terça-feira, 19 de outubro de 2004

O regresso da adolescência

Na minha habitual visita aos sites de todo o mundo, eís que me deparo com a seguinte notícias

“Kylie Minogue convida Jason Donovan para digressão

A cantora pop Kylie Minogue pretende convidar o seu ex-namorado Jason Donovan para integrar a digressão do próximo ano, revela esta segunda-feira o jornal britânico “Daily Mirror”.
De acordo com fontes próximas de Kylie, o facto de o dueto com Jason ter tido muito sucesso, levou a cantora a querer actuar novamente com o australiano.

Minogue e Donovan tornaram-se num par famoso aquando da participação de ambos na série “Vizinhos”. A música cantada pelos dois – “Especially For You” - chegou ao top em 1988, onde se manteve durante 14 semanas.”

A capa do vinil



Uma imagem do video-clip



É a isto que eu chamo uma grande viagem à adolescência sem qualquer aviso. Acho que “conheci” a Kylie Minogue na mesma altura de Madonna . E foi logo com o “Locomotion”, depois veio o “I Should Be So Lucky” (esta nunca gostei), o “Je Ne Sais Pas Porquoi”, o “Got To Be Certain”, o “Would Change a Thing”, o “Never Too Late”, o “Hand on Your Heart”, o “Better The Devil You Know”, o "Shocked”, o “Things Can Only Get Better” e por aí fora... Fazendo contas rapidamente devia ter perto de 13 ou 14 anos. Ainda a australiana não era o fenómeno quue é actual. Agora é fashion gostar da Kylie Minogue, antigamente não era...
Nessa fase ainda não pensava muito em sexo (pelo menos com homens e acho que nem com mulheres) e por isso nutria um sentimento muito estranho pela Kylie. Tinha (e ainda tenho) todos os álbuns e singles em vinil. Lembro-me também de comprar todas as revistas onde aparecia a senhora. Lembram-se da “Bravo” em alemão? Quantos jovens nacionais não compraram esta revista pelas fotos e posters? Sim, porque entender inglês está quieto ou mau... Acho que cheguei a forrar livros e dossiers da escola com fotos da moça. A paranóia era tanta que cheguei a ter algumas T-shirts, um espelho e umas porcarias com a foto da Kylie. É estranho! E tudo isto me veio à memória só por ler esta notícia...
Quanto a Jason Donovan acho que ainda editou 2 álbuns de sucesso (ainda tenho o primeiro mas já em CD) e depois desapareceu. Ainda ficou com o papel principal de “Joseph and the Amazing Technicolor Dreamcoat” um musica de Andrew Lloyd Webber e de resto nada de especial!!!!



Ass: Gattaca


PS – As coisas que se descobrem na net... Andava eu todo feliz a procurar fotos da Kylie e do Jason, quando de encontro esta....



E esta...



O senhor é estranho... Ele não era casado? Diz que é moderno e metrossexual!

PS2 – Agora prometo que não escrevo mais nada hoje e fico quietinho no meu lugar. Só que isto de manhã é muito mais inspirador que a noite. E assim como assim pouco tenho para fazer no “Manhãs da 3”. E mesmo assim ainda vou levar nas orelhas da Ziggy: “escreveste muito”, “não coloques tantas fotografias porque o blog fica lento”... Ou talvez não!

Sem comentários: