segunda-feira, 31 de janeiro de 2005

Recados

I don't want to hate but that's
All you left me with
A bitter aftertaste and a fantasy of
How we all could live*


Por tudo o que se passou nos últimos 365 dias.

Beijos
Ziggy

(*) No Regrets, Robbie Williams

Atenção Escorpiões... tudo azul!!

O meu habitual passeio pelo mundo da astrologia, à segunda-feira, revelou-me que nós, os escorpiões, teremos uma semana "toda azul"!
Be afraid. Be very afraid (de nós esta semana porque estamos azuis!)

Previsões de Vera Gouveia, taróloga que utiliza o "Tarot of the Old Path".

31 de Janeiro a 6 de Fevereiro de 2005

Escorpião
9 de copas
Esta é uma carta que nos fala de muita sensualidade, de muitos e bons momentos neste campo!
É evidente que não devemos cair no hedonismo… (pois não?)
E é claro que, se na nossa vida pessoal tudo corre bem, isso reflecte-se no trabalho. Por isso, tudo azul!

Realmente não sei que mais diga.
Beijos
Ziggy

Socorro - 2

E já está. Já estou de regresso à rádio... Correu bem, mas estive 4 horas no meio de uma grande corrente de ar e já sinto as costas doridas e cheias de pontadas. Vamos ver no que isto vai dar.
Agora fico aqui até perto das 11h45 e depois vou sair a correr para ir à consulta com a psicóloga às 12h30. E ainda não fiz o trabalho de casa que ela me passou. Depois almoço a correr e revista. No meio de tudo isto espero não adormecer... ESTOU COM SONO!!!!
Quanto ao fim-de-semana espero escrever o relato mais ao final do dia.

Ass: Gattaca

SOCORRO!!!!!

O menino tem sono. O menino não quer vir para a rádio às 05h45 da manhã... O menino não merece isto!! Porquê??? PorquÊ???
Ainda para mais hoje vou ter de ir para a Estação do Oriente produzir a emissão do programa da manhã, que vai ser feita em directo de lá!!! NÃO QUERO!!!! Eu nem ouço o programa nem o conheço... É injusto... QUERO DORMIR!! QUERO A MINHA CAMA!!! Só conseguir dormir 4 horas e muito mal dormidas...

Vá rezem por mim que para banhos de multidão não tenho grande jeito e até tremo de pensar. São quase 06h15 e tenho de ir para lá...

Ass:

Gattaca

sexta-feira, 28 de janeiro de 2005

Valentines Day

Image Hosted by ImageShack.us

Vai começar mais um stress! Depois do Natal, depois do fim-de-ano, está tudo inundado de corações e amor e setinhas do cupido!
E tudo para aqueles que encontraram as suas caras metades. E os outros pobres que não encontraram ninguém e não têm nada que fazer no dia 14 de Fevereiro?
Desculpem, mas eu odeio esta época.

Beijos
Ziggy

Ziggy visita o Gaydar...

Tal como a nossa amiga de infância Anita, que se aventurou em mundos novos e nunca antes presenciados, também a nossa cara directora Ziggy se aventurou recentemente naquele graaaaaande universo que é o Gaydar.

Creio não ser preciso apresentar o site Gaydar ao caros sócios, mas de uma forma muito sucinta é um espaço virtual onde homens gays procuram as suas caras metades, nem que o sejam apenas por umas horitas. Só que para puderem participar neste universo cativante e cheio de surpresas os interveniente têm de criar um perfil onde podem dar asas à imaginação e apresentarem-se da melhor forma que sabem (ou querem). Depois, o objectivo deste perfil é cativar a atenção de outros perfis, de outros machos, que por lá andam a passarinhar... Pois para chamar a atenção, o meio mais utilizado são as fotos. E pois que existe todo um manancial de fotos de caras, pilas, músculos, olhos, posições sexuais, paisagens e afins...

Ontem estava a falar com a Ziggy ao telefone e, já não sei a que propósito, começamos a falar do GD. E perguntei-lhe se queria aceder através do meu perfil. Ela disse que sim e num instante estávamos a rir por causa do que ela estava a ver. O cenário era este: ela em casa a ver a página e eu na rádio a dar as instruções pelo telefone.

- Agora do teu lado esquerdo tens uma barra amarela que tem várias informações. Vai aos favoritos e vais encontrar várias caras conhecidas.
- Onde?, perguntava ela
- No lado esquerdo. Não estás a ver? - dizia eu
- AH!!! Já vi. E agora?
- Pronto agora navegas. Tenho mensagens?

Passados alguns minutos...

- Se quiseres também podes ver quem está online neste momento, explico eu.
- Como? – ouço do outro lado da linha.
- Então, temos de ir novamente à barra amarela do lado esquerdo. Lá tens uma coisa a dizer online. Clicas e escolhes Lisboa.
- Hum...
- Já está? Já viste?
- EEEEEEEEEEEEEEEE. Tantos!!!!!!! E tanta pila!!!! E são grandes! (...) Olha este não tem pelos... Não existe um site destes para heteros?

Mais uns quantos minutos de pura viagem na maionese...

- E gaja, queres ver o meu perfil? – pergunto-lhe
- Quero!! Quero!!

Depois de passarmos novamente pela barra amarela da esquerda, lá chegamos ao destino.

- OH... Não falas do tamanho da tua pila. O que porcaria de perfil. Não dizes nada de jeito. Não quero ver mais este. Quero ver os outros... – ouvi da boca da louca da Ziggy.
- Olha muito obrigado, disse.
- EEEEEEEHHH, este é passivo. Olha outro activo! Bem, é melhor começar a falar mais baixo ou a minha mãe ainda ouve. – gritava a Ziggy.


Foram momentos surreais. Entretanto começavam a entrar pessoas na minha sala lá na rádio. Era eu a tentar falar com a Ziggy sem dar muito nas vistas....

Conclusão: somos todos loucos e a Ziggy foi ao Gaydar.

Ass: Gattaca

PS – Só para evitar mal entendidos. A Ziggy é fêmea, muito fêmea mesmo e está solteira. Por isso, gajos heteros, já sabem... E tal como disse uma vez numa sms “”e bem sabes que eu não tenho preconceitos”. Mais nada!!!

Dançar!!!

Dizem os senhores que percebem do assunto:

“A música se atrofia quando se separa da dança...

No começa havia ritmo...

Música é arte...

No movimento do tempo...”

In “Abra a boca [Maurel & Fauvrelle Fast Mix]” dos Nova Fronteira

Não é muito inteligente mas também não deixa de fazer algum sentido.

Ass: Gattaca

Paciência de Chinês!

Para quem não tiver nada para fazer, ou não esteja interessado em trabalhar, visitem:

http://www2.abc.net.au/fly/flysui/flysui.html

Só consegui apanhar uma!!!

Ass: Gattaca

quinta-feira, 27 de janeiro de 2005

Os Anos 80

Lembram-se disto??



Desireless – “Voyage voyage »

“Au dessus des vieux volcans,
Glisse des ailes sous les tapis du vent,
Voyage, voyage,
Eternellement.
De nuages en marécages,
De vent d'Espagne en pluie d'équateur,
Voyage, voyage,
Vole dans les hauteurs
Au dessus des capitales,
Des idées fatales,
Regarde l'océan...

Voyage, voyage
Plus loin que la nuit et le jour, (voyage voyage)
Voyage (voyage)
Dans l'espace inouï de l'amour.
Voyage, voyage
Sur l'eau sacrée d'un fleuve indien, (voyage voyage)
Voyage (voyage)
Et jamais ne revient.

Sur le Gange ou l'Amazone,
Chez les blacks, chez les sikhs, chez les jaunes,
Voyage, voyage
Dans tout le royaume.
Sur les dunes du Sahara,
Des iles Fidji au Fujiyama,
Voyage, voyage,
Ne t'arrêtes pas.
Au dessus des barbelés,
Des coeurs bombardés,
Regarde l'océan.

Voyage, voyage
Plus loin que la nuit et le jour, (voyage voyage)
Voyage (voyage)
Dans l'espace inouï de l'amour.
Voyage, voyage
Sur l'eau sacrée d'un fleuve indien, (voyage voyage)
Voyage (voyage)
Et jamais ne revient.

Au dessus des capitales,
Des idées fatales,
Regarde l'océan.

Voyage, voyage
Plus loin que la nuit et le jour, (voyage voyage)
Voyage (voyage)
Dans l'espace inouï de l'amour.
Voyage, voyage
Sur l'eau sacrée d'un fleuve indien, (voyage voyage)
Voyage (voyage)
Et jamais ne revient.”



O que dancei no quarto ao som desta música... Acho que risquei o single e tudo de tanto ouvir...

Tenho saudades dos anos 80 !!


Ass: Gattaca

“Histórias do Parafuso, da Porca e da Anilha”

Não costumo fazer publicidade aqui no Clube (a não ser a mim próprio, a Ziggy e a alguns sócios), mas fartei-me de rir com este press-release que recebi na minha caixa postal electrónica e decidi partilhar:

“Histórias do Parafuso, da Porca e da Anilha”
Também se poderia chamar “A Ascensão da queda de Rafael”, como também “Em defesa de minha Tosta Mista”, também pensamos chamar-lhe “Polifonias do Desejo” ou “Ano novo Vida Nova”. Mas aquele com que perdemos mais tempo a rir foi “Histórias do Parafuso, da Porca e da Anilha”.
Com: Nuno Preto, Paulo Calatré, Pedro Frias
Som/ Luz: Francisco Teles
Local: dias 27 e 28 de Janeiro no Bar Tertulia Castelense pelas 23h

Está feita a sugestão...

Ass: Gattaca

Histórinhas dos sócios #2

(recebemos esta história no mail do clube... aqui está)

Anteontem fui a um jantar de aniversário de uma amiga.
Éramos 19 pessoas, 8 eram minhas amigas, algumas conhecidas e talvez 4 desconhecidas de todo, uma das quais foi a peça central desta estória.
Essa pessoa, do sexo feminino e na casa dos 50, estava sentada ao meu lado e tinha à minha frente o meu namorado (todos os meus amigos sabem que somos gays e que vivemos juntos). Era muito sociável e conversadora.
No fim do jantar estava-se a falar de política. A filha da aniversariante disse que ia votar no BE e eu disse o mesmo, um outro disse que ia votar no Sócrates. A que estava ao meu lado sai-se com esta: No Sócrates que horror!! O homem é gay, não sabia!!???
Eu que estava ao lado perguntei-lhe: E depois?
E depois!!?? disse ela.
Ela ia responder à minha pergunta mas eu não deixei e disse: Olhe, antes de dizer mais um disparate, eu também sou gay, portanto pense bem no que vai dizer a seguir.
Houve uma gargalhada geral, a fulana ficou vermelha, virou-me as costas e não abriu a boca o resto da noite.
Adorei.
Desculpem o narcisismo mas hoje gosto mais de mim quando me vejo ao espelho.
By José Prata

quarta-feira, 26 de janeiro de 2005

“Cacas e flatulências”

Depois da foto de Natal do nosso sócio Zoick, que foi a única que nos chegou à caixa postal, eís que temos mais uma participação de um outro membro deste clube.
Este episódio foi vivido pela nossa sócia Mipo. Escreveu a moça...

“Sabem que eu tenho problemas de gases?!” – Disse ela com um ar sorumbático e solene.

E começou o relambório… contenção do esfíncter, comprimento de intestinos, consistência, cores e odores vários. Foram uns 15 minutos de avaliação exaustiva dos hábitos escatológicos de três pessoas, passando por exames vários de hospital e coloração de água de clisteres. Muito mais teria havido para elaborar se a conversa não tivesse divagado para esse (grandioso) mundo dos polibans em específico e das casas de banho em geral".

By Mipo

Ass: Gattaca

PS – Portanto já sabem. Se quiserem partilhar com todos episódios da vossa vida, enviei os vossos emails para nós...

E agora...?


Hoje encontrei-me com este livro. Tantos livros nas estantes, tantos destaques, tantas edições... e encontrei-me com este.
Eu sei que nenhum de vocês vai entender o porquê da minha reacção alérgica, porque é uma longa história que trata de dores de cotovelo, ciúmes, má formação, muito 31 de garganta e muita muita incompetência. Ou seja, tudo aquilo a que eu sou contra na existência de uma pessoa. Tudo aquilo que eu percebo e tudo aquilo que eu relato às entidades competentes, provocando uma reacção de fúria como feedback.
O certo é que lhe dedico um post, mesmo assim. Talvez porque desta forma não lhe espeto um murro na cara quando ouço falar de "um casaco que comprei da Christian Lacroix" enquanto o mundo cai lá fora ou dos "seis quilos que perdi esta semana" ou "hoje acordei mal disposta e mandei reservar um alfinete na Gerard Darel".
WHO GIVES A FUCK?

Não deve tardar a questão... e agora?! Quero ver o que vais fazer quando chegares a este ponto.

Beijos
Ziggy

Lavar os olhos...

E pronto, o site da revista “crashou” e por isso posso parar alguns minutos...

Vou aproveitar para vos indicar um sitio na Net onde podem ir lavar os olhos. Tudo começa no foto-blog do meu amigo Juha. Para além de terem assim oportunidade de conhecer uma pessoa fantástica como o Juha, podem também aceder a um número imenso de links de outros gajos e gajas. Desde que comecei a frequentar o foto-blog do Juha acedi a um universo de gajos lindos de morrer... Sério... Cada vez me convenco que Deus nosso senhor foi muito injusto na distribuição da beleza física. E hoje não me apetece começar a filosofar sobre o que é mais importante: o físico ou o intelectual? Hoje quero ser fútil e apenas olhar para os gajos que considero bonitos e não pensar no resto. E este senhor é um deles...



Se quiserem ver mais é só carregar aqui. E assim começa a vossa viagem no universo dos gajos bons... É que depois no foto-blog de um podre de bom, está lá o link para outro e assim sucessivamente!

Ass: Gattaca

PS - E depois de um texto destes, fico admirado que as pessoas começem a pensar que sou um bicha tonta e com voz "afectada"...

terça-feira, 25 de janeiro de 2005

Uma Viagem ao Porto # 2

Apercebi-me agora que não acabei de contar o fim-de-semana que passei no Porto. Apenas contei a primeira noite passada na companhia da Tia.

Sábado de manhã sou acordado às 11h para ir passear para a Baixa do Porto. O programa consistia num pequeno almoço, seguido de um passeio para compras, finalizando numa ida ao cinema. Assim foi...

O casal Nu&Ca comprou algumas peças de roupas e no final da manhã fomos todos comprar atoalhados para a loja da ZaraHome. Acho que nunca comprei um conjunto de toalhas completo. Este foi o meu primeiro! Um verdadeiro orgulho. Só faltam comprar mais 3 conjuntos e sou meio homem feliz. Para o ser a 100% também quero comprar alguns lençóis novos para a cama! Pancadas... De certeza que a minha psicóloga me vai explicar isto um dia...

Para além das toalhas também fui comprar fronhas brancas para as minhas almofadas da cama. Descobri mais tarde que as fronhas têm o dobro do tamanho correcto. Pode ser que venha a dar jeito para alguma coisa...

Horas mais tarde fomos ao cinema. Filme escolhido “O Tesouro”. Isto porque nenhum de nós o tinha visto e não se deve manter em cartaz muito mais tempo. Comentário: filme absolutamente morno, mas uma perfeita antevisão do que vai ser “O Código da Vinci”.

A seguir ao cinema, fui a casa tomar banho e fui jantar a casa do Gazuza. E meus amigos, ele é o perfeito cozinheiro. O moço tem umas mãozinhas mágicas para a cozinha. Para o resto não faço ideia, mas também não tenho qualquer vontade de descobrir. Mas ele anda livre. Se alguém quiser...

E foi graças ao Gazuza que pude ver um episódio do “Queer Eye for a Straight Guy”, que ele sacou da Net. ADOREI!!! O resto da noite foi regada por um belo vinho branco (coisa que eu nem aprecio particularmente), alguma música, muita comida e ainda mais conversa. Sim, porque o Gazuza para além de grande cozinheiro também é uma excelente companhia. Não contem é com ele para dançar. Zero mesmo!! Nem imaginam a excitação que era sair à noite com o JP e Gazuza. Eles encostados à parede e eu completamente doido no meio a pista a dançar sozinho. Águas passadas.

Por sugestão minha, depois do jantar fomos ao Café na Praça. Nunca lá tinha ido e nessa noite ia lá um DJ que tinha curiosidade em ouvir. Chama-se Kenny Killer e realmente é um senhor interessante. Foi pena ninguém estar a dançar e para abrir pista não tenho muito jeito. A mim e ao Gazuza juntaram-se depois o JP e a Tia. Por diversos motivos todos quiseram ir para casa cedo. Esta gente do Porto desilude-me...

E assim chegamos a Domingo. E que fiz eu na manhã desse dia? Fui a Serralves ver a tão aguarda exposição da Paula Rego. Uma grande porcaria, mas agora não me apetece mesmo nada estar a defender a minha teoria. Consigo perceber a adoração pela senhora, e fiquei impressionado pelas cores utilizadas, mas odeio os temas que retrata e a falta de exactidão dos assuntos abordados. Obviamente existem algumas excepções como a série de quadros “Possessão”. Conclusão: fartei-me de tirar fotos e avacalhar durante a minha visita à exposição. No final fui à loja do museu comprar um sabonete com cheiro a melão e outro fruto qualquer.

Estava na altura de ir almoçar e o Nu&Ca levaram-me a uma pizzaria fabulosa algures na periferia do Porto. Depois do almoço lá fomos para casota fazer tempo para ir apanhar o Alfa. Como todas as carruagens estavam cheias lá vim eu em primeira classe. E foi a minha estreia nesta forma de viajar: mais espaço, direito a uma bebida e um snack, um jornal e a uns phones para ouvir a televisão, que curiosamente não funcionou a viagem toda.

E perto das 21h estava em casa... No final percebi que tenho grandes amigos no Porto e que são fonte inesgotável de boa disposição e companhia. As gargalhadas foram uma constante durante todo o fim-de-semana...

Ass: Gattaca

Esta semana...

... gosto deste senhor! Só porque me apetece!
Acabaram de chegar as nomeações aos Óscares que destacam «O Aviador» com 11 nomeações, querendo isto dizer que vamos ter de gramar com a tromba do Leonardo DiCaprio a noite toda de 27 de Fevereiro.
Só para ser do contra... esta semana gosto do Clive Owen (se calhar porque vi o Rei Artur, que nem é grande espingarda. Mas o Leonardo DiCaprio enjoa-me!)

Beijos
Ziggy

PS: Vá, digam-me, ele é gay! Eu estou preparada para ouvir, já sei! É a minha sina!
PS2: Era para ter visto o Closer este fim-de-semana, mas prefiri dedicar-me à culinária!
Ai Dr. Gazuza, o gelado de Oreos!!!! E a quiche de cogumelos, bacon, ervilhas e queijo!!! e o Pão de Ló! IAM DROOOOOOOOOLLLLIIIINNNGGGGG!

Poetas de palmo-e-meio # 1

"Estou com tosse. Engoli frio um dia."
Inês Fernandes, 4 anos

Este é a primeira frase de muitas. A recolha das frases foi feita em 2003, numa escola pública.

Ass: Gattaca

Pensamentos, Dúvidas e Comentários # 6

Consegui!!! Consegui!! Fui ao ginásio fazer uma aula e depois BANHOCA!!! Estou tão lavadinho e bem cheiroso!!! LOLOLOL. Não vi foi o meu professor fetiche. Será que ele lá está amanhã? Sim, porque por este andar só devo ter água quente para a semana...
Certo é que só dormi 5 horas e meia. Paciência, também não se pode ter tudo né? Ou bem que há banho, ou bem que dormimos...

Ass: Gattaca

segunda-feira, 24 de janeiro de 2005

E assim aconteceu...

A grande novidade deste fim-de-semana é mesmo o facto de ter uma cascata de água quente na minha casa de banho (para delírio da minha gata Meg que não saí da banheira)! Como se lembram este fenómeno começou na passada quarta-feira e desde então não parou. Ao início era só um bocadinho de água, no dia seguinte já era mais um rio e na Sexta-feira foi a desgraça total. Lá falei com a senhoria que lá mandou um canalizador. O simpático senhor (que parecia estar mais preocupado com as pinturas da minha casa) lá viu e percebeu o problema afinal era mesmo no termo-acumulador. Estava morto. E se aquilo continuasse ligado à corrente bem corria o risco de morrer electrocutado. Era lindo! Com tudo isto fiquei sem água quente.

Sábado tomei banho no ginásio, no dia seguinte casa da mãe e hoje não tomei banho. É isso mesmo! Não tomei banho, sinto-me um porco e nojento!!! A ideia era ir tomar banho ao ginásio, mas obviamente não consegui acordar. Lá lavei umas zonas do meu corpo (não digo quais) com água gelada e siga para bingo.

De qualquer forma está-me prometido um novo termo-acumulador, só que o cabrão do canalizador não me contacta para dizer quando é que lá vai a casa arranjar o problema. Odeio este tipo de situações... Depois deve ligar-me cheio de horários, esquemas e dificuldades. Vou ter de pedir favores ao meu director da revista para me dispensar duas vezes esta semana e não queria nada... Certo é que quem não consegue tomar banho sou eu!!

Quanto ao fim-de-semana vou descreve-lo de forma rápida e concisa. Ou pelo menos vou tentar!

Sexta-feira saio da rádio e vou ao cinema com a Mipo ver o “Ocean’s Twelve” ao Monumental. Simpático mas nada de especial. Do que gostei mesmo foi de todo o cuidado gráfico com as imagens. Depois da sessão, Bairro Alto onde me tentaram assaltar. Felizmente sem sucesso. Não contente com este episódio, por lá continuei e acabei a noite no “Frémitus” a jogar um jogo de cultura com a Mipo e mais um amigo novo que surgiu lá! Gajo boa onda por acaso. Eu percebia de cultura popular, a Mipo de História e o novo amigo de Desporto! A equipa infalível.

Sábado, acordei e fui a uma aula de Body Attack com o Dudu. Depois disso fui para o Spazio almoçar com o JP e o amigo Gazuza. Aí também encontrei a JL mais a mãe dela. Conversa, comida e muita água fizeram parte de ementa. No final do almoço apareceu o Mindtrap. E lá fomos os 4 passear para as lojas do Príncipe Real mais Bairro Alto. Perto das 19h chego a casa. E comecei as minhas grandes limpezas. Estive a fazer contas e não limpava a casa desde a minha separação do JP, ou seja, há 2 meses!! O NOJO!! NOJO! Perto da meia-noite fui para o elevador da Bica com o Xlr8 e mais uns amigos dele. O giro é que acabei por encontrar várias pessoas que não via há imenso tempo. Galhofa, galhofa, piada, álcool, cigarros franceses, desvia-te do carro, apalpão aqui, agora é o camião do lixo, apalpão ali e no meio de tudo isto surgiu o Dudu e seu cócó!!! Mais palhaçada...

Domingo, não consegui acordar a horas do ginásio, mas fui almoçar à mãe. O meu sobrinho está cada vez mais fabuloso e já me estende os braços a pedir colo!!! YES!! Ele gosta de mim!!
Depois da mãe fui ter com o Xrl8 e com a sua amiga M. Fomos todos lavar os nossos carros. Atenção que o Xrl8 não tem carta nem carro!!!
After lavagens andamos perto de hora e meia (sem qualquer exagero) a procurar uma tasca onde comer petiscos. A M. estava com desejos. Acabámos no Cantinho do Bem Estar. E que bem que soube! Depois ainda fomos beber uns chás maravilhosos numa galeria que existe mesmo em frente ao Majong!
Antes de ir para casa ainda tivemos de passar por casa do JP para ir buscar uns sacos que tinha deixado no Porto e que ele me trouxe.

Perto das 24h chego a casa satisfeito com o meu final de fim-de-semana e com um sorriso na cara!!

Assim começa mais uma semana que se prevê igual a tantas outras... E daí talvez até não... Vamos ver!

Ass: Gattaca

PS – Acabei de receber o álbum “Push the Botton” dos Chemical Brothers. Eu sei que cada vez que escrevo sobre música no blog vocês não ligam nenhuma. Mas se aceitarem um conselho comprem o disco e ouçam com muita atenção das faixas “Hold Tight London” e “Sureface To Air”. Duas pérolas.

Regressei...

Image Hosted by ImageShack.us... aos quintos dos infernos!
A minha cabeça doi e está zonza! E nem sequer está a ressacar.

Quero outra vida... rápido, antes que ponha a corda na garganta.

Beijos
Ziggy

PS: um pequeno recado a Je_Bois... pensei que fosses jantar connosco no sábado. Tinha levado o Pila de propósito para veres. Buuu... fica prá próxima.

sexta-feira, 21 de janeiro de 2005

Judite

"Para evitar uma queixa-crime
chamemos-lhe apenas Judite
(ou "a rapariga que snifa cola
e que tem sinusite).

Ora isso não a faz feliz:
é que quando se assoa
fica com o kleenex colado ao nariz"

In "A Morte Melancólica do Rapaz Ostra & Outras Estórias" de Tim Burton

Ass: Gattaca

quinta-feira, 20 de janeiro de 2005

“Vanity Fair”

E foi com altas expectivas que ontem fui ao cinema ver o “Vanity Fair” de Mira Nair. Tenho de confessar que sou fã desta realizadora desde o “Kamasutra” e depois veio a confirmação com “Moonsoon Weding”. São dois filmes simplesmente imperdíveis e de cortar a respiração pela intensidade das imagens e das emoções transmitidas.



Infelizmente este “Vanity Fair” é fraquito. Não saí totalmente desiludido da sala de cinema, mas também não me disse muito. Acho que o grande problema é o enredo. Realmente é uma excelente adaptação do texto original, mas a meio perde toda a força e as personagens navegam sem rumo. Nem mesmo as grandes interpretações dos actores conseguem evitar o bocejar! E um filme de 2 horas e 20 minutos não pode correr este risco.

O casal



Então o que tem de bom? Uma soberba fotografia, uma excelente direcção de actores, cenários grandiosos, boas actuações, um guarda-roupa muito interessante e trabalhado, boas coreografias e um banda sonora bastante eficaz escrita por Michael Danna. Eu sei que vocês não querem saber quem é o Danna, mas basicamente é dos meus compositores preferidos. Foi ele também que compôs das bandas sonoras de “Kamasutra” e “Moonsoon Weeding”.

Último bailado



Em suma: quem gosta de filmes de época não deve perder “Vanity Fair”. Eu gosto, eu não perdi.

Zoick: Gostei muito de te conhecer. Foi uma parvoíce não teres dito que ias sozinho pois assim tinhamos-te guardado um lugar ao nosso lado. E tens de começar a dar mais atenção às bandas sonoras dos filmes. Muitas vezes são um elemento fundamental na construção de atmosferas.

Mipo: Eu vi o actor giro primeiro, logo é para mim. Tu ficas com a bicha do Jonathan!!

A própria da Mira Nair



Ass: Gattaca

Pesquisas

E lá fui eu procurar fotos do filme da Mira Nair no google para incluir no meu texto. Palavras a utilizar na pesquisa: Vanity fair... Eis o que surgiu assim sem qualquer aviso ou preparação...



Vá Ziggy, este é hetero e está solteiro. ATACA!!!
Ass: Gattaca

A minha noite de ontem

Estou com a telha! E é das grandes.

Desde manhã que estou com uma dor de dentes descomunal. E não parece que vá passar tão depressa… Mas também porque não vou eu arrancar a merda dos cisos?? Sério. Fico irritado comigo próprio por não ser homem suficiente e perder o medo que tenho do dentista. Traumas de criança é o que é!

Fica também definitivamente provado que preciso de dormir as minhas 7 horinhas diárias ou fico com mau feitio.

Ontem fui assistir à ante-estreia do “A Feira das Vaidades” ao Corte Inglês. Fui com a Mipo e depois, conheci finalmente consegui conhecer o Zoick. Quanto ao filme já falo num outro texto.

Depois do cinema fui para o Bairro com a Mipo. Estava vazio, mas é mesmo assim que gosto dele. Cada vez tenho menos pachorra para grandes aglomerados de pessoas e grandes confusões. As ruas do Bairro estavam vazias, mas ainda assim haviam bares abertos. Fomos às Primas tentar jogar matraquilhos. Não conseguimos. Depois fomos ao Portas Largas tentar jogar o Trivial electrónico. Só que eles mudaram as máquinas e o jogo desapareceu e foi substituído por outras máquinas parvas. Ainda assim jogámos uma espécie de “Roda da Sorte” e o “Bubble”. Só que faltava saciar a sede pelo nosso clássico Trivial. Num laivo de inteligência lembrei-me que o Frágil ainda tinha a máquina que queríamos. E lá fomos nós.

Toco à campanhia e passados alguns minutos lá nos abrem a porta. Entrámos e… estava completamente vazio. Às moscas. Foi de rir. Éramos nós os 2, mais os dois empregados dos bares, o DJ (o Rui Murka), o segurança e a porteira. Mais ninguém… Nunca me tinha acontecido isto. ERA TUDO NOSSO!!! Atenção: fartei-me de tirar fotos que depois podem provar o que estou a dizer. Só que como sabem continuo sem computador para onde passar as fotos. Certo é que já tenho mais de 230 fotos no telemóvel…

Voltanto ao Frágil… Lá fomos buscar as nossas bebidas, e fomos para a tão desejada máquina. Moeda nas mãos, copos numa mesa que está ao lado da máquina, casacos, cachecóis e afins também e começamos a jogar… À terceira tentativa lá conseguimos ficar em 7º lugar e deixar o nosso nome da tabela. Entretanto com tanta excitação e loucura a Mipo entorna o meu copo que estava cheio…

E estivemos a jogar durante uns bons 45 minutos. Obviamente que entretanto foram entrando algumas pessoas. Só que no máximo só estiveram ao mesmo tempo 9 clientes. Eu contei. Só mesmo no final da noite é que o pessoal do Baliza foi todo para lá e a coisa encheu. Só que já eram perto das 03h30.

After-jogo decidimos invadir a pista. E que cheia que ela estava… LOLOL. Era tudo nosso. E sim, resistimos à tentação de agarrarmo-nos às históricas colunas, porque isso não é coisa que se faça. Temos de manter a aparência. Já nos chegava o facto de apenas estarmos nós os dois e mais um casal a dançar. A dada altura o casal começa-se a entusiasmar e mais pareciam que estavam numa dança do acasalamento. Nós continuamos na nossa.

Quanto ao Murka, fez um set muito bom. Seguro, apenas com uma passagem péssima (coisa que acho que nunca o tinha ouvido fazer), e cheio de ritmos de hip-hop, sul-americanos, vozes femininas, jazz e para terminar reagge. Sim, porque na quinta-feira da próxima semana o Rui Murka vai invadir a cabine do Jamaica. Por isso tinha de ensaiar…

Já sabem então onde me podem encontrar na próxima quinta. JAMAICA MAN!!!

Com tudo isto chego a casa perto das 4h. Algo bêbado descubro que tinha uma inundação na casa-de-banho. Pois é, o termo-acumulador lembrou-se de começar a pingar violentamente. Já tentei falar com a senhoria mas ela não atende. A sorte é que dá para tomar banho de água quente. Depois de atirar diversas toalhas para o chão para ensopar a água, fecho a porta e vou para a sala ver televisão. Para minha sorte, ou azar, no “People & Arts” estava a dar o segundo episódio do “The Block”, um concurso australiano em que 4 casais (um deles gay – como seria de esperar) têm de renovar um edifício de 4 apartamentos. É giro. O problema é que dura uma hora. Ou seja: só me deitei perto das 5h e tal.

Tudo isto para vos explicar o porquê do meu cansaço e má disposição…

Ass: Gattaca


O Pila

Image Hosted by ImageShack.us
Encomendei este colar em Outubro na Swatch. Ligaram-me hoje. Mais de três meses depois, o Pila chegou. Sim, o Pila.
Demorei um pouco a pensar se ainda queria o Pila. Mas depois liguei para a Swatch e disse:
- Sim, guarde o colar. Sabe qual é? É o Pila!
O senhor tossiu do outro lado.
- Sim sim, sei qual é, é aquele das bolinhas.
Lá está, o das bolinhas, o pila!
Agora alguém vai ter de andar com o Pila ao pescoço "up and running"!

Beijos
Ziggy

quarta-feira, 19 de janeiro de 2005

Vocês não sabem...

... o quão deprimente é a programação televisiva durante o dia. Já perdi a noção de quantas vezes rodei os 40 e não sei quantos canais. Já comi os doces que havia em casa. Não há mais nada para comer.
se ao menos soubesse tricotar... ia adiantando trabalho para o próximo Inverno... ?

Beijos
Ziggy

Laurent Garnier

O mestre vai voltar no dia 31 de Janeiro...



Se algum dia virem este “mágico” na rua têm de fazer lhe uma vénia...

Deste senhor lembro-me perfeitamente do seu inesquecível set no Lux à cerca de 2 anos atrás. Foi mágico e algo que nunca mais ouvi! Continua sem dúvida a ser o melhor gig que tive a sorte de ouvir e dançar. Nessa altura só bebia álcool, por isso não podem acusar-me de dizer isto por estar alterado. Nessa noite, uma quinta-feira, fui ao Lux com o FranZ (que tal como o XLR8 é o meu amigo das festas). Ficámos os dois completamente deslumbrados com a mestria e selecção dos temas de Laurent Garnier. Dançar sem parar e sem conseguir sair da pista. Quando finalmente conseguimos sair da discoteca eram perto das 7h e tinha de ir trabalhar às 10h. Acham que me queixei? Não...



"The Cloud Making Machine”, data de edição internacional e nacional 31 de Janeiro.

Este disco já chegou à revista e tenho-o estado a ouvir em loop... Não o posso ouvir mais porque já mo tiraram... É simplesmente genial. Para mim quase que chega à perfeição de “Chill Out” dos KLF. Outra vénia se faz favor porque estamos a falar DO disco!

Para ouvir violentamente!


Ass: Gattaca

Paz interior

Há uns dias li um livro sobre culturas orientais que dizia:

"O caminho para conseguir a paz interior reside em acabar as coisas que começamos".

Depois e um longo período de reflexão pensei: "Pode ser que seja verdade..."

Olhei em redor e vi todas as coisas que tinha iniciado e continuavam inacabadas...

... Assim, hoje pus mãos à obra e terminei: uma garrafa de Bailey's, duas de vinho tinto, uma de Absolut, 4 Heineken, 3 chocolates e uma caixa de preservativos.

Nem imaginam como me sinto melhor!!

Ass: Gattaca

Uma viagem ao Porto #1

Sexta-feira, 14 de Janeiro

Conforme o combinado o JP foi-me buscar a casa perto das 17h15. Destino: Porto. Estava previsto chegarmos perto das 20h30, mas devido ao meu pânico com a condução dele chegamos 30 minutos mais tarde. Também é verdade que saímos mais tarde que o previsto de Lisboa (estava a fazer a mala), e parámos duas vezes porque fiquei com xixi até à testa. Diga-se que na minha última ida à casa de banho tive a companhia telefónica do Je_Bois. “Porque é que estás cheio de eco?” perguntou-me ele. Resposta: “Porque estou na casa-de-banho”. “AÍ QUE NOJO... VOU DESLIGAR!!!” gritou ele... Já era tarde. Já tinha feito o meu xixi.

Chegados ao Porto, fui directo para casa dos meus amigos Nu&Ca. Era lá que ia ser o meu poiso nesse fim-de-semana. Já pronto para entrar na banheira recebo nova chamada do Je_Bois, que me ia dar boleia para a fantástica casa da Tia Loura... “Je_Bois, dá-me 5 minutos que estou a entrar na banheira. Dá-me tempo. Acalma-te por amor de Deus”, digo eu super religioso. Do outro lado ouço um Je_Furieux. “Roubaram-me o carro! Roubaram-me o carro” dizia-me ele ao gritos pelo telemóvel. O fim-de-semana prometia! No final apenas tinha sido rebocado. Lá arderam mais 60 euros e duas linhas da minha caixinha...

Conclusão: devíamos estar em casa da Tia às 21h, mas apenas aparecemos perto das 22h30. Não houve grande problema porque a cozinheira também se tinha atrasado e por isso estivemos todos a socializar. Álcool, conversa, cigarros franceses, gargalhadas, mais linhas, apalpões, gritos, perguntas e respostas preencheram o tempo.
Na casa da Tia estava também o A., que eu já conhecia, e o B, filho do JeB. Mais tarde juntou-se também a mãe da Tia.

Sobre o jantar só posso dar elogios à Tia. Sim porque ela esteve quase sempre na cozinha a orientar a cozinheira. A ementa consistiu num creme de legumes, seguido por um folhado de frango com um molhe especial acompanhado por arroz especial e uns vegetais salteados. Lamento não saber os nomes correctos mas nunca fui dado a coisas muito finas! Simplesmente divino...

Finíssimos também eram os copos onde bebemos um Kirch Royal, um bebida com Champanhe e Creme de Cassis, antes do jantar. “Estes copos lindíssimos. São da Habitat não são? É que partem-se com muita facilidade” comentou o JeB. Resposta pronta da Tia “São sim senhor. Mas atenção porque já foram descontinuados”. Passo a explicar que os copos deviam ter perto meio-metro de altura, e não estou a exagerar!!

Nesta altura a moca já era tão grande (refira-se que a Tia estava completamente sóbria e o A. só tinha dado alguns bafos nos cigarros franceses) que alucinei a noite toda com a porra dos copos. Só rezava para não partir nenhum. Para ajudar à festa a Tia decidiu usar um daqueles jarros para deixar o vinho respirar. (Definitivamente não tenho vocabulário de gente fina). Eu só via o dito jarro a bater num dos copos e ambos partirem-se... Felizmente nada disso aconteceu. E tudo correu às mil maravilhas. Nada sujo, nada partido, nada entornado.

De referir que durante todo o jantar foram vários os comentários irónicos e bem dispostos trocados entre os participantes. Um verdadeiro exercício de inteligência e descontracção. Senti-me muito bem mesmo!!! Sem maldades ou pressões.

Quanto à casa da Tia, embora esteja longe do seu aspecto final, é para lá de acolhedora. As paredes estão cheias de arte pintada pela própria. E caros sócios, a senhora tem mmmmuuuiiittttttoooo jeito para a coisa. Qualquer dia ainda lhe vou pedir um quadro seu para a minha colecção pessoal...

No final do jantar juntou-se a nós um casal amigo da Tia. Por causa do B, o JeB e o A. foram para casa. Atenção! Não pensem que o JeB e o A. são namorados. Nada disso. O coração do JeB palpita por uma exportação galega!!!

Assim lá fui eu, a Tia e o dito casal (bem simpático por sinal. O seria que eu apenas via amor e paz em todo o lado? Hum... Eles eram mesmo simpáticos) para o Estado Novo. Aqui nada de especial a relatar, a não ser as más bebidas servidas nos bares e a péssima música... Não se pode ter tudo...

Perto das 05h chegava eu a casa. Estava esganado de fome. Pelos vistos no Porto não existe nenhum restaurante que venda pão com chouriço depois das 04h. Por isso decidi fazer um assalto à cozinha do Nu&Ca. Que comi encontrei eu então e comi: cereais secos, tostas secas, dois mini-kit-kats e para empurrar tudo isto água fresca!!!!

E estava pronto para ir dormir porque no dia seguinte tinha de acordar perto das 11h e já eram 6h...


Ass: Gattaca


PS1 - Fica prometido para breve a continuação do relato desta “Viagem ao Porto”...

PS2 – Quando vim ver se o texto tinha ficado bem colocado no blog fui o visitante 11.111. Não é lindo???

PS3 – O Pedro Efe está doente em casota, mas manda beijos à malta do clube e diz que sente a nossa falta. A direcção do Clube deseja-lhe as melhores rápidas...

terça-feira, 18 de janeiro de 2005

Os JPs...

A minha vida está rodeada de JPs. Deve ser o Cosmos a gozar comigo. Senão reparem:

JP – o ex
JP Pitoc – o actor fetiche do “Trick”
JP – um dos sócios deste Clube...
JP – da parte final da matrícula do carro de uma colega da revista...
JP – as iniciais de um amigo meu no Porto...
JP – o vinho tinto...

E se fosse católico ainda teria na minha vida o JP II

E tudo isto numa fase em que quero tentar esquecer o verdadeiro JP. Fica complicado...

Ass: Gattaca

Pontos Eróticos do Escorpião

Dizem os entendidos...

“Muito atraente, este signo é sensual e ardente na hora H. É sempre um vulcão prestes a explodir de prazer. Se quiser deixa-lo louco, abuse dos carinhos na nuca e órgãos genitais , pois são seus pontos eróticos.
Lugares para kekar: Locais proibidos e misteriosos fazem sua cabeça na hora do sexo. Elevadores e Prédios abandonados deixam seus desejos à flor da pele.”

Não fui eu que disse...

Ass: Gattaca

segunda-feira, 17 de janeiro de 2005

Ziggy is a popstar...

...podre!
Não querendo estragar a festa com o post abaixo... serve o presente post para vos avisar, caros amigos e sócios, que depois do joelho (que ainda não recuperou) e do dente arrancado (que espera que o outro nasça), Ziggy está com uma valente amigdalite.

Posso ausentar-me ou delirar nos entretantos... qqr q seja... não liguem (tenho baixa)

Beijos
Ziggy

Pensamentos, Dúvidas e Comentários # 5

Tinha prometido não fazer isto, mas aconteceu! E estou envergonhado... Hoje de manhã dei um peidinho e tinho vestidos os meus boxers novos do Calvin Klein. Eu tinha dito que algo deste género não ia acontecer, mas a bufinha saiu quando me levantei e nem tive tempo de a travar... Vaca!!!

Ass: Gattaca

Amo-te

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu te não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!

de Florbela Espanca

Ass: Gattaca

...

Estou cheio de novidades para contar... Mas infelizmente ontem quando cheguei a Lisboa tive a notícia de que o pai de uma grande amiga minha morreu... É hoje e funeral. Não sei muito bem porquê, mas neste momento não consigo escrever nada aqui no blog. Espero que ao final do dia já esteja melhor.

De qualquer forma tenho de deixar aqui uns grandes beijos ao Je_Bois, Gazuza, Tia Loura, Nuno e sua respectiva esposa como agradecimento pelo fim-de-semana no Porto!!

Ass: Gattaca

sexta-feira, 14 de janeiro de 2005

Eu ia...

... postar um texto sobre companheirismo. Mas decidi apagar tudo. Acho que ninguém ia entender o porquê da conversa, além das duas partes envolvidas na abordagem do assunto.
Por isso digo que falei ontem sobre ser "companheiro". De estar ali ao lado para o que der e vier. De uma palavra amiga e não agressiva. De ser altruísta e não egoísta. Ser construtivo e não destrutivo. Dar e receber. Fazer em conjunto. Fazer independente. De procurar interesses a dois e não noutras esferas. De saber perdoar. De saber oferecer. De o fazer sem ser um frete, mesmo que seja por obrigação. De saber equilibrar a energia das duas personalidades que se unem e não a deixar tornar em negativismo.
Duas cabeças pensam melhor do que uma.
No fundamento desta estrutura está a amizade.
Estive a analisar algumas das minhas relações e percebi que nenhuma delas tentou equilibrar alguma vez qualquer um destes aspectos. Acabaram. E as pessoas não me fazem falta. Se eu precisar, não será a essas pessoas quem vou pedir ajuda. Nem espero que elas lá estejam.

Beijos
Ziggy

O Momento de 2004

Termino hoje a minha listagem de balanço de 2004.

E sem qualquer dúvida que O momento do ano foi o nascimento do meu sobrinho a 28 de Maio. Mais fabuloso ainda foi tê-lo visto com 2 horas de vida nos braços da minha irmã num corredor da maternidade...
Senti-me como pai dele.

Realmente não somos nada...

Aqui está ele com 4 dias de vida...



Agora tem 7 meses e tal e não se parece nada com o bébé que está na foto...

Ass: Gattaca

quinta-feira, 13 de janeiro de 2005

Next Blog # 5

Finalmente consegui encontrar um Blog interessante através do botão “next blog”. A última vez que descobri um blog com piada através deste sistema foi no dia 12 de Novembro de 2004. Várias foram as tentativas nestas semanas, mas sempre sem qualquer resultado interessante...

Desta vez vamos conhecer o Raul que mora em Gijon. Pelos vistos o senhor/rapaz passa a vida na rua a comemorar sabe-se lá o quê!!! Vejam pelas fotos...

rulgijon.blogspot.com

Será que lhe devíamos apresentar o clube?

Ass: Gattaca

Não sei que diga... não sei que pense... não sei que faça

O desinteresse e o tédio voltam a assolar a minha vida.
Não tenho nada para vos contar neste post. Não tenho emoções de montanha russa reservadas para o fim de semana, nem qualquer história engraçada que se poste.
Pensando bem nem sei que vou fazer no fim-de-semana.
Por isso não sei que diga... não sei que pense... não sei que faça.

Beijos
Ziggy

Pensamentos, Dúvidas e Comentários # 4

Gosto muito da expressão “aviar”. Ainda hoje ouvi uma velhota na rua a perguntar a outra: “Então Inês já foste aviada na Farmácia?”

Palavras para quê!!

Ass: Gattaca

quarta-feira, 12 de janeiro de 2005

Porto

E como já devem ter percebido este fim-de-semana vou para o Porto. Passados quase 2 meses de final de namoro com o JP, acho que chegou a altura de enfrentar o touro pelos cornos.
Motivos muitos: os meus amigos do norte, a exposição da Paula Rego, os meus amigos do norte, a cidade, os meus amigos do norte, o frio de rachar, os meus amigos do norte, a Praia dos Ingleses, os meus amigos do norte, os passeios, os meus amigos do norte, a noite e já tinha dito os meus amigos do norte?

Vai ser tudo muito estranho. Aquela cidade está colada ao JP. A Estação dos Comboios, a Praia dos Ingleses, A Ribeira, o Ar de Rio, o Cais de Gaia, a Rua da Santa Catarina, a VCI, Leça da Palmeira, alguns Centros Comerciais, o 31, os prédios escuros, as ruas, a luz, algumas pensões... É fabuloso o nosso poder de colar momentos, locais, cores, luzes, músicas, filmes a determinadas pessoas!

Foi nesta cidade que vivi episódios que nunca pensei viver ou presenciar, alguns deles bem complicados de digerir e que ainda hoje não sei como estão arrumados na minha cabeça.

Lembro-me também de ter de mudar alguma vezes a minha forma de ser e agir quando ia ao Porto. Por diversas vezes tive de pedir favores aos amigos (coisa que odeio), de dormir em casa da mãe do JP (coisa que odiava solenemente), de passar a vida enfiado na casa de outras pessoas que não conhecia (coisa que se não tiver com vontade e for forçado não gosto muito) e outros momentos que tais...

Por tudo isto estou com medo do Porto... Só que muito provavelmente sem qualquer razão. Não sei

E querem rir-se? Este fim-de-semana o JP também decidiu ir ao Porto... E melhor ainda: acho que vou aceitar a boleia dele para lá ir e para regressar. O mais giro é que quando namorávamos tivemos diversas discussão porque eu não confiava na condução do JP. Ele guiava, e deve guiar, muito depressa e muito colado ao carro da frente. Coisa que me deixa em pânico. Por tudo isto acho que sou sádico. Cheguei a essa conclusão. Alias a minha amiga Mipo costuma dizer que sou auto-destrutivo e começo a chegar à conclusão que devo ser. Às tantas faz parte do charme.

Mas sobre este episódio da boleia lembrei-me de uma coisa gira para fazer aqui no blog, embora algo doentia e estranha... Colocar um daqueles questionários para as pessoas votarem. E as perguntas podiam ser do estilo: “acham que deva aceitar a boleia do JP?” ou “No fim-de-semana deve ir à praia”? Respostas só sim ou não... Quiçá um dia...

Ass: Gattaca

PS – Só rezo a todos os santos para não me cruzar com a minha ex-sogra. Nunca houve uma grande empatia entre nós os 2! Nula mesmo... Chegava mesmo a fazer faísca. De boca dela ouvi coisas que nunca pensei! Só que isso é outra história.

Bem-vindos

Depois de uma curta conversa entre os dois directores deste Clube decidimos actualizar a nossa lista de “Outro Clubes”. Por tudo isto queremos desejar as boas-vindas a:

Freak do Word
De-Puta-Madre
Diário de Conchita
Never Go Home
I Think I’m Drowning

Como sabem não existem quotas neste Clube. A única “obrigação” dos sócios é visitarem e postarem neste Clube com bastante frequência!!!!


Ass: Gattaca & Ziggy

O Melhor de 2004 # 3

Concertos

1 - Pet Shop Boys @ Freeport Alcochete
2 - The Gift @ Teatro Municipal São Luiz
3 - Madonna @ Pavilhão Atlântico

Isto esteve mesmo muito mal em 2004...

Ass: Gattaca

George Not Included

Desconheço a vossa opinião, mas a minha dá nota máxima a este senhor: George Clooney.
É o primeiro da minha lista de Homens Americanos Mais Sexy Mas Para Sempre Indisponíveis.

Anúncio Fiat Idea
You give me fever... fever
George Clooney não incluído, explicado com grande destaque no fim. NEM PARA TEST DRIVE caramba!
fever in the morning... and fever all through the night
Vejam aqui

Beijos
Ziggy

terça-feira, 11 de janeiro de 2005

“Aprendiendo”

Como já perceberam, nos últimos tenho meio desorientado com a questão do “Amor”. Não na procura de um, mas sim num tentar entender uma série de situações.
Como tenho escrito por aqui não acho que o amor seja fonte de muitas alegrias. Acredito sim que invariavelmente acaba por se esgotar dando lugar ao sofrimento e ao vazio. E para qualquer lado que olhe só vejo mesmo isso... E este pensamento está a minar-me e a deixar-me amargo. Não quero pensar assim!

Tudo isto para vos mostrar o seguinte texto...


“Después de un tiempo, uno aprende la sutil diferencia entre sostener una mano y encadenar un alma.

Y uno aprende que el AMOR no significa acostarse.

Y que una compañía no significa seguridad, y uno empieza a aprender...

Que los besos no son contratos y los regalos no son promesas, y uno empieza a aceptar sus derrotas con la cabeza alta y los ojos abiertos, y uno aprende a construir todos sus caminos en el hoy, porque el terreno del mañana es demasiado inseguro para planes... y los futuros tienen su forma de caerse por la mitad.

Y después de un tiempo uno aprende que, si es demasiado, hasta el calor del Sol puede quemar.

Así que uno planta su propio jardín y decora su propia alma, en lugar de esperar a que alguien le traiga flores.

Y uno aprende que realmente puede aguantar, que uno es realmente fuerte, que uno realmente vale, y uno aprende y aprende ... y así cada día.

Con el tiempo aprendes que estar con alguien, porque te ofrece un buen futuro, significa que tarde o temprano querrás volver a tu pasado.

Con el tiempo comprendes que sólo quien es capaz de amarte con tus defectos sin pretender cambiarte, puede brindarte toda la felicidad.

Con el tiempo te das cuenta de que si estás con una persona sólo por acompañar tu soledad, irremediablemente acabarás no deseando volver a verla.

Con el tiempo aprendes que los verdaderos amigos son contados y que quien no lucha por ellos tarde o temprano se verá rodeado sólo de falsas amistades.

Con el tiempo aprendes que las palabras dichas en momentos de ira siguen hiriendo durante toda la vida.

Con el tiempo aprendes que disculpar cualquiera lo hace, pero perdonar es atributo sólo de almas grandes.

Con el tiempo comprendes que si has herido a un amigo duramente, es muy probable que la amistad jamás sea igual.

Con el tiempo te das cuenta que aun siendo feliz con tus amigos, lloras por aquellos que dejaste ir.

Con el tiempo te das cuenta de que cada experiencia vivida con cada persona es irrepetible.

Con el tiempo te das cuenta de que el que humilla o desprecia a un ser humano, tarde o temprano sufrirá multiplicadas las mismas humillaciones o desprecios.

Con el tiempo aprendes a construir todos tus caminos en el hoy, porque el sendero del mañana no existe.

Con el tiempo comprendes que apresurar las cosas y forzarlas a que pasen, ocasiona que al final no sean como esperabas.

Con el tiempo te das cuenta de que en realidad lo mejor no era el futuro, sino el momento que estabas viviendo justo en ese instante.

Con el tiempo verás que aunque seas feliz con los que están a tu lado, añorarás a los que se marcharon.

Con el tiempo aprenderás a perdonar o pedir perdón, decir que amas, decir que extrañas, decir que necesitas, decir que quieres ser amigo, pues ante una tumba ya no tiene sentido.

Pero desgraciadamente, sólo con el tiempo...”

De Jorge Luis Borges


Ass: Gattaca

PS – Obrigado XRL8.

No more sex.... no more city

Acabei ontem de ler, quase empurrada por um camião TIR, o livro "Princesas de Nova Iorque", o livro que dizia que nos faria voltar a viver depois do fim da série "Sexo e a Cidade".
Queridos(as) não vale a pena o esforço. Nem o de gastar 13 euros no livro, nem de o ler. Não aprendem nada e ainda gastaram o dinheiro.
A protagonista, cujo o nome não é sequer mencionado em 270 páginas da história, não chega aos calcanhares de Carrie Bradshaw. Aliás, digo que nem os avista por um canudo.
A história não tem qualquer substância nem proporção. Não tem linha condutora. Não tem evolução nem regressão.

Aprendi no entanto que:
1) as "princesas de Nova Iorque" viajam pelo mundo com os vestidos enfiados nos contentores que vão nos aviões. Por isso conseguem levar monumentais vestidos de um lado para o outro do Oceano;
2) os Jimmy Choos e os Manolo Blahniks só são suportáveis numa distância máxima de 5 metros. Qualquer distância acima desta, torna o par de sapatos totalmente insuportável e quem sabe até os escavaca;
3) os vestidos de chiffon rasgam-se qualquer que seja o grande costureiro que os desenhou.

Fiquei sem saber:
1) como um curto ordenado de uma jornalista de meia tigela serve para comprar peças Alexander McQueen, Versace, Gucci ou Balenciaga;
2) como usam os decotes no Inverno;
3) como com um QI inferior a 80 conseguem conquistar realizadores de Hollywood.


Conclusão:
Tenho de aceitar a dura realidade que "Sexo e a Cidade" ACABOU... posso ver a reposição, que está agora a dar na SIC Mulher desde o primeiro episódio, mas tenho de me convencer que não há mais aventuras de Carrie Bradshaw para tornar insignificantes as asneiras que fazemos na nossa vida.

Beijos
Ziggy

“Melinda e Melinda”

Fiz as pazes com Woody Allen!

Ontem saí da rádio e fui à sessão da meia noite no Corte Ingles. Como já tenho dito muitas vezes por aqui, tenho muitos filmes em atraso para ver. Escolhi o “Melinda e Melinda” o novo filme de Woody Allen por causa do trailer que tinha visto na véspera quando fui ver o “5x2”. Tenho a dizer que está muito bem feito, o trailer.

Estava muito chateado com o senhor Allen. Achei os seus últimos filmes muito mauzinhos e sem qualquer interesse. Será o problema de realizar um filme por ano? É que realmente por muito bom que o senhor seja é preciso descansar.... Odiei o “A Maldição do Escorpião de Jade” e abominei o “Anything Else” (alias que porra era aquela? Um filme???). Quanto a “Hollywood Ending” até gostei, mas nada de especial...

Com “Melinda e Melinda” acho que Woody Allen volta ao seu melhor.

A mesma história é contada por dois prismas: um cómico e um dramático.

“Melinda e Melinda” tem um elenco fabuloso de onde se destaca Radha Mitchell, uma Nova Iorque cada vez mais bonita e mais bem filmada por Allen, uma banda sonora exemplar, uma fotografia cheia de pequenos pormenores e cativante e um argumento eficaz e bem construído que no final nos transmite uma mensagem que muitos deviam ouvir e seguir.

E depois sempre surge a belíssima Amanda Peet. Ela no filme é uma assistente de realização e anda de saltos altos nos locais de filmagens. Muito me ri eu... Tudo em prol do glamour... E mora numa casa fabulosa, se bem que preferi o loft da Chloë Sevigny. Vejam o filme de depois digam o que acham...



Houve dois diálogos no filme que não me quis esquecer. Um deles, que infelizmente não me lembro bem, afirmava que o amor é algo que nunca termina bem. Que mais tarde ou mais cedo acaba e depois vem o sofrimento. Em traços gerais era esta a ideia! Acho que concordo e pelos vistos também muitas pessoas deste planeta.

No final do filme fica outro grande cliché, mas que é sempre bom ouvir: A vida é curta demais para sofrermos. Por isso o melhor mesmo é aproveita-la o melhor que pudermos.

Onde se assina a petição?

Quando acabou o filme, lá saí da sala sozinho mais os 4 casais que lá estavam. Chego ao carro e ligo o rádio na Oxigénio. Estava a tocar um instrumental tão saboroso que não consegui arrancar. Depois Roycksopp... Aí já estava a caminho de casa.


Ass: Gattaca


PS – Fiquei furioso no Corte Inglês. Os cabrões dos bilhetes já custam 5€20. E à segunda-feira não têm desconto... Porque não fui eu ao Monumental e utilizava o meu cartão?? Adoro as salas dos Corte Ingles, mas 5€20 já é caro demais... E para mais ainda nos candidatamos a levar com a merda das pipocas...

segunda-feira, 10 de janeiro de 2005

A idade não perdoa!

Meu Deus (e por favor pedro não respondas), o que aconteceu a este senhor????



Eu até sentia alguma atracção pelo Val Kilmer... Mas pelos visto virou um porquinho! Será que está casado ou com um namoro mais duradou? Ninguém pode negar que quando temos alguém ficamos mais inchaditos. E quanto mais duradoura pior. Se morarmos juntos é o descalabro total. Lá está uma vantagem em se ser solteiro. Não engordamos!!
Quanto tive os meus bonitos 82 quilos, morava com o NC. Moramos juntos durante 3 anos e meio. Estava lindo eu. Tipo leitão. Tristezas do passado! A gordura, não o namoro.

Ass: Gattaca

O que é Marido ???

Uma revista inglesa organizou um concurso para descobrir a melhor definição de "marido".

Eis o texto vencedor...

"Marido é aquela pessoa amiga e companheira, que está sempre ao seu lado para ajudá-la a resolver os grandes problemas que você não teria se fosse solteira."

Ass: Gattaca

que azedume....

amores, lembram-se daquele representante da espécie masculina que se senta todos os dias ao meu lado e me parece um excelente exemplar? Pois que o sonho estava a durar há demasiado tempo... fontes bem colocadas acabaram de me informar que ele é "casado".
Só me sobram os porta-chaves... ou nem isso!
Que coisa, que azia.

Beijos
Ziggy, grilo azedo

“Don’t Leave”

Depois do fim-de-semana que vivi só me apetece fazer minhas palavras, as palavras de uma música dos Faithless.

Faithless
”Don't Leave”
Reverence (1996)

“Packing your bags like people in the movies do,
All severe, and not saying a word,
And I'm sitting down here just watching you,
And I'm thinking:

Where is all the love gone?
Where's the love gone to?
Don't leave,
You got me hurting,
Don't leave
You know it's never been easy to love someone like me,
Oh, don't leave.

Hanging with friends like we used to do,
I didn't know anything was wrong,
And last night while I was thinking it through,
Trying to find who am I and what do you need me to do?

Don't leave.

There's a record you used to play,
there's Joannie singing
'best to be without you',
And I know just what she's singing for,

Where did all the love go?
Where's the love gone to?
Don't leave.
You got me hurting,
Don't leave.
You know it's never been easy to love someone like me,
Oh, don't leave.
Where did all the love go?
Where's the love gone to?
Don't leave.

We'll fly around the world, give you what you're giving me,
I should have dressed you up in pearl,
Finest silk to touch your skin,
Don't know how to write a love song,

But Don't leave.
You got me hurting,
Don't leave.
You know it's never been easy to love someone like me,
Don't leave.
Don't leave.
Don't leave.
Don't leave.

Nesta música os senhores largaram os sintetizados e batidas electrónicas por uma guitarra e piano... E deu origem a este tema simples, mas eficaz.

Quanto ao fim-de-semana fui umas 2 ou 3 vezes a casa do JP. O mais complicado foi mesmo a primeira vez que lá entrei. Foi sexta depois da rádio. Consegui sair mais cedo e ele tinha-me pedido para passar por lá porque gostava de me mostrar a casa. E assim foi... Lá fumámos um charro, lá estivemos um bocado à conversa, até que fico cheio de sono e venho para casa. Chegado a minha casa choradeira total... Estava a precisar... Cama dormir!
Sábado à noite lá voltei eu para participar num jantar de apresentação da casa... Só que desta vez iam lá estar os amigos do “ex-casal”. Podia ter sido um caos, mas acho que não o foi para ninguém... Saído da festa perto das 03h, fui com o XRL8 para o Fluid ter com alguns dos amigos que estiveram na passagem-de-ano. Foi muito boa a conversa. E desta vez não houve choradeira pós-encontro-JP.
Domingo à tarde lá tive de voltar a casa dele para ir buscar uns papéis e outras coisas que lá tinha deixado.
Para fechar com chave de ouro finalmente fui ver o “5x2” do François Ozon... Ainda não percebi se gostei ou não do filme. Apenas não quero acreditar que o amor seja aquilo e que uma vida a dois implique traições e infidelidades... Ou será?

Ass: Gattaca

Previsões para 2005

Estas são as previsões da Maya para os Escorpiões. Como sabem ambos os directores deste clube pertencem a este signo... E muitos dos sócios também...

“A MORTE, cuja invocação continua a atemorizar quem ouve o seu nome é, ao invés, uma carta positiva embora muito forte e radical. Escorpião tem pela frente um ano forte durante o qual saberá que escolhas fazer e que caminhos trilhar. 2005 é um ano de grandes definições e mudanças. Velará mais do que nunca pelos seus direitos e não se vergará a situações de domínio. Nem sempre tem facilidade em mudar e cai frequentemente em estados de obsessão sentimental; em 2005, tal não vai acontecer, porá fim a situações desagradáveis no momento certo. Deverá rodear-se das pessoas certas e tirar do seu caminho quem não se rege pelos mesmos parâmetros. Nem tudo será rápido até porque alguns se encarregarão de colocar entraves ao seu percurso mas saberá de facto com quem pode contar. A criatividade ajudará na gestão dos recursos económicos. Na saúde terá um ano radioso. Poderá ter pequenos problemas ósseos que exercícios de postura acabarão por resolver e deverá também ter em conta a saúde oftalmológica. Necessita de fazer muita praia para manter as energias equilibradas.”

Está dito...

Ass: Gattaca

Os Melhores de 2004 #3

Finalmente uma categoria onde consigo preencher todas as vagas...

5 Álbuns

“Cinema”, Rodrigo Leão
“AM/FM”, The Gift
“2046”, Banda Sonora
“Humanos”, Humanos
“Talkie Walkie”, Air

Ass: Gattaca

sábado, 8 de janeiro de 2005

TODA A VERDADE!

"quem há dez anos tinha 20 anos, agora tem 30",
Rui Unas, in Corte i Costura, Sic Mulher

olha que coisa esperta. este senhor é inteligente.

beijos
Ziggy

sexta-feira, 7 de janeiro de 2005

às vezes...



... é assim que me sinto!

Beijos
Ziggy, splat!!!

O melhor de 2004... mais ou menos!

Eu sempre tive uma grande aversão a esta altura do ano. O momento dos balanços.
Porque:
1) tenho sempre de recorrer à agenda, porque só me lembro dos últimos acontecimentos do ano;
2) nunca tenho uma lista definitiva de discos que gosto mais... até porque os que eu gosto acabam sempre por ser do ano anterior ao da selecção;
3) não consigo escolher as canções;
4) não vi os filmes todos;
5) não ouvi os discos todos, principalmente os tugas;
6) e nem 10 razões para não me lembrar do que mais gostei em 2004 consigo arranjar!

Tentando reunir o que MAIS gostei sem ordem, nem área:
Concertos:
- Maria Rita no Coliseu de Lisboa em Janeiro de 2004;
- Rufus Wainwright na Aula Magna em Novembro de 2004;
- A cidade Rock in Rio... nem tanto os concertos, além da Alicia Keys, em Julho de 2004;
- O pouco que vi do concerto dos Muse no Super Bock Super Rock em Julho de 2004;
- Pet Shop Boys em Alcochete em Outubro de 2004;
- Rodrigo Leão c/ Beth Gibbons no CCB em Novembro de 2004;
- Gift no Teatro São Luiz em Dezembro de 2004;

Filmes/TV
- Before Sunset;
- Kill Bill;
- 6ª série do Sexo e a Cidade;
- trilogia do Star Wars (que não tenho ainda, por questões financeiras, mas que já fui vendo!)
- Paycheck;
- o Diário de Bridget Jones (para ter uma comédia);
- Crueldade Intolerável (por causa do George Clonney, mas também porque tem MUITA piada!);
- o Fantasma da Ópera (o próprio actor, Gerry Butler, e não o filme... ainda estou à espera que me confirmem se ele foi dobrado no filme. Acho que não);
- Lost in Translation;
- Shark Tale;
- Shrek;
- Garfield (pela animação!)
- A QUINTA DAS CELEBRIDADES (de onde não consegui surripiar um coelho, mas iam ficando com um porco)

Discos/canções
- Gift;
- Pluto;
- duas canções raras dos Smashing Pumpkins - Blank e Medellia of the Gray Skies - que consegui recuperar de lados B;
- REM (pelo Leaving New York);
- Rodrigo Leão (Cinema)
- Elis & Tom Jobim (reedição)
- Elysian Fields;
- Rufus em eterna rotação;
- "Two Fingers" dos Bang Bang, recuperado de Je T'aime Je T'aime, antes de ouvir Silicone... o novo disco;
- "I Do" dos Placebo;

Livros
- O Sol Cai no Tibete;
- Viagem sem Regresso;
- 31 Songs (Nick Hornby).

Diversos
- Os meus amigos (os velhos e os novos);
- Os encontros "Sexo e a Cidade" (como o Gattaca lhe chama!);
- Os PETIT GATOUX!;
- As noites no Bairro e as morangoskas! (ICK!);
- O Clube!;
- As festas!;
- O meu Zen! (o iPod dos pobres);
- A minha TV LCD.
(tem piada que estes diversos aconteceram todos depois do meio do ano... depois de Maio... o que não deixa de demonstrar que de facto andava a pastar vacas durante a primeira parte do ano a fingir que era uma menina de família!!!!)

Por agora é o que me lembro assim de bom!
Depois escrevo mais!

Beijos
Ziggy

O Melhor de 2004 # 2

Hoje é a vez do cinema, e a ordem é de novo aleatória...


10 Filmes

“2046”, Wong Kar-Wai
“Antes do Anoitecer”, de Richard Linklater
“Lost in Translation”, de Sofia Coppola
“A Estranha Vida de Igby”, de Burr Steers
“Má Educação”, de Pedro Almodóvar
“Eu, Robot”, de Alex Proyas
“A Vila”, de M. Night Shyamalan
“The Incredibles”, de Brad Bird
“Antes do Anoitecer”, de Richard Linklater

Infelizmente não consegui arranjar 10 filmes que tenha gostado bastante, apenas 9... Fiquei pendurado por um...

Também cheguei à conclusão que fui muito pouco ao cinema. Desejo para 2005: ir mmmmmuuuuuiiiiiiittttttaaaaassss mais vezes ao cinema...

Ass: Gattaca

“The Company”

Hoje não me apetece estar com grandes explicações ou histórias... Recentemente este filme de Robert Altman voltou a entrar na minha vida. Sem perguntar, sem pedir autorização. Apareceu...








No fundo, no fundo o filme é mau e com total ausência de enredo ou fio condutor. Zero mesmo!! Mas ficam gravadas na memória as imagens e as coreografias da Joffrey Ballet of Chicago e as diversas músicas... De arrepiar. Só por isso aluguem “The Company”


Ass: Gattaca

PS - Curioso: esta é a segunda vez que a família Campbell aparece esta semana na minha vida. Primeiro o irmão, agora a irmã... Queres ver?? Tu queres ver que no fim de tudo ainda fico com o Pitof??

quinta-feira, 6 de janeiro de 2005

Ziggy is a popstar with a wouded knee - Final of the final chapter

Eu sei amigos que estão ansiosos por saber o final desta novela épica... que parece as novelas da TVI em reposição recorrente.
Mas conto-vos tudo já de seguida.
Aí fui eu... desdentada e artilhada com uma coisa na boca a fazer de dente. Está uma perfeição. Nem dá para notar que eu cá tenho um dente postiço!
Rumo à CUF.

Aproveitei o trânsito da 2ª circular para retocar a maquilhagem, claro, nada de brilhos ou coisa do género. Nem borbulhas à mostra. Mas sem retirar o ar de "coitadinha de mim, hoje afanaram-me a boca e ainda tenho uma dor no joelho", que era uma estratégia para o doutor não se esquecer de mim.

Minutos dentro do consultório, à espera do doutor, que ao que apurou o meu nariz, estava a fumar um cigarro, tornaram-se horas. Aquele consultório não é dele, de certeza. Está cheio de estátuas de mãos... ora ele gosta de joelhos e pés... só pode estar em terreno alheio.
- Como está? (sorriso)
- Andando! Mas melhor, sim. (ar miserável)
bla bla bla bla (conversa de médicos)
- Agora vou querer ver os seus joelhos...
- Os dois?!?!?
- Sim os dois! (sorriso)

Esta é a parte em que eu puxo as calças para cima... e ficam as minhas meias às riscas, como sempre, à mostra! Queridos, é para cima, não é para baixo! Estão comigo?!
O doutor ensinou-me uns novos exercícios para o joelho, depois de o ter analisado com muito cuidado. Quase à lupa. Já sabe que não pode mexer no outro. Que eu não deixo. É muito sensível.

- Tem de ficar boa para Maio...
- Maio?
- Sim temos convenção... em Lisboa!
- de Fitness? (tou completamente fora do esquema caramba!)
- Sim! E vai como minha convidada! (gargalhada)
- Como sua convidada? Como o seu caso de medicina desportiva.
- Olhe que boa ideia, o meu case study!
...
Ele chamou-me "o meu case study".
Sabem aquele smile que lhe salta os corações nos olhos... agora tripliquem o seu tamanho... Era assim que eu estava!
...
Contou-me ainda que fez RPM e Body Combat (ou coisa semelhante). Não sabe se conseguiria fazer novamente.
Ele é o triplo do meu tamanho, em altura certo, mas eu podia dar-lhe umas aulitas. Até que eu tenho queda pra coisa. E ajudava-o a recuperar a boa forma física num ápice!!!! Mais depressa do que ele me arranjou o joelho! Muita flexão, muito abdominal. Muita pedalada!
Ganda maluca eu!

Posso voltar ao gym dentro se umas semanas. Fazer bicicleta e eliptica.
Ao médico, só o vejo daqui a 6 semanas. Estou melhor, a frequência no hospital desce. Parece uma eternidade. Com o que é que me vou entreter até lá? Dou cabo da outra perna?

Beijos
Ziggy, o grilo histérico em directo do parque das nações! MUITO À FRENTE!

apercebi-me...

...tenho um fantástico exemplar da espécie masculina a trabalhar aqui ao meu lado! Porque é que eu estou sempre distraída?
Será comprometido? Será casado? Ele passa as noites aqui a trabalhar nesta espelunca, será?

Que será, será... whatever will be, will be!

Beijos,
Ziggy, o grilo falante (vou ter de fazer jus ao meu nick)

O caos...

Amores, arrancaram-me o dente. Aquele dente que ameaçava cair a qualquer momento.
Tenho uma prótese em substituição do dente que era de leite. Sim de leite. É uma herança familiar. Todos temos um dente de leite além da idade em que eles devem cair.
Não consigo tirar a prótese e olhar para a minha boca. Estou a sentir-me um caos humano. OK, há pessoas em estado muito pior, mas eu tenho este trauma monumental com os dentes.
E o tamanho do alicate? Um alicatão. Não doeu nada, certo. Agora é que doi. Mas o que doi mais é olhar e ver o cenário de destruição.
Acho que vou chorar.
Buuuu

Beijos
Ziggy, grilo falante... desdentado mas com prótese que anula a desdentação temporariamente

PS: Já vos revelo as minhas escolhas de 2004
PS2: Sabem que hoje tenho consulta no Ortopedista? É verdade. Mas não estou com espírito para lhe explorar os sentimentos... além do mais, sentindo destroçada a minha tacha...
PS3: e a fome? a fome que eu tenho!

O Melhor de 2004 # 1

E começo hoje a apresentação dos meus tops de 2004. O primeiro é dedicado às músicas... A ordem é aleatória.

10 Músicas

- “An Answer”, The Gift
- “Walksong”, Hessismore
- “Say Goodbye [Losoul “She’s Homeless” mix]” – Khan feat. Julee Cruise
- “Mass”, Hawke
- “Jeux D’Amour”, Rodrigo Leão
- “Run”, Air
- “Oh Superman [M.A.N.D.Y. remix]”, Lauren Andersson
- “Luz Vaga”, Mesa & Rui Reininho
- “Rugas”, Humanos
- “L’Inspecteur”, Rodrigo Leão


Ass: Gattaca

PS - De certeza que me estou a esquecer de alguma, mas paciência...

quarta-feira, 5 de janeiro de 2005

Sorry, i'm late!

Calma, calma. Atrasei-me senhores. Distraí-me!
Estava a passear pelas janelas do lado, procurando uma orientação sexual do Exmo sr. Fantasma da Ópera.
Os dois directores juntaram-se uma noite destas para analisar a vida de Gerry Butler. Eu própria conclui que ele seria gay. O director primeiro negou e depois deu-me razão. Era só uma questão de saber. Meter o nariz na vida alheia. Sei lá! É giro.
MAS... e eis aqui a fonte da minha distracção... fui procurar alguns dados sobre a vida deste senhor. Sem paciência para ler as centenas de páginas que as gajas babadas do mundo lhe dedicam, perguntei... fui acusada de "julgar as pessoas pelas aparências" e de ser "ignorante", quando simplesmente perguntei no board do site não oficial do actor se, por um acaso, ele não seria gay! Quase me iam batendo. Perguntar não ofende oh mongas babantes.
Conclusão da pesquisa: Segundo o (ou a) assistente da personalidade em questão, o homem por trás da máscara NÃO é gay. UFA!
Lamento se vos dou uma informação perturbante. Mas é a verdade.
Xiça, nunca mais pergunto nada.
Rock on, ladies man!!!!!! (Só um instantinho que eu vou fazer as malas!)
E esta é mais uma reportagem do mundo do showbizzzzzzz.....

Beijos
Ziggy, o grilo falante, em directo... da... Babilónia?

PS: o filme não é assim tão bom!

“Trick”

O mote...

“A trash-talking drag queen, an estranged couple, a horny roommate, and a résumé-wielding actress - these are a few of the people complicating matters for two young men desperately searching for a place to be alone in Jim Fall's bright romantic comedy. Trick affirms the possibility of love in the most unlikely of circumstances as it follows its two appealing heroes on their perambulations through the gay demimonde of downtown Manhattan”.

O cartaz...



O casal...







Quem consegue resistir a estas caras?? Eu não... Os actores são Christian Campbell (irmão da Neve Campbell) e John Paul Pitoc

E agora, a sequência no quarto...









Na discoteca...



E pronto, fiquei fã deste senhor...

Se quiserem saber mais do JP Pitoc (ou verem mais fotos) descobri imensos sites... Realmente é um mundo... www.bigbone.de/pitoc/ e www.jppitoc.com são os mais interessantes!

E como é que me cruzei com “Trick”?
Na passada segunda-feira ainda estava a recuperar dos excessos da passagem de ano e não fui trabalhar para a rádio. Saí da revista e fui directo para casa. Fiquei horas sentado no sofá a fazer zapping. Nada jeito!!! Levantei-me e fui arrumar os enfeites de Natal e colocar a sala no seu formato original. Realmente saudades do Natal de 2004 não vou ter.
Depois estender roupa, arrumar umas coisitas, chorar um bocado, telefonar a uma ou duas pessoas, ir ao extra comprar comida para jantar e limpar o areão das gatas, voltei a sentar-me em frente à televisão. Novo zapping! Isto já seriam perto das 23h...

Quando passo pela Sic Radical está a dar um filme que me chama a atenção pelo bom aspecto dos dois actores principais. Estavam num quarto a conversar com uma amiga (papel desempenhado por Tori Spelling – uma das senhoras do “Beverly Hill 90210”). Fiquei colado a ver o resto do filme...

Não sabia nada de nada do que estava a ver. Pensava que era um filme da década de 80, mas vim a descobrir que foi filmado em 1999. Se fosse dos anos 80 era bom, mas filmado em 1999 não faz muito sentido.
De qualquer forma gostei da ingenuidade da história, da imagem, de ver novamente Nova Iorque, dos desempenhos, das personagens, do argumento fraquito e com alguns clichés gays e de algumas situações. Fez-me viajar aos dias em que ia a Londres às secções gays da Virgin e HMV ver os filmes e documentários que lá haviam... E não, não eram pornos.. Fiquei com uma colecção interessante, que entretanto foi divida quando me separei do primeiro N. Enfim...

Podem não acreditar, mas foi graças a “Trick” que consegui dar a volta e acreditar um pouco mais no futuro... Pena é o filme ser tão mauzinho. Mas eu gostei!


Ass: Gattaca


PS – O site oficial... www.finelinefeatures.com/sites/trick/

terça-feira, 4 de janeiro de 2005

....

Vai ser complicado escrever este texto de forma lúcida e transparente. Fica a tentativa e as explicações...

Primeiro tenho de pedir desculpas à Ziggy e à entidade que faz o blog referido no meu primeiro comentário do “Pensamentos, Dúvidas e Comentários # 4”. À Ziggy porque realmente tornei público uma conversa sua com a dita entidade. Era uma conversa pessoal que me foi relatada. Falhei como amigo e como pessoa em que se pode confiar em assuntos mais complicados e sensíveis... Peço desculpa!
Sei que não existe qualquer desculpa ou explicação para o meu acto, mas tinha um motivo que vou tentar explicar. Como sempre reajo a quente quando se metem com os meus amigos pessoais . É nesta “gaveta” que está a Ziggy. Ela sabe como eu fico lixado com ela quando não a vejo a reagir perante certas situações ou momentos que até, pelo menos no meu ver, são simples de resolver. É só dizer não. Nunca lho escondi.
Hoje quando me foi relatada uma certa conversa fiquei lixado por a ver mais uma vez a “abaixar os orelhas”. E revoltei-me... E fiz esta borrada! Não devia. Já está feito. Estou cá para arcar com as minhas atitudes...

Quanto à entidade, já falei com ela por telefone. Continuo sem mudar uma virgula no que lhe disse ou escrevi. Tenho a minha vida resolvida em certos aspectos e não os coloco em causa. Não acredito na teoria da conspiração, nem acredito numa privacidade suprema e inviolável. Muito menos quando se surge na Net e noutros locais... Vamos ser adultos e reais. Mas quem sou eu para tentar mostrar aos outros a minha forma de pensar ou ser!!!

Não mudo em nada a minha opinião aqui expressa. Não mudo em nada o que escrevi. Continuo a pensar o mesmo!! MAS: devia ter ficado calado. Não era nada comigo. Ou talvez de uma forma indirecta até fosse. Sempre vesti a camisola deste blog. Se calhar de mais... Agora só o tempo o dirá.

Se calhar sou mau amigo por tudo isto, não sei... Talvez por isso tenho fama de ser um gajo chato, que tem opinião sobre tudo, que não sabe estar calado, que fala, que discute, que batalha pelas suas ideias. Apenas baixo “as orelhas” com a minha mãe e o meu pai. Não se faço bem ou mal... De resto, se uma pessoa me é importante, não lhe minto nem não deixo de ser quem sou só para agradar. Daí os choques entre mim e a Ziggy...

Sobre o meu comentário que tanta polémica está a levantar, e sobre os meus outros textos colocados aqui no blog, sempre me guiei por isto:

“Um canto de Alegrias, tristezas, do que quiserem e de quem quiser. Para dizer piadas, contar histórias, chingar as autoridades. Welcome!”

Foi por isto que sempre me expôs, que tanta história pessoal contei, que tantos “segredos” da minha vida relatei aqui. Erro meu... Este blog para mim servia um pouco como um purgatório da minha vida, de psicólogo, do tal buraco das árvores onde se podiam contar os nossos segredos e tapá-los com lama... Erro meu...

Realmente devia ter-me protegido mais, os meus amigos, tudo... Obviamente não vivo sozinho e isolado numa bolha de sabão. Tenho muitas pessoas na minha vida, dou-me com muitas pessoas. Uns amigos, outros conhecidos. Por tudo isto falei de tantas outras pessoas e nunca me fiquei pelo “eu”. Ainda assim sempre utilizei nicks ou iniciais para falar desses terceiros que se cruzaram comigo, embora isso sempre me irritasse. Odeio tratar pessoas pelos nicks. Eu sou o Paulo, a Ziggy é a Rita... Aqui na Net até alinho, mas odeio passar isso para as conversas entre amigos na “vida real”. Sei muito bem diferenciar a Net, da minha vida pessoal.

Tal como a Ziggy, hoje pensei em sair do Clube. Cheguei-o a dizer numa conversa... Foi mesmo uma conversa que já devíamos ter tido. Por qualquer motivo nunca aconteceu. Às tantas o objectivo do meu polémico texto era mesmo este...

Por diversas vezes não estivemos de acordo com o que aqui foi escrito. Tenho medo de chocar a Ziggy pelos meus textos mais gays ou explícitos. Nunca lhe quis fazer frente. Isto sempre foi uma experiência a dois. Um barco com dois Capitães... Se o fiz peço desculpa. Mas porque não são as pessoas sinceras???

Aceitámos ambos ficar por aqui...

Ainda me lembro quando começámos o Clube a Ziggy ficava irritada porque ninguém lá ia... LOLOL. Sério, nem imaginam... Várias vezes lhe disse no msn para ter calma, que este tipo de coisas demoram a acontecer... Que era preciso ter tempo e paciência.... Passados 6 meses não me arrependo de ter começado este projecto... Não mudo nada do que disse até agora, não me arrependo de nada do que aqui disse.

Lembro-me também que a ideia surgiu da Ziggy, quando fui ter com ela para desabafar por causa dos meus problemas com o JP. Era uma proposta de terapia...

No meio de tudo isto fico contente porque a Ziggy tomou uma decisão. E assumiu... Por mínima que pareça, acho que foi um grande passo para ela...

Aceitámos ambos ficar por aqui...

Afinal este blog sempre tem importância na minha vida... Diz-me que estou vivo. E que isto nunca pára...

Não faço questão de fugir nem de me esconder...


Ass: PAC


PS – Será que tudo isto vez algum sentido???

Hoje pensei...

...em abandonar o Clube.

Mas ponderei a decisão e repensei as razões que me fizeram chegar a essa conclusão.

Razões:
1) eram exteriores à minha pessoa;
2) porque eu gosto do clube e da comunidade que aqui se criou.

Análises:
1) ia desistir do Clube, mais uma vez, por causa de terceiros... e quartos, quintos, sextos...e afins;
2) porque independentemente do que aqui se escreve, que às vezes gosto e às vezes não gosto, no somatório o Clube é um ponto de encontro positivo.
Há textos que leio na diagonal. Há textos que consumo várias vezes. Há textos que não têm ponta por onde se lhe pegue, mesmo que seja o meu nome que está no fim.
De qualquer forma, cada um tem o direito de o criticar abertamente ou não. Tal como em qualquer outro blog. Se calhar não digo para não ferir sentimentos, porque, lá está, eu tenho a mania de ser politicamente correcta e quem se "fode" sou eu. (eu não costumo dizer estas palavras).
(Reminder para 2005: ser directa e honesta)

O Clube continua a ser a minha casa. Não vou abrir outra. Não quero que ninguém o abandone, mas que não se sinta obrigado a ficar. Se o Clube perde os seus pilares, não voltará a ser o mesmo, não se reunirá noutro endereço, não voltará a existir. Morre.
Acho que chegou a altura de se estabelecer regras e fronteiras que não podem ser ultrapassadas.
O Clube continua a não limitar discursos, nem pensamentos. E cada um assume responsabilidade pelo que publica. Estas duas, digo eu. Não a direcção.

Qualquer uma das minhas decisões, ficar ou ir, ia ter um custo elevado. Mas desta vez tomo a decisão que EU quero... e não a decisão que acho politicamente correcta.
Eu fico no Clube.

Beijos
Ziggy

Reminder 2: não ser tão politicamente correcta em 2005.

Pensamentos, Dúvidas e Comentários # 4

- Pela primeira vez o nosso clube foi alvo de censura por ter “textos demasiadamente alucinados”. Por isso mesmo fomos retirados dos links sugestão do “Karmagedeon” em karmagedeon.blogspot.com. Um abraço A.B.!!!! E não te esqueças que a Ziggy está sempre disponível para ajudas técnicas...

- U2 em Portugal no dia 14 de Agosto (domingo). Lá vai começar a loucura...

- Para participar na nova campanha da Versace (com fotos de Mario Testino), Madonna recebeu 15 milhões de euros, bem como acesso à mansão da Versace, em Milão, e roupa grátis daquela griffe, durante os próximos dois anos. Esperta a moça. E o que vale é que a cantora é amiga da Donatella. Faria se não fosse!!!

Ass: Gattaca

segunda-feira, 3 de janeiro de 2005

O Regresso

Olá Olá!!!!

Pois é já de regresso!

Fiquei contente por ver que a Ziggy já pode escrever novamente aqui no Blog. É que com a minha ida até ao Algarve para passar o ano afastei-me de tudo e de todos. Novidades não sei... Apenas liguei para a minha mãe, pai, Ziggy e Mipo.

No Algarve eramos apenas 10 pessoas... Uma casa na Praia Maria Luisa, 1 DJ, muita comida, decoração especial, papoilas, algum álcool, alucinações, ilusões, MD, o Flash (um pastor alemão) e muito boa companhia... Foi tudo tão bom e especial. Tão humano, tão quente, tão protegido, tão...

Ao certo certo, ainda não sei bem por onde andei!!! Escrever sobre isto também está a ser dificil... Acho que ainda não voltei! Nem quero...


Ass: Gattaca

PS - Bom ano a todos...

sábado, 1 de janeiro de 2005

BOM ANO!!!!

Caros amigos e sócios,
Desejo um bom ano a todos!!!!

Não fiz nada de especial esta noite. Não sai de casa. Não é apatia. É costume. Uns foram para cima. Outros para baixo. Eu aqui fiquei. Fiz a minha festa. Montei o circo todo.
Escolhi a ementa, fiz alguns dos pratos, fiz o bolo. Enchi os balões, distribui os chapéus, as máscaras. Fiz colares de contas de cores dos Orixás para cada um. Comprei copos para o beberete de aperitivo.
À meia noite subi para o banco, a custo, equilibrei a carteira na cabeça, e comi as passas. As 12 passas sem pensar em nada. Depois resumo tudo no fim.
Que 2005 seja o inverso de 2004.
Não acho piada a estas noites. São iguais a tantas outras.
Desci do banco, peguei no copo e bebi o champanhe.

Beijos
Ziggy