terça-feira, 20 de julho de 2004

Coincidências

(originalmente publicado na terça-feira, dia 13 de Julho de 2004)

Há coincidências? Acasos? Ou estará tudo pré-destinado? E de facto não há mesmo coincidências?
É bom acreditar que há coincidências. Que são elas que nos levam ao ponto de tomar decisões. Avançar ou recuar. Escolher o caminho certo ou o errado. A desviar-se para se unir ou afastar.
Mas pensar que cada um de nós tem uma vida programada, com êxito ou fracasso, arquitectada por um grande engenheiro da vida, não é uma ideia pessimista. Porém isso invalida a ponderação, a escolha, a decisão, porque qualquer que seja a direcção em que o ponteiro aponta estará sempre pré-destinada. Por isso para quê o esforço?
Será a vida pré-destinada e nas disfunções dessa programação há coincidências e acasos, como um crédito oferecido pelo destino?

Ziggy

PS: Gattaca, olha não sei o que me deu para filosofar a esta hora. Terás ideias melhores dos que as minhas? Se calhar logo, já penso com mais tranquilidade.

Sem comentários: