"

- Efeitos Visuais: "Homem-Aranha 2" - NEsta categoria não concordo minimamente. Acho que "I, Robot" merecia muito mais.

- Acho que perdi aqui um óscar. Mas tive de ir atender um passatempo...

Ass: Gattaca

Madrugada Óscares # 5

- Documentário: "Born into Brothels". Não conheço...

- Montagem: "The Aviator"

Ass: Gattaca

PS - Refira-se, para os mais distraídos, que cada vez que há um intervalo na cerimónia eu coloco aqui um texto.

Madrugada Óscares # 4

- Imensas alterações na cerimónia. Foi giro ver a Scarlett Johansson a apresentar os prémios técnicos a partir de um camarote. Assim como ver Cate Blanchet a entregar o óscar de melhor maquilhagem no meio da plateia.

- Guarda-Roupa: "The Aviator" - Foi giro ver a personagem Edna (dos "Super-Heróis") no palco ao lado de Pierce Brosnan para anunciar o vencedor nesta categoria. Embora este feito não tenha sido novo neste programa.

- Melhor Actriz Secundária - Cate Blanchett. YYYEEEESSSS. Super merecido. E com um discurso super discreto e "profissional".

Ass: Gattaca

Madrugada Óscares # 3

- Actor secundário: Morgan Freeman ("Million Dollar Baby")

- A cerimónia foi transmitida para todo o mundo, incluíndo os Estados Unidos, com 7 segundos de atraso. É o resultado do episódio: mamoca da Janet Jackson.

- Filme de Animação: "The Incredibles" - Super merecido.

- Maquilhagem: "Lemony Snicket's..."

- Toda a nova "coregrafia" da cerimónia de entrega dos óscares está muito bem conseguida.

Ass: Gattaca

Madrugada Óscares # 2

- Hillary Swank estava super bem vestida (por Guy Laroche) e penteada..

- A Annette Bening está velha... Mas o vestido preto era bem bonito. Mas é bem bonito vê-la com o Warren Beaty

- A decoração da entrada do Kodac Theater estava fabulosa. Super luxuosa e requintada.

- A produção do canal ABC e o ritmo da emissão da entrada dos artistas é de ficar de boca aberta... Vários apresentadores, vários planos, várias entrevistas e tudo, tudo tudo...

- Renee Zellweger estava com um vestido vermelho que lhe ficava a matar... E morena...

- Laura Linney estava super pirosa. Parecia uma Celine Dion ou Lara Fabian. E eu que gosto tanto dela... Da Laura, leia-se.

- Leonardo Di Caprio está velho e gordo...

- Nota positiva para Gwyneth Paltrow, vestida por Stella McCartney.

- Deslumbrante estava Beyonce vestida por Versace.

- Natalie Portman, vestida por Lanvin, estava deslumbrante...

- Como seria de esperar Cate Blanchet estava LLLLLLLIIIIIIIIIIIINNNNNNNDDDDDDDDDAAAA

- Em certas categorias todos os nomeados estavam em palco, antes de ser anunciado o vencedor. Isto para ganharem tempo na cerimónia. Resultou.

Ass: Gattaca

PS - Melhor direcção artistica para "O Aviador". Foi o primeiro Óscar da noite.

domingo, 27 de fevereiro de 2005

Madrugada Óscares # 1

E já estou na rádio para trabalhar na emissão especial dos Óscares. Vai ser uma longa noite... E se quiserem ir sabendo algumas informações, podem sempre ir passado por aqui...

Sobre o fim-de-semana há muita coisa para contar, mas acho que vou deixar isso para outro dia. Talvez amanhã ou Terça.

E hoje é dia 27 de Fevereiro. Como o esperado o Oxy já apanhou o comboio para o Porto... Sinto-me vazio e algo "dormente". Parece que me puxaram o tapete debaixo dos pés. Só que também não vos queria incomodar muito com isto... Hoje não me apetece mesmo falar muito...

Ass: Gattaca

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2005

a louca correria...

Sai de casa às 8.30 da manhã... manca e a dormir.
Ainda a ressacar de ontem, quer da bebida quer da notícia de que a minha transferência para outro clube (não é outro blog...) estava suspensa.
Às 8.30 fui eu para o Saldanha, onde me tinham dito ao telefone que venderiam os bilhetes para os U2 a partir das 10.00.
Às 8.45 tomei café para ter moedas para o parquímetro.
Às 8.50 cruzei-me com uma mota conhecida.
Às 9.00 o parquímetro comeu-me 2 euros.
Às 9.01 deixei um papel no carro a dizer "a máquina comeu-me 2 euros"
Às 9.03 entrei no Atrium Saldanha.
(esperei)
Às 9.50 aparece uma menina com cara inocente dizendo... "não vendemos".
Às 9.58 estava nos Restauradores para ir à ABEP... a fila terminava à porta do Coliseu.
Às 10.00 tinha o meu pai a tentar comprar online. Uma hora depois estavam esgotados.
Às 10.10 estava no Colombo a ver a fila de gente que terminava na 2ª circular.
Enquanto isto ligava para a Plateia e para a FNAC (supostamente pode comprar-se por telefone).
Às 10.11 desisti e fui comprar o meu almoço. Preparámos, eu e o Mindtrap, a equipa de intervenção Multibanco, que devia começar às 14.00.
Fui trabalhar... às 11.00 (ainda por cima cheguei mais cedo)
(O Mindtrap conseguiu angariar mais pessoas do que eu... OBRIGADA A TODOS OS QUE PARTICIPARAM)
Às 13.55 juntei-me ao Multibanco, onde todos tentavam comprar os bilhetes... enquanto se esperava, as pessoas conversavam.
Às 14.05 falei com o meu pai, que dizia que estava tudo tonto a correr de Multibanco em Multibanco.
Ninguém conseguiu comprar... para variar a rede não aguentou.
Ninguém apurou quantos bilhetes estavam à venda no MB. Os representantes da promotora do espectáculo estão, naturalmente, incontactáveis.
Às 14.53 estou a terminar este post... cansada... com dores no joelho e de garganta... e na mesma com vontade de bater em alguém...

Beijos
Ziggy, manca, constipada e sem bilhetes para os U2 (que queria ver mais do que a Madonna)

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2005

JP Pitoc – O Regresso

Na passada terça-feira voltei a ver o meu Pitoc... ELE É LINDO LINDO!!! O moço aparece no último episódio da segunda série do “7 Palmos de Terra”. E sem puxar pelos músculos. O rapaz é mesmo bom actor e definitivamente tem uns olhos lindos...
Segundo informações do Efe, e depois de confirma-mos na Internet, descobrimos que o senhor vai aparecer em vários episódios da terceira série. Agora resta esperar que seja editada em DVD. ELE É LINDO!!!!

Ass: Gattaca

PS – Oxy, não fica com ciúmes. São campeonatos bem diferentes e eu tenho os pés bem assentes na terra.

Para a Tia...

Hoje por causa do seu aniversário fiz uma viagem ao passado e lembrei os vários momentos que passamos juntos.
É giro e ao mesmo tempo estranho relembrar essas horas... Nada foi muito convencional e nada fazia prever o desfecho que a nossa amizade teve.
Ainda me lembro das nossas noites loucas no Frágil, na companhia do Zeh. Ainda me lembro da noite de dia ??? de Novembro no Trumps. Ainda me lembro das suas várias idas a minha casa e daquele jantar muito especial feito com comida congelada. Lembro-me também nas nossas conversas mais e menos sérias. E curiosamente, o momento mais especial para mim, foi o jantar em sua casa da última vez que estive no Porto. Para nunca mais esquecer...

UM GRANDE BEIJO DE PARABÉNS PARA SI!!!


Ass: Gattaca

5 minutos pausa

Hoje ainda não parei.
A quinta-feira costuma ser o dia mais atarefado da semana... "atarefado" no sentido de que se tem de esperar pela lotaria popular!
Perguntam vocês "lotaria popular"?
Sim, "lotaria popular". É uma das minhas competências. Ditar para um telefone OITENTA E UM MIL QUATROCENTOS E CINQUENTA E CINCO (pausa) oito... um... quatro... cinco... cinco....
Quando se aproximam as 13 horas da tarde, eu já começo com nervos só de pensar que tenho isto para ir fazer.

Mas hoje não foi a típica quinta-feira. Além da minha "querida" Lotaria Popular, tive de me preocupar em arranjar um restaurante para a minha família jantar (somos três, nada de mais)...o meu pai não quer restaurantes gay (sorry lá amigos, graças a deus que crenças não são hereditárias) e a minha mãe quer uma coisa ultrarequintada (mas nenhuma sugestão serve e é sempre alvo de crítica).
Estou desde a manhã preocupada com o restaurante... ainda não consegui arranjar nenhum.

E ainda... véspera de comprar bilhetes para os U2. Que coisa. Tem sido uma confusão que ninguém se entende. Desde pessoas a achar que um camarote custava 107 euros (e dividido por 6 ou 8 pessoas era uma maravilha... right!) até me dar telefones de bilheteiras que não os vão vender.
Acho que vou recorrer ao Plano A, o meu prioritário, e ir para a fila na FNAC logo às 10 da manhã.

Enquanto o dia vai passando há algumas miudezas para fazer, mas nada de importante... certo é que estou com o coração aos pulos, os nervos em franja... e ainda vontade de esmurrar os queixos a alguém.
Preciso de 5 minutos de pausa!

Beijos
Ziggy

PS: lembrem-se que eu sou "um anjo"... não sou nenhum dos pecados!!!

quarta-feira, 23 de fevereiro de 2005

slow motion/speed play partes II

Já vos tinha contado que tinha de esperar mais 15 dias... não interessa a razão. O que aqui interessa é que eu tinha de esperar. E enquanto esperava alegremente, pensando "agora é que vai ser", caiu-me o mundo em cima. Ou melhor, a engrenagem da coisa entrou em pausa, embora a realidade em si própria continue a andar.
A contagem decrescente para os 15 dias terminou prematuramente porque a meta deixou de existir.
Perguntaram-me se eu estava revoltada? Estou!
Perguntaram-me se eu estava chocada? Estou!
Perguntaram-me se eu estava triste? Estou!
Perguntaram-me ... e agora? Não sei!
Perguntaram-me... há novas metas? Não sei!
Perguntaram-me... o que vais fazer? Nada!
Vou refilar, porque me está nas entranhas.
Vou refilar até que a voz me doa.
Vou refilar porque me fizeram acreditar numa coisa que não existia. Por tardar a dizer-mo. Por omitir. Por querer voar alto e depois não ter força para me levar nas asas.
E para mim é preferível ir enfrentando a realidade como ela é, do que ter de encarar tudo em 24 horas. Custa-me menos. E tomo muito menos comprimidos.
Para encarar a coisa em 24 horas, tenho de me encher de calmantes para não desatar à estalada, cometer algum crime de maior violência ou virar madalena arrependida.

Os dias vão andando, até agora, em slow motion. Daqui para a frente em speed play com todas as partes negativas em realce. Já sei como é.

Beijos
Ziggy

PS: Sim Gattaca, já sei o que me vais dizer... não digas... já sei!

E mais Clubes Amigos

Caros amigos e sócios,
Após mais uma atarefada reunião, os directores conseguiram manipular a agenda para aprovar mais Clubes afiliados ao Clube.
Então aqui ficam as referências aos novos membros dos Clubes Amigos que passam a partir de hoje a fazer parte do Clube (sem ordem definida):
1) vi-vidas
2) nuno markl
3) o critico de servico
4) xuac xuac
5) tudou-nada

Beijos e Abraços
Gattaca e Ziggy

terça-feira, 22 de fevereiro de 2005

Resumo...

Sei que tenho andado muito calado desde que saí da revista. A todos os sócios peço as minhas desculpas, mas garanto que tenho sentido a vossa falta. Muita! Tenho sentido a falta dos momentos que gastava aqui no blog. Como devem adivinhar os meus últimos dias têm sido tudo menos calmos. Tenho saudades de participar mais nas conversas aqui do Clube, de espreitar e deixar comentários nos blogs que costumo visitar. Foi uma rotina que perdi e que sinto falta. Só que sem computador e Internet em casa, a coisa fica super complicada.

Tenho imensa coisa para vos contar mas muito pouco tempo. Aqui na rádio estou cheio de trabalho e acho que no futuro ainda vou ter mais ainda... Foi-me feita uma proposta aqui na rádio, que implica nova mudança de horário, que não sei se vou aceitar ou não. Estou cheio de dúvidas em sem saber que decisão tomar. O prazo final é amanhã.

Desde que saí da revista tenho dedicado mais tempo ao ginásio. Finalmente consegui voltar a frequenta-lo durante a semana. Tem-me feito muito bem, embora ainda esteja meio desorientado com falta de horários para cumprir. Definitivamente sou uma pessoa que precisa de horários no dia-a-dia para aproveitar ao máximo os dias. Esta falta de horários faz com que cada vez mais esteja um desleixado com as minhas refeições. O lado positivo disso é que já emagreci perto de 3 quilos...

Descobri também que, definitivamente, preciso da noite e da música para estar equilibrado e conseguir enfrentar a tristeza e a cinzentes (será que esta palavra existe?) do dia-a-dia. Amei a noite de quinta-feira passada na 30ª edição da Retro Refresh Party e a minha noite de sábado passado. Sobre a noite de sábado ainda vou escrever um texto dedicado a essa noite mágica. Foi fabulosa a companhia do Oxy e de uma série de outros amigos que não via à algum tempo. Fabulosas também foram as substancias consumidas e bebidas. Só que o melhor sentimento de todos foi ter tido a “protecção” do Oxy. Não fiz figuras tristes ou alarmantes. Só que pela primeira vez na minha vida saí com o “meu namorado” ao ritmo a que eu estou habituado e sem ter de ouvir queixas ou más caras no dia seguinte. Obrigado Oxy, mesmo! Esta noite ficará para sempre gravada na minha memória!!!

De resto tenho ido muito ao cinema. Odiei o “Relatório Kinsey”, venerei o “Closer” e amei o “Vera Drake”. Tive também almoços com a Mipo, o Efe e o Oxy. A Ziggy deu-me na cabeça, mas tinha de ser....

Quanto às eleições do fim-de-semana passado, fiquei contente por ver que abstenção não atingiu os valores altos que esperava. Só não fiquei contente com o resultado final, mas também não me surpreendeu ou apanhou desprevenido. Só quero saber se dentro de 2 ou 3 anos as mesmas pessoas que andaram a comemorar os resultados vão estar tão contentes com estavam na noite de 20 de Fevereiro. Será que Portugal não tem noção que o país está numa crise sem precedentes? E que não vão ser estes os senhores capazes de nos salvar? É o Socrates que tem força política? Mas tal como sabemos, quando se fala de política as opiniões são muitas e diferentes.

No final desta semana e uns quantos dias, cheguei mesmo à conclusão que estou fartinho da hipocrisia e da maldade das pessoas. Já não tenho mesmo paciência para uma série de situações e falta de coragem de muito boa gente que por aí anda. Tudo isto a propósito de um comentário meu sobre uma ex-colega minha da revista escrito aqui no Clube. Não mudo em nada o que aqui escrevi, só nunca pensei que alguém fosse capaz de utilizar as minhas palavras para a magoar ou a virar contra mim. Como já diversas vezes aqui escrevi, costumo utilizar o Clube para os meus desabafos... Os meus. Não me escondo atrás das opiniões de outros. Nunca tive problemas em assumir as minhas ideias e o Clube nisso também me tem feito muito bem, já que me obrigou a enfrentar muitas situações de frente. As pessoas devem pensar que quando coloco aqui algum texto, não tenho a noção que fica “público” e acessível a qualquer olhar ou interpretação. Devem pensar que sou burro ou atrasado mental. O Clube é lido por muitas pessoas. E isso para mim é um sucesso.

De resto as minhas ideias confusas e ausência de planos para o futuro continuam na mesma.

Ass: Gattaca

PS1 – Espero a partir de hoje voltar a aparecer por aqui mais vezes e com mais frequência.

PS2 - O dia 27 de Fevereiro está quase à porta...

PS3 – Dia 5 de Março faço tensão de participar no “Baile dos Vampiros”!!!

PS4 – Desculpem a “seca”

U2

Os bilhetes estão à venda a partir de sexta-feira, dia 25 de Fevereiro.
Alguém me faz companhia? Vou comprar para o relvado (54 euros)!

Beijos
Ziggy

Conversas absurdas...

Já devia ter aberto este tópico há muito tempo. Afinal todas as conversas que eu ouço, no dia-a-dia laboral, são totalmente absurdas. Passo a partir de agora a adocicar os vossos dias com excertos de algumas coisas que ouço aqui. Não se preocupem que não vos deixarei de informar das conversas da directora, que são normalmente tão interessantes (NOT)!!!!!

O rapaz da amendoeira
Há já algum tempo que gostava de ter falado do rapaz da amendoeira. Chama-se Pedro. Trabalha a poucos metros de mim. Deve ser um dos mais engraçados da redacção, pelo menos deste lado da barricada.
Passa o dia a conversar com as colegas do lado, a conversar no MSN e pelo meio faz algumas notícias - sempre em Notepad e nunca no Word ou no sistema próprio da redacção (atitude em que tem todo o meu apoio porque tudo nestes computadores encrava) -, e a ir tomar café. É rápido a escrever. É o compincha de todas as estagiárias! Veste Timberland, Dockers, Massimo Dutti, calça sapatinho de vela. Anda sempre composto. Penteia o cabelo.
Cada segunda-feira, se a memória não me falha, fala de uma das coisas novas que comprou para a sua casa. A amendoeira foi o que me ficou na memória. Falou da sua amendoeira e de onde a tinha colocado, recebendo de imediato recomendações de todas as mulheres que trabalham à volta dele.
Eu simplesmente pensei “que raio de homem, de barba rija, vem para o trabalho falar de amendoeiras?”

O homem do corredor
Meses depois estava um outro dos poucos homens desta casa, mais velho que o rapaz da amendoeira e muito mais feio e veste sempre uma camisola de gola alta por baixo de uma camisa com a fralda de fora, por trás do meu ecrã a fumar um cigarro no corredor da redacção. Caso ele não tenha percebido este corredor liga duas partes da redacção, fazendo com que o fumo circule dentro dela e não fora… por isso é como se fumasse cá dentro. Adora particularmente vir deitar a cinza no meu caixote. Tenho sempre a olhar de esguelha por cima do ombro.
Bem, continuando (e por acaso aí vai ele a passar), encostado a uma das paredes desse corredor contemplava a redacção. E de repente começou a falar comigo sem se aperceber que eu tenho os headphones nos ouvidos. Começou a esbracejar e retirei um dos phones. Estava a contar o número de homens que trabalham no nosso lado da redacção.
Conta 1…2…3.
Passou o rapaz da amendoeira.
“Mas este não conta?”, perguntei eu.
“Este ainda não sabemos muito bem o que é que ele é!”, respondeu ele, desenrolando a conversa em seguida para os contornos do novo mundo do jornalismo, dominado pelas mulheres.
Foi uma pena que o rapaz da amendoeira não tivesse ouvido o comentário. Podia ter alguma reacção que permitisse descobrir a sua orientação sexual. Eu acho que ele é gay.


Beijos
Ziggy

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2005

Mais uma vez... verde!

Porque é que toda a gente decidiu sair de casa hoje vestida de verde?
Não sei como estão os vossos locais de trabalho, mas o meu está verde.
Os socialistas vieram de cor-de-rosa. Os comunistas e bloquistas vieram de vermelho. Mas a cor predominante é o verde. Será dor de corno? Será que é porque esta é uma casa semi-pública e verde é a cor da esperança?
Por acaso eu também estou de verde... pensei que era uma cor menos tendenciosa e afinal sempre é a cor da esperança (que eu já não tenho).

Beijos
Ziggy

Mais um link!

Ora caros sócios e amigos,
O clube vai crescendo e ganhando novos sócios. Mr. Wanna B juntou-se também ao clube e desde já recomendamos uma visita ao seu blog wanna b que constará a partir de agora nos Clube Amigos!
Boa sorte nas nossas sessões Wanna B e bem vindo ao Clube.

Beijos e Abraços
Gattaca e Ziggy

Maiorias absolutas

Estou irritada hoje. Estou podre. Doi-me tudo, incluindo as pestanas. Saí desta cadeira já à uma da manhã... e às 11.30 de hoje já aqui estava. Passei o domingo entre maços de cigarros de gente horrorosa e uma mulher, que se diz directora desta merda, a cacarejar toda a noite. Houve uma certa altura que tive um impulso para lhe dar uma bela murraça na cara, porque estava muito perto de mim a comentar a falta de cuidados cosméticos do nosso futuro primeiro-ministro. A malta estava a trabalhar e não a brincar. Queriamos lá saber o que é que ela pensa da falta de base na cara do homem.
O acumular dos nervos provocou-me aquele estado de sensação de ter apanhado um choque de 220v.
Demorei 10 minutos a chegar a casa. Não encontrei quase carros pelo caminho. Depois o pesadelo do estacionamento. Deixei o carro tão longe que dava para apanhar um táxi para chegar a casa e ainda pagar 4 euros.
Subi a custo os três andares e não queria acreditar que estava a ver a minha cama.
Não havia nada para comer em casa senão uma pizza queimada e gelatina. Tentei a pizza... não consegui. Comi a gelatina.
Passei a noite a ter pesadelos.
Não dormi nada de jeito.
Por isso estou irritada hoje. Os olhos mal se aguentam.
O sono em mim ganha em absoluta maioria sem qualquer abstenção. Até os neurónios semi-mortos votaram para eu ter sono.

Regresso à minha cadeira... e a gaja que se senta ao meu lado teima que lhe mudei o tamanho da letra do computador. Estive lá sentada um bom bocado da noite. Normalmente embirra que eu lhe estraguei a impressora. Agora é o tamanho da letra.
Aqui reina a maioria absoluta da estupidez.
Eu acho que não falta muito para que eu parta mesmo a tromba a alguém.

GRRRRR

Beijos
Ziggy

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2005

Ziggy is a popstar... STILL with a wounded knee

Pois é amigos. Still. Ainda.
Fui ter com o meu querido e amado doutor do joelho!
Nhec Nhec Nhec... isto é ele a mexer no joelho...
Nhec Nhec Nhec...
"Pois é! Isto ainda está na mesma! Se não melhorar em mais 6 semanas... vamos jogar matrecos", disse ele!
Matrecos? Vamos jogar matrecos com o meu joelho?!
OK!
"Fique com o meu joelho cá para observação! Eu deixo!", disse eu!
"Está em saldo?", perguntou o médico!
"Estamos na época né?", disse eu!
Do fundo da falta da minha paciência - que se esgotou com todos os outros assuntos da minha vida - disse-lhe:
"Olhe faça o que quiser. Lamento. Eu tenho feito os possíveis."
"Eu sei, eu sei", disse ele misericordioso.

Nos 10 minutos, por 80 euros, que passei com o senhor olhei para o cartão que trazia na bata de médico.
Que horror! Ia morrendo de susto com a fotografia. Parecia um refugiado afegão com a barba por fazer há mais de um mês... com muito cabelo. O verdadeiro horror. As minhas fantasias desfizeram-se. Mas ele não está igual às fotos. Ele está giro. Se bem que já mudava as camisas que têm os punhos comidos das lavagens. Ele que não pense que os botões de punho distraem da camisa.

(hoje eu estava com mau feitio)

Passou-me o atestado para o ginásio e mandou-me ir pedalar com o selim bem em baixo.
"Claro, senão não chego com os pés aos pedais", disse eu!

Convidou-me de novo para a convenção de fitness, mas como se o tivesse a fazer pela primeira vez.
"Já me tinha dito, aliás, convidou-me, lembra-se?", disse eu.
"Ah, pois foi!", disse ele. "Agora vou dar uns cursos de traumatologia aos instructores de BTS", acrescentou... e eu a pensar cá para mim... olha mais um exibicionista.

E assim sai, coxa na mesma, depois dos "nhec nhec", com os furinhos no horizonte. Mais seis semanas para aguardar.

Beijos
Ziggy

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2005

Piadinha do dia # 11

"Num circo, durante a apresentação, um leão escapou da jaula e foi para cima do público. As pessoas começaram a correr de um lado para o outro, enquanto um aleijadinho, numa cadeira de rodas, se esforçava para sair dali. Alguns, ao verem o pobre deficiente, gritavam para que alguém o acudisse:

- Olha o aleijado!!! Olha o aleijado!!

E o aleijado girava cada vez mais rapidamente na sua cadeira.

- Olha o aleijado!!! Olha o aleijado!!!

E o aleijado, sem aguentar, gritou:

- VÃO SE TODOS FODER, SEUS FILHOS DA PUTA!!! DEIXEM O LEÃO ESCOLHER SÓZINHO, PORRA!!!"

Ass: Gattaca

Entornei...

... um danacol por mim abaixo. Porra logo hoje que vou ter com o "nosso amigo médico", lembram-se dele? Aquele giro? Esqueci-me das lentes em casa, tenho de ir em versão "caixa d'óculos".
Oh pá, não é justo. Com esta sorte nem com a ajuda de várias categorias de divindades alguma vez conquisto a atenção do homem!

Beijos
Ziggy, danacolada de morango

Novo link!

Amigos e sócios,
Hoje acrescentámos um novo link à nossa lista de Clubes Amigos. O autor é o nosso mais recente membro Kenjinsan, que tem andando a espreitar o clube!
Interessante a sua experiência com a electricidade estática... mal de que eu sofro todos os dias!

Abraços e Beijos
Gattaca e Ziggy

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2005

Estou bloqueado

Não sei que se passa comigo. Ando sem inspiração para escrever... Até tenho assuntos para textos, mas quando tento escrever alguma coisa não me saí nada de jeito. Acontecimentos para relatar não me têm faltado. Desde as minhas idas ao ginásio (que felizmente se tornaram mais regulares), passando pela festa da mensagem. Tenho tido também vários pensamentos que quero partilhar. Gostava também de vos fazer o meu relato da festa de sábado. Mas nada... Zero... Nada me saí... Espero que isto me passe depressa...

Ass: Gattaca

Namorar...

"Namorar, hoje em dia, só quer mesmo dizer disponibilizar tempo e atenção. Num mundo em que o tempo é um bem precioso e de primeira necessidade e a atenção só parece exercer-se tão flutuante e escorregadia que nos perguntamos constantemente se alguém nos escuta, é bom, definitivamente óptimo, experimentar momentos de proximidade e partilha de entendimento e plenitude."

Isabel Leal, in Noticias Magazine - 13/02/2005

Ass: Gattaca

Nirvana ou quase

Image Hosted by ImageShack.usOntem fiz a minha primeira massagem Shiatsu… eu digo primeira porque com certeza será a primeira de muitas. Amigos e sócios, tenho a dizer-vos que é o céu na Terra, o paraíso para quem tinha acabado de sair de um inferno.

A princípio é muito estranha a relação que se estabelece com a pessoa que nos está a amassar o corpo. A pouco e pouco conquista-se alguma confiança e deixamo-nos ir.

Tentem deixar um braço morto, leve, sem tensão… impossível. Eu saio deste inferno como se tivesse sido electrocutada, além de toda uma camada de vibrações negativas que se acumulam.

Durante uma hora e meia esqueci-me das tensões, dos males do mundo e da vida, estando apenas a viver para mim naquele momento. Primeiro estava a pensar em mil coisas, a pouco e pouco fui-me esquecendo da realidade.

Eu, a stressada, raramente consigo compreender a calma e harmonia da voz de alguém ligado a estas tradições. Vivem a pairar. Eu gostava de ser assim. Mas quando estou quase a chegar lá, tropeço e estatelo-me.

Reconheçam que não é fácil pairar quando ao nosso lado alguém diz que “brócolos fazem-me gases” ou “eu conheço todas as letras do compêndio”…

Vou tentar pairar, pelo menos hoje, para compensar os 40 euros que paguei pela hora e meia. Todos os cêntimos valeram a pena.
Recomendo vivamente!

Trouxe um sugestão:
De uma em uma hora, para descomprimir, espreguicem-se... vai ser bonito.

Outra sugestão:
Shiatsu só para quem não tem toneladas de complexos com o corpo... caso contrário não vale a pena gastar o dinheiro... porque vão massajar da cabeça aos pés!

Beijos
Ziggy

terça-feira, 15 de fevereiro de 2005

Os amigos

Os meus últimos dias têm sido um verdadeiro caos. E não me estou a queixar! Só que estou algo desorientado e com muito medo. Curiosamente tenho enfrentado todos estes novos momentos com muita calma, ou pelo menos, com alguma calma que não me era característica.

Acho que devo isso aos meus amigos. Nunca na vida me senti tão apaparicado e protegido. E a todos os meus amigos e pessoas que se preocupam comigo o devo. Posso ter cometido muitos erros na vida e estar completamente perdido no rumo a seguir, mas uma coisa sei: tenho grandes amigos. E todos divididos entre Lisboa e Porto!!! Também não me posso esquecer do meu amigo de Albacete e do G. em Londres!!!

E têm sido todos eles que me têm dado força para aguentar tudo isto. É bom saber, numa fase em que estou a colocar imensas questões a mim próprio, que afinal até tenho alguma validade enquanto pessoa....

Obrigado Ziggy
Obrigado Tia
Obrigado Je_Bois
Obrigado Xlr8
Obrigado Efe
Obrigado Gazuza
Obrigado Zoick
Obrigado Joanita
Obrigado Mr.D
Obrigado Lagartixa
Obrigado Juha
Obrigado Minoutar
Obrigado Mãe
Obrigado Manas
Obrigado Gabriel
Obrigado S.L
Obrigado Nuno M.
Obrigado Mindtrap
Obrigado JP
Obrigado Crispim
Obrigado Mipo

E obrigado Oxy


Ass: Gattaca

PS1 – Acho que vou ter de parar com tanto agradecimentos. Começo a ficar muito parolo e não gosto. Só que não tenho melhor palavra para dizer o que sinto por vocês todos...

PS2 – Para não ferir susceptibilidades, a ordens dos agradecimentos é aliatória. E se me esqueci de alguém agora, não quer dizer que esteja esquecido na minha vida!!

“Fully Connected”

“Push down
gently
but firmly
until the body is fully connected

by touching
a grounded metal surface
firmly
until the body is fully connected

discharge any static electricity
that may be on your clothes
or body
until the body is fully connected

such as a power supply case.
Inside your...
until the body is fully connected”

By Micro Audio Waves

Esta é para mim uma das melhores canções do momento e ainda para mais é de um projecto nacional. Os moços chamam-se Micro Audio Waves. Como pode reparar pela letra, toda a música cheira a sexo, luxúria, desejo e pecado... Quando a ouço só penso em... Sério!!! Se não conhecem, não sabem o que perdem.

Recebi agora mesmo o álbum, emprestado por um colega meu da rádio. Vai ser o delírio nos próximos dias. Só espero que o disco não seja uma desilusão.

Ass: Gattaca

PS – As minhas mais sinceras desculpas por nunca mais ter escrito nada de jeito aqui no blog. Mas tenho estado cheio de work aqui na rádio e o acesso ao computador é escasso. Estou a tentar lembrar-me de uma forma de arranjar onde escrever durante o dia. É que acho que já não sei escrever sem ser no computador...Prometo resolver esta situação rapidamente.

Piadinha do dia # 10

“No aeroporto de Lisboa:


Alfandegário - Nome?

Estrangeiro - Abu Dalah Sarafi...

Alfandegário - Sexo?

Estrangeiro - 4 vezes por semana...

Alfandegário - Não... não, não... Homem ou mulher?

Estrangeiro - Homem, mulher... às vezes um ou outro camelo!!!”

Ass: Gattaca

A little special...

Dedico esta música ao Gattaca e ao Oxy... aos dois!

The Blower's Daughter, Damien Rice (*)

And so it is
Just like you said it would be
Life goes easy on me
Most of the time
And so it is
The shorter story
No love, no glory
No hero in her sky

I can't take my eyes off of you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off of you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes...

And so it is
Just like you said it should be
We'll both forget the breeze
Most of the time
And so it is
The colder water
The blower's daughter
The pupil in denial

I can't take my eyes off of you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off of you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes off you
I can't take my eyes...

Did I say that I loathe you?
Did I say that I want to
Leave it all behind?

I can't take my mind off of you
I can't take my mind off you
I can't take my mind off of you
I can't take my mind off you
I can't take my mind off you
I can't take my mind...
My mind...my mind...
'Til I find somebody new

(*)Também podem reconhecer esta música da banda sonora do filme "Closer".

Beijos
Ziggy

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2005

"Coulda Woulda Shoulda"

Para o Oxy

“Did you ever fall in love
At the right time or place
Does it always have to move
At its own kinda pace

When you're driving on cruise control.
Coming up a bumpy ride
And your heart is back in shape
Then it hits you with no chance to hide

But don't you miss out on the way
Don't find a reason to say

Coulda Woulda Shoulda
But I didn't do that
(You gotta) Give it a shot
Better believe
And don't say you...

Coulda Woulda Shoulda
(But I didn't do that)
Just throw in everything you've got
Coz in love there's no holding back

Tell me that you played it safe
Coz you're afraid to hurt your neck
On the rollercoaster train,
Never knowing what you get

You think you wanna be cynical,
Wanna date the best in me
Giving up the greatest trash,
Who knows what it turns out to be

Don't you miss out on the way
Don't find a reason to say

It's meant to be,
But don't think about it
Let love run free,
Coz you're on your way

Follow your heart where it's calling on you,
Don't you say...”

Nem tenho coragem de dizer de quem é esta música, mas posso dizer que também tenho o meu lado piroso e lamechas. Mesmo!! Posso apenas dizer que esta senhora berra que se farta, mas infelizmente continuo a gostar de algumas música delas. Também ninguém pode ser perfeito, não é?
Quanto ao Oxy... Gajo, é mesmo aproveitar os dias que nos faltam... Mais que isto não posso dizer, nem sei se seria boa ideia... Sei que gosto de ti e dos momentos que temos passados juntos.
E quanto a esta música eu próprio deveria acreditar mais na expressão ""Coulda Woulda Shoulda"...

Ass: Gattaca

O jantar dos... "semi-encalhados"?

Juntámo-nos no sábado com o Space Cake. Este jantar veio adiado desde o ano passado. A confusão começou no "vai, não vai", "quem vai, quem não vai", "a que horas", "o que é preciso levar"... terminando em "porque raio ele não nos abre a porta".



Assim nos sentámos no hall de entrada, à porta da casa, depois de alguém nos ter aberto a porta, porque tocou para outro andar. Pendurámos os morangos na maçaneta da porta e ali ficámos à espera que Space Cake se dignasse a abrir-nos a porta... Estava no banho.

Entrámos e começou o baile na cozinha.
As morangoskas e a comida mexicana (óptima para manter os níveis saudáveis do meu colesterol estragado... lixei-me para os números e comi!)

Primeiro vestimo-nos a rigor:


Depois começámos a cozinhar:


Sentámo-nos à mesa com a terceira rodada de morangoskas e com um segundo brinde:


E a noite terminou com "TUDO A ANDAR À RODA":


Saímos quando o álcool já se tinha espalhado por todo o corpo. Arrumámos o Kit Festa, limpámos a cozinha... e aí fomos nós para casinha.

Beijos
Ziggy

PS: Foi muito gira esta noite. Eramos só quatro, mas correu muito bem!

bom dia dos... encalhados

porque somos amigos...
...era só para desejar um bom dia a todos. uma óptima semana. e um resto de mês feliz... e porque não um resto de grande ano a todos?

Beijos
Ziggy

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2005

“Driving you Slow”

"Finally, someone that cares for you. And… I dress my songs because I care for you… I’ll take my time driving you slow. I’m still driving out cause I care for you, and then, someone loves you. I don’t care for you, and I… I will get my life, because I will be your life. And there were so many times that I cared for you, but then, I found that girl that could smile for you. And I start to build something - I don’t care - you said… Why should I care? I said - I will get my love because I will be your love. Don’t look back and I will build my world, I will sing my songs
I will keep my helmet on. And you can ruin my world, or ruin my songs; I will keep my helmet on."

Ass: Gattaca

Part-Time procura-se!

Bem... Isto só é algo dramático porque me apanhou algo desprevenido e sem grandes reservas monetárias. Mas até pode ser que seja por um bom motivo. Não sou grande apologista de frases como “quando se fecha uma porta abra-se uma janela”, mas também não quero ser derrotista. Só estou com medo do futuro... Muito mesmo...

Hoje fui despedido da revista. Apresentados 3 motivos: falta de interesse da minha parte, corte de orçamento e fecho do site. Podia-vos falar deles todos, mas não me apetece nem acho que seja necessário. O director tem alguma razão assim como eu. Só que a questão nem passa por aí...

Hum... Neste momento não me apetece escrever muito mais. Não levem a mal, mas uma notícia destas nunca deixa o pessoal bem disposto. Eu sei que tenho a rádio e blá blá blá. Mas mesmo assim...

O que mais me lixa é que vou perder o contacto com algumas pessoas, principalmente com o Pedro Efe. Gajo!!! Obrigado pelas conversas surreais que tivemos. E obrigado pelos ouvidos e pelo ombro!!! De qualquer forma havemos de arranjar uma maneira de manter-mos em contacto!

E a minha participação aqui no blog vai diminuir. Sem computador em casa isso vai acontecer. Na rádio o tempo nem sempre é tanto quanto isso. Mas vá pensamento positivo!!!

E se souberem de alguma coisa!!! Tenho curriculum actualizado!


Ass: Gattaca

PS – E assim termina um ciclo de 2 anos e meio. Entrei aqui com 27 anos e saio com 30. É estranho... Muito...

PS2 – Este vai ser o último texto escrito na revista e colocado aqui na revista!!

PS3 - Odeio ser sentimentalista... Odeio mesmo...

Colesterol...

Descobri que tenho o colesterol elevado... além da média normal.
Tenho colesterol no mesmo nível da minha mãe! Eu que não como praticamente nada e que não embucho comidas portuguesas nem estrangeiras pesadas.

Como alguns gelados de nata e uns bolos de morango e os petit gatoux... mas não muito mais e só ao fim de semana.

Não almoço durante a semana, porque o bar é miserável (onde se come panados e arroz de de cebola com fanicos de pato), como pão integral e às vezes uma sopinha só para meter legumes no sistema sem que a boca se aperceba, porque me sabem muito mal.
Hoje o meu farnel de pobre enferma do colesterol: queijo fresco, fruta, 2 danacol de morango, bolachas integrais. Comprei uns rebuçados de morango só para me alegrar o dia.

Quem ouvisse o meu psicotrópico comentar as minhas análises, que em tudo o resto são 5 estrelas à parte do colesterol, pensava que das minhas ementas diárias constanvam "mão de vaca com grão" ou "cozido à portuguesa redobrado de enchidos".
"Não coma banha", disse ele.
Banha? Banha? Que horror, isso é horrível, sabe tão mal. Eu nem o bacon mastigo.

Realmente, isto há coisas do camandrio.

Beijos
Ziggy

PS: Dr. Gazuza vou bater-lhe por causa das suas receitas de quiches!
PS2: amigos, o director Gattaca hoje não está "espiritualmente" bem disposto. não está com a telha. mas acho que ele precisa do vosso apoio.
Se não se importam, ignoram o meu colesterol e os triglicéridos e utilizam o espaço abaixo para o animar!

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2005

speed play

quando a realidade retoma a sua velocidade normal, tudo acontece mais depressa para conseguir apanhar todos os segundos que se viveu em slow motion. E "BUM" caiu-me tudo em cima.

a espera ainda vai durar, pelo menos, mais 15 dias...
que é que posso eu fazer, senão esperar? mais uma vez esperar.

Vou arranjar as unhas outra vez...

Beijos
Ziggy

Slow motion

Hoje o dia está a passar em slow motion. Os segundos transformam-se em minutos, os minutos em horas, as horas em dias... e por aí fora.
É verdade que o "tempo voa" quando nos estamos a divertir. Mas quando esperamos qualquer coisa, com ou sem certezas do resultado, tudo demora muito mais.
Um longo caminho de meses ficou para trás. A espera é agora de horas ou dias, mas suponho que já está no fim. Mesmo assim estou "cá cum" nervoso miudinho.

Beijos
Ziggy

“Run”

Esta música dos Air é das coisas mais bonitas e perfeitas que alguma vez ouvi na vida. É simplesmente deslumbrante e com as emoções tão expostas. Como não tenho os conhecimentos da Ziggy, não sei colocar aqui a música, por isso mostro apenas a letra para vos abrir o apetite. Mas “Run” é um daqueles casos que só mesmo ouvido se percebe e exemplo de que a música electrónica pode ser perfeitamente humanizada. Tentem “sacar” da Net ou pedir emprestado o CD a alguém. São minutos maravilhosos que não queremos que acabem.

“Holy girl
Don't get up
For running

Stay with me
I feel sad
When you run

Sands of time
Are lying
On my chest

Stay in bed
I feel sad
When you run

Stay like this
On the hills
Of my chest

Don't wake up
I feel strange
When you go

Stop the night
Hold me tight
Holy girl

Don't stand up
I feel strange
When you go”

Ass: Gattaca

PS – Passadas 12 horas, sessão com a psicóloga, dormir agarrado ao Oxy, conversa com o Efe, ter visto o Céu e pessoas na rua, a telha passou. Apenas ficaram uns sentimentos mais complicados de gerir e uma sensação de impotência perante tanta coisa...

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2005

A Telha

Estou com uma telha do tamanho do mundo... Só me apetece desaparecer... O dia de hoje teve informação a mais. Muita mesmo. E eu com pouca paciência para uma série de situações!

Na revista o ambiente está uma merda. A editora adjunta só se queixa. Sério. Não tenho de suportar os problemas dos outros. Se eu não me queixo porque tenho de passar a vida a ouvir as merdas dos outros? Para mais nem ela sabe o que é falta de dinheiro porque a mãe lhe paga a puta da casa!!!!! Estas situações revoltam-me. Tudo bem que todos devíamos ganhar mais, mas então não se queixem! Depois vai comprar garrafas de champanhe de 25 euros. Não faz sentido...
Na revista o dinheiro cada vez é menos e por isso o director decidiu cortar despesas e contratar cada vez menos colaboradores. Assim somos 3 pessoas que temos de escrever a revista toda. Estou farto daquele buraco sem janela. O meu interesse por aquilo é nulo... Zero. Não tenho qualquer motivação, nem me acho um gajo que escreva qualquer coisa de jeito. Hoje pensei muito seriamente em deixar a revista. Definitivamente. Despedir-me. Acabar com aquilo.

Chego à rádio e o ambiente está super pesado e carregado de más energias. Todos reclamam, todos se queixam, todos fumam num local onde não abre uma única janela, estão todos doentes... São colegas egoístas que só pensam neles próprios e nos seus problemas e músicas. Só me apetecia fugir.
Depois computador para trabalhar só há perto das 20h!! Só podem estar a brincar!!! Tenho de andar a pedir aos meus colegas para me deixarem espreitar as notícias e afins!!! Para juntar a tudo isto, odeio o meu horário laboral aqui na rádio... Odeio ficar a trabalhar de noite... Só me mantenho pelas horas nocturnas. Só que se pedir para alterar perco cerca de 40 contos no ordenado.

E aqui está o grande problema: o ordenado da revista dá-me jeito porque me paga a renda da casa. Se deixar a revista fico com a corda no pescoço. Só que deixando este emprego fico apenas com a rádio onde só entro às 17h. E odeio começar a trabalhar quando todas as pessoas estão a ir para casa. Sempre podia tentar alterar o meu horário na rádio e passar para mais cedo, só que assim para além do ordenado na rádio ainda perdia uma série de euros das horas nocturnas. Fazendo contas por alto seria qualquer coisa como 150 contos a menos no ordenado total.

Odeio isto. Odeio chegar aos 30 anos e continuar a fazer contas e não ver qualquer luz ao fundo do túnel. Odeio não saber o que fazer... Que faço com 170 contos que é o meu ordenado base na rádio??? Passados 10 anos de rádio é isto que ganho... Voltar para casa dos pais???? Dividir casa com alguém??? Porque é tudo tão preto? Porque não sei para onde me virar? Porque não consigo agir? Porque sou tão indeciso?? Porque não consigo fazer nada...

No meio disto tudo eu e o Oxy voltámos a ter uma conversa séria sobre a nossa situação. Só veio piorar o meu estado de espírito. O futuro não parece risonho. Nada mesmo... Porque não é ele de Lisboa ou eu do Porto? Porque nos havíamos de ter cruzado e entendido até ao momento? Porque não tem ele qualquer defeito daqueles que me faz fugir? Porque saio eu à meia-noite da rádio e nem consego estar com ele antes da 01h? Porque é tudo tão difícil????

SOCORRO!!!! Só me apetece chorar...

Estou tão farto disto tudo...

Ass: Gattaca

PS - E no meio disto tudo o que me deixa realmente fodido comigo próprio é não fazer nada de nada. É saber apontar os erros e ver onde estão os problemas e depois não tomar qualquer decisão ou atitude que realmente mude as coisas... E volto a repetir os mesmo erros que dizia que ia tentar não cometer. Só que não estou a conseguir. E no meio tudo disto a grande revolta é comigo. Não com o mundo. Quem está errado sou eu, só pode!

Conversas de coelheira parte II

Image Hosted by ImageShack.us
Dentinho afiado comeu o transformador do meu DVD... humpf!

Beijos
Ziggy

Always on My Mind

Hoje esta música (na versão Pet Shop Boys) tem estado em loop no meu leitor de CD...

“Always on my Mind”

“Maybe I didn’t treat you quite as good as I should
Maybe I didn’t love you quite as often as I could
Little things I should’ve said and done, I never took the time
You were always on my mind
You were always on my mind

Maybe I didn’t hold you all those lonely, lonely times
And I guess I never told you, I’m so happy that you’re mine
If I made you feel second best, I’m so sorry, I was blind
You were always on my mind
You were always on my mind

Tell me, tell me that your sweet love hasn’t died
Give me one more chance to keep you satisfied
Satisfied

Little things I should’ve said and done, I never took the time
You were always on my mind
You were always on my mind

Tell me, tell me that your sweet love hasn’t died
Give me one more chance to keep you satisfied

You were always on my mind
You were always on my mind
You were always on my mind
You were always on my mind
You were always on my mind
You were always on my mind

(maybe I didn’t love you...)”


Acho que sei qual o motivo. Mas também pode ser que não seja apenas esse. No fundo no fundo, é uma canção da qual gosto muito. Dá-me vontade de dançar, de chorar, de rir, de me lembrar das coisas boas do passado, das minhas viagens a Londres, do Black, dos meus amigos, das jantaradas, dos bons momentos que já vivi e de tantas outras coisas... É a minha veia de saudosista

E por tudo isto lembrei-me de incluir aqui as fotos que nunca mostrei do concerto dos Pet Shop Boys o ano passado em Alcochete. Foi sem dúvida uma noite para recordar para sempre...

Não estão grande coisa, mas assim também ajudam à magia! E para além disso devem ter sido tiradas com o telemóvel!!!





Ass: Gattaca

c'us olhos em bico

Acabei de receber o seguinte mail:

Image Hosted by ImageShack.us

Giro né?

Beijos
Ziggy

Ziggy deseja

Kung Hei Fat Choi
(Bom ano novo lunar)

Beijos
Ziggy

segunda-feira, 7 de fevereiro de 2005

Pensamentos, Dúvidas e Comentários # 7

- Odeio quando quero lembrar-me de um sitio diferente para ir almoçar ou jantar e nunca me lembrar de nenhum. Pior é quando passadas algumas horas ou mesmo alguns dias acabar por me lembrar de algum. Foi o que aconteceu este fim-de-semana. Porque raio fui eu para ao Meco (o que já tinha saudades) quando podia ter ido Psi? Ou ao Oriente?

Ass: Gattaca

E assim aconteceu... # 2

E eis que acaba mais um atarefado fim-de-semana. Infelizmente não pertenço ao grupo de sortudos que só volta a trabalhar na quarta-feira. É o que dá em ter empregos giros e modernos. Pois que trabalho hoje e amanhã. Vivam os feriados! VIVAM!!!

Quanto ao fim-de-semana foi dos mais concorridos e movimentados que tive nos últimos tempos. E estou a falar sério. Como sabem na semana passada os meus horários estavam trocados e por fiquei despachado às 20h.

Perto das 19h de sexta, ficou marcado um jantar em minha casa, feito pelo meu ex-NC. Ia eu, o Oxy, o NC e o Ger. Jantar muito divertido, com música, frio, cigarros franceses, conversa, massa e vinho. Não sei que se anda a passar comigo, mas ultimamente cada vez que fumo um cigarrito fico com “morte cerebral”. Sério, aterro por completo e não é habitual. Serão os 30???

No dia seguinte a agenda esteve completamente cheia. O dia começou com uma ida ao ginásio com o Oxy a uma aula de Body Attack. Lá estiveram o Dudu e respectivamente pandilha. Esta foi a primeira aula de Attack do Oxy. Ainda andei armado em professor e a corrigir a postura dele. Isto quando não era eu próprio a ir para a esquerda quando todos iam para a direita.

Depois da aula, a tão esperada almoçarada... Onde vamos? Onde vamos? Acabamos por ir ao local do costume: Spazio. A esta altura já a Ziggy se tinha juntado a nós. Mas antes do almoço ainda fui buscar um amigo do Oxy à estação. Portanto saída do ginásio (Defensor de Chaves) às 13h45, amigo H. na estação (Santa Apolónia) às 14h30 e às 14h45 restaurante (Campo Pequeno)!!

Quando o almoço acabou, e já pensávamos no lanche onde íamos conhecer o Efe, e o íamos apresentar à Tia Loura. Eu bem tentei que esse encontro fosse num local simpático como uma esplanada, mas a Ziggy estava bastante renitente a essa ideia. Por isso onde acabamos nós??? Onde??? No Saldanha Residence. Coisa boa não é? O lanche estava marcado para as 17h30, mas às 17h já lá estamos os 4 (eu, Oxy, Ziggy e H.). Ao longo da tarde juntaram-se a nós o Dudu, Zzztt e mais tarde o Efe e a Tia (que nesse dia tinha chegado do Porto).

Gostei bastante de conhecer o Efe. Mesmo. Mas sobre isso escrevo outro dia. O lanche foi bem simpático e mal demos pelo tempo passar. Perto das 20h fomos embora.

Deixem-me fazer aqui uma pequena explicação: durante todo este tempo estive sempre a comer. É que não parei: pão, manteiga, hambúrguer, salada de frutas, sumos, água, bolo de chantilli com morangos... Toda uma panóplia de comida.

Para a noite tinha jantar marcado com a Mipo e depois saída com o Xlr8. A ideia era acabar a noite no Lux, mas não consegui. Amochei por completo no Fluid. Lá está: mais 2 cigarros franceses e fiquei de rastos.

FINALMENTE DOMINGO!

Ginásio com o Oxy novamente, desta vez para Combat. Nova estreia de Oxy. Desta vez não consegui dar-lhe tanta atenção, porque a coisa é mais complicada. Depois da aula, almoço com o H. Onde vamos? Onde vamos? Meco!

Ponte 25 de Abril, auto-estrada, estrada para Sesimbra, cruzamento e mata até ao Meco. O tempo até ajudou porque enquanto estivemos na esplanada tivemos sempre sol!! Casco de sapateira, dois jarros de sangria, camarões à guilho, morcela frita, muito pão, salada rico e 3 cafés constaram na conta final.

Feitos espertos decidimos ir à praia. Pois que lá estivemos no máximo 10 minutos. FRIO!!! MUITO FRIO!!! Volta para Lisboa!

Ás 20h30 a Tia ia a minha casa para jantar. Como não sou tão prendado como a Tia, tive de sugerir um jantar no Bairro. Felizmente (e amorosa como sempre) a Tia aceitou. Depois de andarmos 15 minutos perdidos no Bairro à procura do “Cantinho do Bem Estar” e quando o finalmente encontramos estava excepcionalmente fechado. Mais uma vez a Tia foi a salvadora já que nos levou ao Alfaia. E que bom que foi o jantar: boa comida, soberba companhia, bom vinho, conversa animada e um moçito muito jeitoso a servir-nos. O empregado fez as delícias do H. e da Tia.

Perto das 24h estávamos a caminho do 106 para a minha primeira festa da mensagem! Isso mesmo. Esperei até aos 30 para ir a uma festa da mensagem e para entrar no 106. LOLOL. O caos que aquilo estava! Cheio cheio cheio cheio. Ninguém conseguia ver nada, ou mexer-se. A música era um CD de música de carnaval brasileira, com direito a pausas entre as faixas e tudo. As pessoas eram feias. Sorte foi o grupo onde estava que começou a avacalhar com o esquema e a enviar mensagens uns para os outros. VIVA O VODKA TÓNICO!

Perto das 02 viemos embora porque aqui o moço tinha de trabalhar no dia seguinte.

E no final de tudo isto, um grande, mas mesmo grande, brinde aos amigos...

Ass: Gattaca


PS1 – Parabéns Pedro Efe. Agora também já pertences ao clube bos 30!! Pois é... Isto não pára...

PS2 – Tia, mais uma vez fico sem palavras... É tão bom estar consigo.

PS3 – Oxy, obrigado...

PS4 – XLR8, desculpa o sono de sábado à noite. E desculpa ter-te expulso do carro. Só que estava com tanto sono...

PS5 - A quantidade de texto que escrevi...

Bom ano a todos! (outra vez!) - O ano do Galo

Image Hosted by ImageShack.us February 9, 2005 is the first day of the new year.

There are three ways to name a Chinese year:
1. By an animal (like a mascot).
The new year is known as the Year of the Rooster.
There are 12 animal names; so by this system, year names are re-cycled every 12 years.

2. By its Former Name.
The new year is the year of Yiyou.
Image Hosted by ImageShack.us
By this system, the Name of the Year is repeated and re-cycled every 60 years.

3. It is Year 4702 by Chinese calendar.

E MAIS
Sabiam que o calendário chinês em vez de acrescentar um dia aos anos bissextos, acrescenta um mês inteiro. A mais valia disto é mesmo que se ganhar um mês extra, mas isto é areia a mais para a camioneta dos ocidentais!

Beijos
Ziggy

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2005

"Elektra"

FUJAM!!! FUJAM!!! Fujam a sete pés das salas de cinema que estiverem a projectar este filme. MEU DEUS que coisa tão merdosa... Nada se safa. NADA!!! Nestes casos o dinheiro dos bilhetes de cinema devia ser devolvido... Mas também quem é que vai ver uma “coisa” deste tipo? Eu, o tótó.



Afirmo mesmo sem qualquer vergonha que este filme é bem pior que o “Catwoman”. É que pelo menos no “Catwoman” a banda sonora era interessante, a Sharon Stone está mais sensual que nunca (quem consegue esquecer as fotos gigantes da moça), os cenários são cuidados, o genérico está muito bem pensado e ainda existem algumas preocupações no argumento. Em “Elektra” é ZERO!!! É tudo vazio e sem qualquer profundidade.



Porque diabo não fui eu ver o “Vera Drake” ou o “Team America”? Porquê?? Porquê?? BUA BUA BUA!!!

É que nem a desgraçada da Jennifer Garner salva o pseudo-filme...

E o Terence “Priscilla” Stamp a fingir que conseguia fazer de cego e mestre de artes marciais. Que nojo...

E pronto. Cansei-me de dizer mal...

E onde andava o Michael Vartan?? ONDE??!!!! Sim porque como sabem este senhor podre de bom é o namorado real da actriz Jennifer Garner aka Elektra. Não acreditam que é podre de bom?



ou...



Ass: Gattaca

PS – Reparo agora que falar de “Elektra” apenas me serviu de desculpa para colocar fotos aqui deste moço

Verde!

Pensei muito antes de escrever o que se segue. Mas achei que não estava a ser justo com todos os sócios habituais (e menos frequentes) do Clube.

Recentemente conheci uma pessoa que me está a fazer muito bem e que tornou o azul mais azul. É tudo muito inesperado... Só que não me queria explicar muito, porque acho que estou a dar um tiro no pé. E a outra pessoa também o acha... O mais bonito disto tudo é que os dois estamos a ser honestos e a falar do que se está a viver. Falamos muito dos nossos medos, dos nosso receios, esperanças e desejos. Só que assim que nos vemos tudo desaparece e apenas ficamos os 2.

Ainda hoje não consigo brincar muito com o principal motivo que vai originar uma “separação”, quase que me atrevia a dizer que inevitável (embora não queira acreditar nela) mas posso dizer que está ligada ao meu passado muito recente. E ainda nos vamos rir e gozar muito com esse factor. Só sei que começo a odiar a Torre dos Cléricos... Qualquer dia tenho de ser proibido de lá ir... Amarrem-me quando disser que vou ao Porto!!

Só que estou a começar a gostar mais do que devia do Oxy (aka Pin&Pon).

Adoro ouvir o teu riso...
Ver o teu sorriso...
Olhar para ti...
Tocar-te...
O teu sentido de humor irónico...
A tua aparente calma....
A tua voz...
O verde dos teus olhos...

Ass: Gattaca


PS1 – Este texto já tinha sido colocado online ontem, mas passados alguns minutos decidi tirá-lo. O que me fez voltar atrás na minha decisão foi uma conversa que tive com a Lagartixa que me abriu a cabeça e as ideias. E que, se calhar sem saber, deixou uma grande orientação para a minha vida. Viver com intensidade...
Outro motivo foi uma conversa que tive com o próprio Oxy (aka Pin&Pon). Muita coisa foi esclarecida, muitos assuntos falados e muitas situações referidas. Certo é que ainda nos estamos a conhecer... E sobre o futuro realmente ninguém sabe. A única foi que temos é o presente. Só que também digo: nunca desejei tanto que um mês não chegasse ao fim...

PS2 – Opá, não sei como tratar o Oxy em textos futuros. Por Oxy ou por Pin&Pon? Ou por Pin? Ou Pon?

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2005

Conversas de coelheira!



Assim se passam as soirées.
Beijos
Ziggy

PS: atrevam-se a dizer que a comem!

A sala de espera

Image Hosted by ImageShack.usAmigos,
Não sei o que se passa só sei que tenho muito sono.
Nesta coisa onde trabalho, a que chamam Agência de Notícias, morre-se de tédio. Ainda há pouco estava a olhar para um colega meu... está ali sentado desde a manhã, a olhar para o ecrã, sem saber o que fazer, com vontade de fugir, sem falar com ninguém. Um pouco como eu.
Aqui vive-se à espera. Não sei bem de quê, mas vive-se à espera.
O dia passa, às vezes mais rápido, às vezes mais lento, sem que nada se aproveite dele. É como se o corpo e a mente encerrassem durante as oito horas que aqui estamos dentro.
Ontem tinha muito muito sono. Nenhuma das desculpas do post abaixo me serviam. Por isso, quando a cabeça começava a cambalear, quase de uma em uma hora, ia à casa de banho, sentava-me e dormia cinco minutos. E voltava com os olhos semi-cerrados.
Hoje não está tão mal assim. O grau de sono é menor, embora me tenha levantado muito mais cedo.
Nem consigo fazer um apanhado das conversas idiotas que se têm neste "local de trabalho"... desde a última vez que postei sobre tais assuntos continua-se a falar de cabeleireiros, idas ao Póvoas, menopausa, o leão do Sporting a fazer de Castelo Branco, camisolas de caxemira, Pousadas de Portugal.
O_O
Temos ainda as gripes, as constipações, as alergias, as amendoeiras, os bonsais, as festas de carnaval dos filhos, as notas, as reuniões do ATL, os testes e as notas dos filhos.
O_o
Por isso não jorram ideias fantásticas para postar. Por isso me deprimo constantemente neste ambiente de sala de espera.

Beijos
Ziggy

Gatos!

Para quem gosta de animais...

http://www.btinternet.com/~j1media/lick.swf

Ziggy vais amar.

Ass: Gattaca

Bem-vindos #2

Mais uma vez os dois directores conversaram e decidiram criar uma nova secção aqui no Clube: Foto-Clubes. Aqui podem encontrar os foto-blogs de Juha, Madx e Minoutar. Aos 3 um grande abraço do Gattaca e um beijo da Ziggy. Se preferirem podemos trocar: um grande abraço da Ziggy e um beijo do Gattaca. Ou ainda tudo ao molho e fé em Deus.

Decidimos também juntar à nossa lista de outros Clube um novo link. Chama-se Areal e é da responsabilidade do Naufrago. A ele também a mesma lenga lenga dos beijos e abraço da Ziggy e do Gattaca.

Ass: Gattaca e Ziggy

Desculpas

Um destes dias estava a espreitar os blogs que costumo frequentar e cheguei ao
Diário de Conchita. Lia-se então:

“São 10h30m da manhã e eu estou com um sono que nem imaginam. Apetece-me tudo menos trabalhar, pelo que estou deveras arrependida de não ter comprado aquele Red Bull na bomba de gasolina.
Preciso de Prozac, urgentemente (em alternativa, solicito um saco de gomas da Hussel).”
By Conchita

Mas o motivo que me leva a escrever isto é que nos comentários estava um texto de Ivo Jeremias, o autor do blog Olho Bem Aberto...

“Aqui te deixo 10 desculpas para o caso de seres apanhada a dormir no trabalho

1 - ... Agora e na hora da nossa morte, Amén!

2 - Devem ter colocado descafeínado na latinha errada...

3 - A máquina do café está avariada.

4 - Raios! Porque é que me interrompeu? Logo agora que estava quase a descobrir a solução para o maior problema da nossa Empresa...

5 - Estava a fazer um exercício de Yoga específico para aliviar os problemas relacionados com Stress Laboral. Tem algum tipo de preconceitos com praticantes de Yoga?

6 - Estava a fazer um teste de resistência à baba, ao meu teclado.

7 - Estava a meditar profundamente sobre uma questão que você me colocou no outro dia e visionando um novo paradigma...

8 - Isto era apenas um sesta de recuperação energética, igual aquela que falaram na palestra sobre gestão administrativa que me pediu para assistir no mês passado

9 - Tinham-me avisado no Banco de Sangue que isto poderia acontecer...

10 - ...ou então assumir a vos”

By Ivo Jeremias

Fartei-me de rir, e acho que hoje corro o risco de ter de utilizar uma destas desculpas...


Ass: Gattaca

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2005

Nos vosso ecrans...

Não percam... Com som...

http://www.funpic.hu/swf/numanuma.html

Ass: Gattaca

Sms

Ontem vivi um momento surreal via telemóvel com a minha mãe. Fui jantar a um restaurante indiano com o R. no Bairro Alto. A meio do jantar recebo uma mensagem.

“medidas pneus: 165/70 r13. depois diz qq coisa. vou lx amanha. Em casa dpois almoco. bjos”

Era uma sms da minha mãe. Só que já tinha bebido mais do que devia e estava super bem disposto, não entendi a ultima parte da mensagem. Li-a duas ou três vezes e continuava sem a entender. (Hoje já é óbvia demais). Por isso respondi...

“Mas vais almoçar lá em casa? Na minha? Não entendi...”

Passados alguns segundos recebo nova mensagem...

“ALMOÇO C JORGE EM LX”

Como me sentia engraçadinho, decidi “meter-me” com a minha mãe e ensinar-lhe algumas das regras do universo das sms e conversas de chat.

“Não precisas de gritar. Quando escreves msg inteiras com maiúsculas estás a gritar. É feio. Não podes fazer isso...”

E acham que a senhora se calou? Nem pensar. É de família. Pi Pi – Pi Pi. Nova mensagem.

“vai fazer o-o q eu tb vou. 1 noite feliz”

LOLOL. E assim fui despachado pela minha própria progenitora. Fartei-me de rir e senti-me aconchegado. Ela percebeu que eu já estaria mais bebido e mesmo assim soube brincar com a situação sem qualquer moralismo parvo ou idiota.

GOSTO MUITO DE TI MÃE (e sim agora é para gritar para todo o mundo ouvir)

Ass: Gattaca

As narinas...

Conversa tida às 06h45 na rádio, com um colega meu. Dizia-me ele:

- Gaja que é boa na cama, tem as narinas muito abertas. Tens de reparar nisso.

Ao que lhe pergunto:

- Mas isso porquê? Para o broche?

Não contente ele continua:

- Não sejas assim. Isso é o que a minha experiência me diz. É como as éguas...

Aqui desisti e desatei a rir...


Ass: Gattaca

Nova Bubida Portuguesa

Ora aqui está ela...



LOLOLOLOL

Ass: Gattaca

terça-feira, 1 de fevereiro de 2005

“Queer Eye for The Straight Guy”

A tão badalada série já foi comprada por um canal de televisão nacional. Como a RTP jamais teria coragem de produzir um programa deste género, apenas nos sobram dois canais. Felizmente não foi TVI, mas sim a SIC, o que sempre pode trazer alguma qualidade ao programa. Sim, porque até tremo só de imaginar no que a TVI poderia produzir.

A notícia é hoje primeira página naquele “grande” jornal “24 Horas”.

“SIC convida actor gay para tratar dos machões”.

Assim é que se fala e se escreve. O actor gay em questão é o talentoso Miguel Abreu. Lembram-se das Barbies? Quem conhece este programa sabe que existe 5 gays para tratarem de 1 hetero. E cada um dos gays dedica-se a uma área específica. No caso do Miguel Abreu iria tratar da parte cultural da coisa.

Diz ele:

“Sei que tem resultado muito bem nos países anglo-saxónicos, mas acho que não tem corrido muito bem nos países latinos”.

Vá-se lá saber porquê!!!! Eu tenho também algumas dúvidas que a coisa funcione em Portugal. Nem que seja pela falta de frontalidade da própria comunidade gay. Só que isso são outros 5 tostões.

Outro dos contactados pela produção do programa foi Nuno Gama. Mas eu andei a dormir?? É que desde quando é público que este senhores são gays e assumem? Acho que me escapou aqui alguma coisa...

Esperemos pelos próximos episódios.

Ass: Gattaca

“Um Longo Domingo de Noivado”

Si Manech etait mort, Mathild le saurait...



Este é o mote.

“Em 1919, Mathilde tem 19 anos. Dois anos mais cedo, o seu noivo, Manech, partiu para a frente de Guerra. Como milhões de outros, "morreu no campo de honra". É o que está escrito preto no branco no parecer oficial. No entanto, Mathilde recusa admitir esta evidência.”

Jean-Pierre Jeunet realiza e a musa Audrey Tautou protagoniza.

E sem qualquer preparação prévia, no domingo ao final do dia, levei um murro no estômago... Quando saí da sala de cinema estava cheio de nódoas negras por todo o corpo, mas principalmente, no cérebro.
Nunca fui apreciador de filmes sobre guerras por me fazerem alguma confusão e por ser algo susceptível a certas imagens que esses filmes costumam ter. Mas quando vi o trailler de “Um Longo Domingo de Noivado” nunca pensei que a violência pudesse ser tanta. Só que é para além da agressividade física, emocionalmente é bastante perturbador.



Estou farto de ser romântico. Estou farto de chegar aos finais do filme a soluçar e a tentar não fazer barulho (neste caso foi arrebatador ver o encontro dos dois namorados – sabendo que Manech sofria de amnésia e não reconheceu Mathilde. Por isso ela sentou-se e ficou a observá-lo). Estou farto de ficar maravilhado com imagens simplesmente perfeitas como são algumas deste filme. Estou farto de me sentir encantado com alguns trocadilhos e deixas ditas neste filme. Estou farto de me continuar a derreter com o francês e achar que é um das línguas mais bonitas do Mundo. Estou farto de ouvir mais tarde a banda sonora e ficar com o coração pequenino. Estou farto de querer acreditar que amores destes existem-..

Só que sou assim!



Destaque também para a belíssima e arrebatadora banda sonora de Angelo Badalamenti, que assenta no filme que nem uma luva.


Ass: Gattaca

PS - No meio de tudo isto apenas um pequeno senão, embora ache que o erro também pode ser meu. As personagens secundárias neste filme são tantas tantas tantas, que fiquei baralhado e às tantas já não sabia de quem se falava.

A Felicidade Díldica

E pronto. Fui nomerado. E duas vezes... O Pedro Efe e o Zoick lembraram-se do meu nome quando tiveram de continuar a corrente da Felicidade Díldica... Obrigado amigos: fiquei verdadeiramente sensibilizado... Lembrarem-se de mim quando falam em sexo e fantasias sexuais!!! A Ziggy também foi nomeada pelo Pedro, mas agora só lhe cabe a ela decidir se alinha ou não. Eu não gosto muito de quebrar este tipo de correntes... E pensar que nos próximos tempos vou ter mau sexo não me apetece muito.
Quanto às minhas respostas:

1. Have you ever used toys or other things during sex?
Sim. Porquê? Não devia?

2. Would you consider using dildos or other sexual toys in the future?
Se Deus nosso Senhor assim o permitir, gostava muito ...

3. What is your kinkiest fantasy you have yet to realize?
Muito estranha para ser aqui divulgadas. Mas lembram-se do “Eyes Wide Shut”? Pode dar algumas pistas...

4. Who gave you this dildo?
Dois amigos...

E agora as minha nomeações para continuar esta corrente da felicidade (e sem qualquer ordem de destaque):

Zeh
Je_Bois
Juha
Sushimi

Ass: Gattaca

PS – Vá Ziggy não te acanhes... Abre lá a tua “gaveta dos goodies”