sábado, 31 de julho de 2004

Caros, caríssimos leitores,

Desculpem, desculpem a ausência. Mas a praia tem estado tão boa! E depois de um dia de praia, um filme, e depois adormecer no sofá… mais a esplanada, mais o passeio de bicicleta, as 20 vezes que a cadela tem de ir à rua, o almoço, o lanche e o jantar, não sobra tempo para o blog… mas juro que estou com ele em pensamento, juro…
Acho que para a semana vou fazer umas aulinhas de surf… errrrr… é que eu aguento-me muito mal na prancha… errrr… Depende do mar… por enquanto tem estado flat… hmmmm em todos os aspectos if you know what i mean!!

BJS na bochecha!!!!!!!
SURF’S UP DUDES!!!

Ziggy

terça-feira, 27 de julho de 2004

Convívio forçado... à conta do marisco

Comer marisco tem o seu quê de social… nomeadamente num pequeno, mas muito famoso, restaurante da Ericeira, o “Mar à Vista”! Eu nem gosto muito de marisco… gosto mesmo é de molhar o camarão na maionese e comer o pãozinho torrado com recheio de sapateira, o resto são adornos!
Bem, mas contava eu que se cria um ambiente de grande companheirismo neste pequeno tasco, requintado claro, do senhor Quim, ao qual eu sempre fiz visitas relâmpagos, sem chegar a comer. Com o passar dos anos, já sem nada de urgente na agenda durante as férias, passei a ter tempo para me sentar e compartilhar estes momentos “inesquecíveis”.
Sendo eu naturalmente desastrada, quanto mais pequeno é o espaço, maior é a probabilidade de fazer uma grande asneira.
Ao primeiro molho percebes, directos da travessa para o prato, saltou o primeiro esguicho! Que vergonha!
“Ai peço muita desculpa”, disse eu cor de lagosta a um jovem adulto devorador de camarões de espinho que estava sentado mesmo ao meu lado… o cotovelo dele devia estar 20cm afastado do meu, tal é a pequenez do restaurante (que é mesmo muito famoso por ser assim patusco).
shttttttttttttt, segundo esguicho… raios partam os percebes…
“Estão fresquinhos, acabadinhos de chegar”, disse o senhor Quim.
“Ai peço desculpa novamente, mas o marisco é mesmo assim”, disse eu outra vez, já me tornando arroxeada!
“Não faz mal”, respondeu o senhor devorador de camarões.
UFA! Finalmente os percebes acabaram, depois de me ter esguichado a mim, ao vizinho da frente e ao do lado!!!!
Pok, pok, pok…. Zoing….. paft….
Em género de pagamento o meu vizinho do lado, o que estava a 20 cm do meu cotovelo, retribui-me com um bocado de sapateira, que voou directamente para o meu prato de maionese!
“Ai peço muita desculpa”, disse ele desta vez.
“Isto faz parte da ementa. Não tem problema nenhum”, respondi eu, sem saber se havia de pegar no bocado de sapateira e devolver-lhe em mão, se no copo para abrir caminho à mão do vizinho para resgatar parte do seu jantar!
À conta do marisco, mais uma vez, convívio forçado!

Bjs
Ziggy

segunda-feira, 26 de julho de 2004

Princess Leia meets the Sound of Music with The Von Trapp Family

The hills are alive with the sound... of spaceships... la la la la!!!!!


Não sei se há muito mais a dizer do primeiro fim de semana de férias!!!!!

BEIJOSSSS SALGADOS!!!!

Ziggy

sexta-feira, 23 de julho de 2004

De partida!!!!

Esta semana de countdown nem custou assim tanto a passar... que bom! Férias.
Estas férias deviam ser outras, de outro tipo. Não vou para o sítio onde pensava ir, não vou com quem pensava ir, não vou fazer as coisas que pensava que ia fazer. Mas não passei muito tempo a chorar sobre leite derramado. Já me senti mal o suficiente. Esgotei essa fonte! Agora quero é mesmo ir de férias. Sair daqui e desligar!

Nestes quinze dias, vou reflectir sobre o que se passou nos últimos meses. Mais ou menos como um balanço, que eu gosto tanto de fazer. O que correu bem, o que correu mal. Serviu para quê, com que fundamento. Alguma coisa foi interiorizada, com certeza!

Estou de partida. Quer dizer, ainda me falta empacotar a tralha, os discos, os livros, os jogos... para estas semanas vou levar:

Para ler: Dictionary of The Martial Arts; Jogos de Palavras, Ana Teresa Silva; "Romance em Amesterdão", de Tiago Rebelo; "Outras Histórias de São Francisco" de Armisted Maupin e o "Código de Da Vinci". (Acham que consigo ler isto tudo?!)

Para ouvir: "Best Kept Secrets", Lamb; "Working For The Man", Tindersticks; "Riot On An Empty Street", Kings of Convenience; "Songs For Someone", Perry Blake; "Perfil", Lulu Santos; "Perfil", Adriana Calcanhotto; "Mares Profundos" Virginia Rodrigues; "Absolution", Muse; e mais umas compilações que eu fiz com músicas de Combat e Attack!

Para jogar: Enter The Matrix, House of the Dead 2 (um clássico) e Tomb Raider, Angel of Darkness


RECADOS

Aos amigos: Paulo (e clã respectivo), Susana, Sérginho, Ana Luísa, Filipe & Luísa... APAREÇAM!!!!!!

Aos outros que também são amigos: MANDEM MAILS! OU SMS! OU POMBOS CORREIOS! OU ESTAFETAS! OU CARTAS! (Lua cheia conta-me tudo! E se precisares de dicas já sabes!)

Aos que têm um lugar especial no meu coração: Não me esqueço de vocês!

Ao Gatito Preto e Je_Bois: Vocês têm de pressionar o Gattaca para que ele mantenha o blog vivo! Senão chego cá e tenho as plantas mortas!

Aos que não se inserem em nenhum dos grupos: badamerda!

I'm READY TO GO!!!! FUI!!! VOLTO DAQUI A 15 DIAS!


BJS
Ziggy, de férias!


PS: O gattaca está vivo e feliz com o seu João de papo para o ar com o amigo Dudu e a Vera! Na segunda semana de Agosto cá estaremos em dupla para relatar mais episódios de vidas verdadeiramente reais!

PS2: Eu passarei por aqui para espreitar... e deixar uns posts se calhar! Não sei ainda!

PS3: Hoje fiz duas boas acções. Daquelas propositadas... de bom coração. Primeiro, logo de manhã, indiquei o caminho para Espanha a um espanhol. (estranho né? mas as placas não indicam anda, é verdade!) Follow me... ele perguntou-me obviamente se eu também ia para Espanha! ehehe... não, mas o caminho é o mesmo! Fiquei logo bem disposta!
À hora de almoço dedici oferecer um mini-rato optico a um amigo que ia de ferias com um portatil com um daqueles ratos horriveis a meio do teclado! coitado. como eu sou a perita nestas coisas, ofereci-lhe o rato e ele ficou todo contente! além disso ao primeiro desacato com o rato, era a mim que ele ia ligar...

Fiquem a ouvir "Encontros e Desencontros" de Milton Nascimento, cantado por Maria Rita

quinta-feira, 22 de julho de 2004

82 euros mais pobre, mas 4 CDs mais contente!

Quando eu entrasse na Fnac, os alarmes deviam disparar! Podia ser que assim eu me envergonhasse de vez e não gastasse resmas de dinheiro a comprar discos.
Sentindo-me desolada, pobre, carcomida, raivosa, e outras coisas mais, ao deixar ficar esquecido o meu CD dos Tindersticks nas mãos de quem não devia, resolvi buscar um exemplar igual à hora de almoço... não só encontrei o original, mas encontrei também uma edição nova e limitada, quase com os mesmo conteúdos, com um CD extra de raridades. (o preço também foi extra, mas isso agora não interessa nada!)
Feliz e contente, continuei a vasculhar as prateleiras, mais uma volta e outra voltinha... e aqui é que a porca torce o rabo, porque além dos Tindersticks, ainda trago os Kings of Convenience, o Perry Blake e um CD especial, ao menos em saldo, dos Lamb... QUE COISA!
Não bastando a bela da conta que já levava só da ala dos discos, ainda passo pelos livros... somando tudo, estou 82 euros mais pobre! Embora esteja quatro discos, e 3 cds-extra, mais contente!!!!!!!!!

Bjs
Ziggy

PS: A rodar hoje: "Best Kept Secrets", Lamb; "Working For The Man", Tindersticks; "Riot On An Empty Street", Kings of Convenience; "Songs For Someone", Perry Blake.

PS2: Falta 1 dia!!!!!!!!!!! Minha bike tou quase a xigar!!!!!!

A ouvir em repeat
Gorecki, Lamb

If I should die this very moment
I wouldn't fear
For I've never known completeness
Like being here
Wrapped in the warmth of you
Loving every breath of you
Still in my heart this moment
Or it might burst
Could we stay right here
Until the end of time until the earth stops turning
Wanna love you until the seas run dry
I've found the one I've waited for

All this time I've loved you
And never known your face
All this time I've missed you
And searched this human race
Here is true peace
Here my heart knows calm
Safe in your soul
Bathed in your sighs
Wanna stay right here
Until the end of time
'Til the earth stops turning
Gonna love you until the seas run dry
I've found the one I've waited for

The one I've waited for

All I've known
All I've done
All I've felt was leading to this
All I've known
All I've done
All I've felt was leading to this
Wanna stay right here
'Til the end of time 'till the earth stops turning
I'm gonna love you till the seas run dry
I've found the one I've waited for
The one I've waited for
The one I've waited for

Wanna stay right here
'Til the end of time 'till the earth stops turning
I'm gonna love you till the seas run dry
I've found the one I've waited for
The one I've waited for
The one I've waited for



quarta-feira, 21 de julho de 2004

Uma velha paixão

Hoje roda na grafonola: "Grace" (1994) e "Sketches" (1998) de Jeff Buckley

Lembrei-me destes discos já no finalzinho do dia. São discos do século passado... do milénio passado até. Mas ainda há quem os inclua na programação de rádio (Radar, claro! Será que continuas sem perceber a razão pela qual gosto de ouvir esta rádio? What does it matter now anyway!?).
Recuperar estes dois discos provoca-me um misto de emoções. Um período de tempo bastante agradável, com chatices também (algumas bem graves), mas do qual retiro quase só coisas boas e positivas. Uma paixão do passado, mas que se reanima quando pego nestes discos que chegaram às prateleiras ainda na época do vinil.
Ouvir estes dois discos é como respirar ar puro numa inspiração profunda e completa que não temos tempo para fazer no dia-a-dia.
Não tenho palavras. Até porque nem me apetece falar... ou escrever... ou whatever.

Bjs

Ziggy

PS: Caros membros, não há notícias de Gattaca

PS2: Caros membros, SÓ FALTAM DOIS DIAS PARA AS MINHAS FÉRIAS!!!!!!

PS3: Caros membros interessados em Body Combat: vai sair o mix 21. Já temos poster e alinhamento do disco. Não sei se aguento o Inverno inteiro a ouvir este mix, que recupera canções do Top Gun! Até porque o mix 20 bateu todos os recordes em termos de músicas... ganha Ska8ter Boy pela melhor coreografia! Já o poster também não é grande coisa, porque o melhor foi mesmo o 18!
Check for yourself as novidades para Setembro!

terça-feira, 20 de julho de 2004

Notícias de Gattaca e os dilemas das férias de Ziggy

Caros leitores preocupados,

Gattaca deu sinais de vida, finalmente!!! É verdade! Gattaca está de férias e manda beijinhos e abraços a todos. Confirmou que assim que estiver perto de um computador com Internet vai "postar" para todos vós que o esperam com ansiedade. Sim... contra factos não há argumentos; o certo é que desde que Gattaca rumou aos Algarves que as visitas têm descido: será da ausência de Gattaca ou começaram as férias para todos ao mesmo tempo? I wonder (again).
Gattaca contactou o Clube para comunicar que o fim de semana no Algarve foi fantástico. Sem sexo, com drogas, sem rock and roll... mas com muita música de dança. Dançou durante 10 horas... seguidas. E acordou de facto às quatro da tarde de domingo com vários músculos lesionados (mariquinhas pé de salsa, é o que é!!!!)

E é este o resumo dos últimos dias de Gattaca, de quem tanto sentem falta.

Quanto a mim, estou a pensar também nas férias. Apetrechos para os dias offline!
Uma das minhas maiores preocupações, em qualquer viagem, são os discos... o que levar? Será que quero este e aquele? E o outro... se levo o outro, tenho de levar ainda mais aquele... dilemas! Aceitam-se sugestões... contem com dias de sol e dias de chuva! Pôr-do-sol cor-de-rosa!

FUI!

Beijos
Ziggy

PS: Já só falta quarta, quinta e sexta!!!!!!!

PS2: Gatito preto, ONDE ANDAS TU?????

PS3: Je_Bois, ainda bem que regressaste para dar ânimo ao board. Honras sejam feitas ao Mike!

PS4 (já na pós publicação do post): Porra, acabei de me aperceber da falta de um disco de colecção... ficou perdido entre os bens da separação! Porra 3 vezes! Não emprestem discos de colecção... ai dói tanto ver a capa vazia. :(

PS5 (já depois do PS4 na pós publicação do post): A rodar esta noite:

"A Doença do Bem", dos Clã, extraído de "Lustro", 2000 (note-se, letra de Manuel Cruz)

Tentei esconder a minha raiva
De mim, por ti
Não sei por quem o fiz
Avançou meus braços
Como a cura para o bem
E eu não quis deixar

Em ti pensei ouvir a minha voz
Meu ar, tão só
Tentando ser feliz
Diz quais os teus planos
Quem vais tu matar no fim
Quando eu acordar

Depois de ver o que acabou
De que vai valer a minha voz
Será que o bem nos faz sofrer
Por nunca o vermos existir em nós

E é tão bom sentir de novo o teu calor
É tão maior que o mais profundo amor
E é isso que me assusta
Ver-te assim denunciar
Quem eu não quis ser

E a mesma luz que nos guiou
Que nos trouxe aqui
Devolve-nos ao escuro
Antes do meu corpo arder
Sem promessas de um futuro
Só eu e os meus planos
Sem nenhum sinal de ti
Para me salvar

Depois de ver o que acabou
De que vai valer a minha voz
Será que o bem nos faz sofrer
Por nunca o vermos existir em nós

O que vai valer
Porquê esconder a minha raiva
O que vai valer
Isso é fugir da minha sombra

Depois de ver o que acabou
De que vai valer a minha voz
Será que o bem existe em nós

Coincidências

(originalmente publicado na terça-feira, dia 13 de Julho de 2004)

Há coincidências? Acasos? Ou estará tudo pré-destinado? E de facto não há mesmo coincidências?
É bom acreditar que há coincidências. Que são elas que nos levam ao ponto de tomar decisões. Avançar ou recuar. Escolher o caminho certo ou o errado. A desviar-se para se unir ou afastar.
Mas pensar que cada um de nós tem uma vida programada, com êxito ou fracasso, arquitectada por um grande engenheiro da vida, não é uma ideia pessimista. Porém isso invalida a ponderação, a escolha, a decisão, porque qualquer que seja a direcção em que o ponteiro aponta estará sempre pré-destinada. Por isso para quê o esforço?
Será a vida pré-destinada e nas disfunções dessa programação há coincidências e acasos, como um crédito oferecido pelo destino?

Ziggy

PS: Gattaca, olha não sei o que me deu para filosofar a esta hora. Terás ideias melhores dos que as minhas? Se calhar logo, já penso com mais tranquilidade.

Cuidado... Ziggy é radioactiva!!!!!


From Go-Quiz.com

PS: este post está enguiçado desde ontem, caraças! Ai perdoem-me!

PS2: sim eu sei que têm saudades do Gattaca... mas eu juro que já tentei ligar-lhe. Que seja publico que a única mensagem que ele me mandou nestes últimos dias foi: "Lol, ligo mais tarde... a jantar na fonte da velha!" De facto, anda uma pessoa a preocupar-se para isto... DUH!

domingo, 18 de julho de 2004

Um, dois, três, quatro... CINCO!

É isso aí galera! A cinco dias das férias... É mesmo só mais um esforço... SALVA!!!! Cinco longos dias pela frente para depois compensar com praia e sol. Acho que esta semana vai ser impossível não passar o tempo a pensar nas férias. Duas semanas sem telefones a tocar, sem impressoras a imprimir, sem o patrão a chamar.  Hmmmm... mesmo que seja à espera de um milagre! Ou talvez aproveite o tempo para encontrar a luz na cabeça. 
 
Baci
Ziggy
 
PS: Claro que durante as férias, quando possível, aparecerei no clube! No worries!
 
PS2: A rodar este fim de semana, muito contra a minha vontade: "The Reason", Hoobastank.
Raios que a música se repete ao expoente da loucura, há meses!
 
PS3: Sei que Gattaca acordou às 16.30 de domingo, depois de uma noite de grande loucura no Algarve com os Chemical Brothers.  Ao que o Clube apurou, Gattaca tinha vontade de fazer xixi e por isso acordou, mas os amigos continuavam todos a dormir. Até ao momento ainda não foi possível restabelecer o contacto!


sábado, 17 de julho de 2004

hmmm.... à espera de um milagre

Não sei que fazer. Não sei o que pensar. Acho que estou à espera de um milagre que resolva todas as questões que me passam pela cabeça e os desafios que a vida me lança. A gravidade ou importância, vistas de fora, não são assim tão grandes. Não é o fim do mundo.  Não é o fim do mundo para os outros. Mas é para mim. É o fim do meu mundo.... the end of my world as I know it. 
O meu pensamento reflecte uma encruzilhada... quatro caminhos. Se calhar não são quatro. São só dois. Ou são seis. Uma série de portas, que não sei se hei-de abrir. Não sei se quero ver o que está do outro lado.  Nada do que está por trás das portas deve ser igual ao que está na minha cabeça. Pode ser muito melhor ou muito pior. Tenho de tomar uma decisão. Nunca estive assim. Sempre decidi antes de ver as encruzilhadas. Porque é que desta vez não é assim? Estou à espera de um milagre! De um sinal das estrelas, da lua ou do sol que me indique o caminho a seguir... por onde caminhar?
 
Ziggy
 
PS: Caros amigos leitores, esta semana temos aventuras de Gattaca pelo Algarve ao som de Chemical Brothers. E depois ele vai de férias! Mais aventuras para nos contar. Tentarei a todo o custo contactar fontes próximas, muito próximas ou entranhadas para conseguir relatar alguns dos factos das suas interessantes aventuras!!!!
 
PS2: Para domingo, passeio pela praia, qualquer uma serve. Um batido de morango. Muito sol e protector, claro! Um filmezinho para terminar o dia antes de começar mais uma semana. Uma comédia!
 
BJS!!

quinta-feira, 15 de julho de 2004

Verão 2004: de bicla no Guincho

Pois é! Propostas para o Verão. Parece-me bem! Eu vou tentar dar propostas para ocupar o dia, já que o Gattaca dedica-se maioritariamente às noites!!!!!
 
Eu estava a pensar, no domingo, ir andar de bicla para o Guincho! Parece betinho, mas não é! Também dá para andar de patins. Um corredor que vai desde a Casa da Guia até à praia do Guincho só para bicicletas, trotinetes, triciclos, patins e coisas com rodas mas sem motores (esses ficam do outro lado da estrada!).
 
Quem sentir o rabo pesado e não tiver pachorra para aguentar a bicla, pode sempre seguir até ao Bar do Guincho e disfrutar apenas do sol, levar um livrinho na companhia do seu animal de quatro patas, que SIM pode ir à praia do Bar do Guincho!!!
 
Equipamento adequado: calção, t-shirt (cuidado com o formato porque o Sol queima), luvas (daquelas sem dedinhos), óculos de sol e protector!!!!
 
O Op Art é um excelente espaço para passar os finais de tarde e adorar o pôr-do-sol!!!! Também serve para ver as estrelas... mas o sol, por enquanto, é uma ideia mais atraente! Se for uma pessoa com tendência a bicho carpinteiro, recomenda-se um passeio ao longo da Doca... o Op Art é para o relax!
 
Para já são as minhas propostas. Amanhã haverá mais!!!
 
Bjs
Ziggy
 
PS: Gattaca, por mim tudo bem, mas já sabes que eu não sei nenhum nome de qualquer bar no Bairro Alto, a não ser do restaurante Mamma Rosa que localizo num ápice. De resto parece-me tudo igual. Queres, gentilmente, vir buscar-me?!?!?!?!?!? (E já agora não tinhas a festa de anos do nosso amigo Xlr8????)
 
PS2: Mike, estará o Lua Cheia com vocês? Eu sou uma ingrata, eu sei. Há meses que não falo com ele!!!!!

Baliza...

Pois é pessoal. Acho que vamos começar a utilizar o blog para divulgar possiveis propostas para os vossos momentos livres.

Hoje é a festa de aniversário do Baliza (aquele bar simpático na rua do elevador da Bica). Faz anos mas não sei quantos!!! Mas vou lá comemorar à mesma... LOLOL. O pessoal quer é festas. A confusão deve ser alguma, mas pelo menos sempre vemos amigos!!! Portanto se quiserem meter conversa comigo estou com uma T-Shirt do Moby. Era giro!!! Mesmo!!!

Ontem estive no Op Art. Nada de novo a destacar, mas continuo a amar aquele local juntinho ao rio. Se nunca lá foram não percam tempo e descobram uma das pérolas de Lisboa... (Um exagero também)

Ass: Gattaca

PS - Como é Ziggy? Aceitamos o convite do Mike?

Jogo de palavras...

Mesmo a quente, mesmo apunhalados nas costas, é difícil abdicarmos de tudo por que lutámos uma vida. Mesmo a quente, quantas vezes preferimos aparar o golpe, vivermos com uma ferida aberta, conservando algo do que tínhamos antes?
("Jogo de Palavras", Ana Teresa Silva)

Lembro-me que me acusaste de entrar em jogos de palavras, aqueles em que eu teria o poder de manipular o teu discurso e arrancar-te aquilo que eu queria ouvir. Ninguém manipula outra pessoa que não queira ser manipulada. Ninguém manipula alguém que sabe o que diz e o que faz. Ninguém manipula uma pessoa que se intitula forte e decidida. Se calhar não és assim. Por isso consegui manipular-te. As palavras são fortes, mas nenhuma tem o poder de derrubar uma pessoa segura.
Se te manipulei foi com convicção de que queria preservar algo que tinha construído com tanto carinho, porque sabia que não havia ponto de retorno, porque fiz a aposta mais alta, porque sonhei o maior sonho.
Mesmo apunhalada, destaquei o bem maior. Mas afinal não havia bem maior. Quando acordei, não eras o meu equilíbrio. Não eras a pessoa que estava do outro lado a completar o que me faltava. Eras a minha maior insegurança.

Ziggy

O calor...

Ai Ai Ai... Estou tão cansado... O dia hoje não rende, não anda, não nada... QUERO FÉRIAS!!! Enfin... E como lá fora já cheira a verão fui buscar o CD dos Smoke City à prateleira. E que bem que sabe ouvir... E no meio das faixas a pérola... Uma pessoa até relaxa e esquece tudo. E a mente divaga...

Águas de Março (Joga Bossa Mix)
“O biscoito novo aí madame,
Vai levar, vai levar?)

Joga bossa nova samba
DJ please play bossa nova for me
Rádio, radio
Colours in life
Everyday things
Like a stick or a fly
A pear, a peach
A girl on the beach
Talking let's speak
Brazil portuguese
Abacaxi is pineapple
Banana is banana

Hot in the sun
Hot in the skin
Pele Zico Pelé
Na tv, on tv
Hat trick, lick trich
The kings of the day
Is always the pain of the day today

Cantar is to sing
Doer is to hurt
Camisa dez, number ten shirt
Surfer surfista,
Samba dancer sambista
Me conquista, ta ta ta

Play

Cantar is to sing
Doer is to hurt
Camisa dez, number ten shirt
Surfer surfista,
Samba dancer sambista
Ta ta ta ta ta ta ...

(Sentir the heat)
Nadar is to swin, and nothing too,
Viajar is to travel, you can come too
To smoke é fumar
Escape, escapar
Samba joga bossa nova samba

Joga bossa nova samba...”


E agora vão todos procurar o CD lá em casa, a música na net...

Ass: Gattaca

"Haunted Home"

Uma noite de nostalgia, monotonia, instropecção, ponderação. Enquanto a cabeça faz uma revisão das ideias. Há milhares de discos que podiam acompanhar uma noite como esta, mas só há uma pessoa que consegue expressar aquilo que vai na minha cabeça. Sou fã confessa.

A rodar esta noite, dedicada a mim própria: "Sing Me Something New", David Fonseca, 2003
(Tentei procurar uma versão para vos dar a ouvir, mas não encontrei nenhuma online)

Haunted Home
You want to drink my soul
'Till your heart is full
What happens when it's full and it splashes?
You've built all these rooftops
And painted them all in blue
If all this set just burns up will you paint the ashes?

Do you really want to see?
Because I'll let you in
With me

You shiver when the wind blows
Through doors that lost their keys
There's too little to rescue, too little to hang on to
I thought that maybe we could try to
Clear and rebuild this haunted home
I'll be glad to help you just tell me what to do

Why don't you tell me what to do?
Maybe you're scared too
I've been here before
Next thing you'll see
You'll fell
So small

I will disappoint you
And I don't care if I do
I belong to those who got shattered, battered,
Bruises and scars that I've hidden you could never heal
This grey house where I come from
Some great love will tear it down
If you no longer love me why should it matter?

Tell me why should it matter?
I can't ask you to stay
I can't find the words to say
Why don't you just leave?

Just leave


Bjs
Ziggy

quarta-feira, 14 de julho de 2004

Aiiiiiiiiiiiiiiiii!



...

Ziggy

1000 visitas!!!!!!!!

Caros sócios,

Desde o dia 26 de Junho que temos dado um novo alento aos vossos dias com as nossas histórias, alegres ou tristes, devaneios, piadas, pensamentos e outras tralhas! E parece que têm gostado, porque já chegámos às 1000 visitas! É uma comemoração patética! Mas estamos muito felizes em prestarmos este serviço à comunidade com aquilo que nos vai na alma para o nosso consolo.

Queremos mais feedback. Deixem comentários. Participem!

Gattaca e Ziggy

PS: queremos fazer um agradecimento público ao Gato Preto, que sem querer nos levou a criar este blog!

terça-feira, 13 de julho de 2004

Uma Sexta-feira especial...

Hoje não me calo. Desta vez prometo ser breve. Só mesmo porque me apetece partilhar isto convosco.
Na passada sexta-feira (véspera do grande episódio Festival do Meco) fui ter com o Xlr8 que estava em casa de um amigo dele. Foi um noite bem gira. Fumámos, comemos, ouvimos músicas, ri-mos, comemos, contamos histórias, anedotas, comemos... E as tantas o Xlr8 adormece. Fiquei eu e o C. os dois sozinhos na sala com o Xlr8 a ressonar no sofá.

Deixem-me fazer um pequeno parêntesis. O C. tem um dos sorriso mais sinceros e felizes que vi nos últimos tempos. Foi tipo um elixir... E pelo o que percebi o rapaz não tem passado por momentos muito fáceis.

Tudo isto para vos dizer que às tantas falámos da Natacha Atlas e que só por causa disso tenho ouvido o álbum “Gedida” vezes sem conta no meu leitor de CD. O destaque vai para “Mon Amie La Rose” um original de Françoise Hardy, mas que na voz de Natacha torna-se num momento sem discrição possível!

“On est bien peu de chose
Et mon amie la rose
Me l'a dit ce matin
A l'aurore je suis née
Baptisée de rosée
Je me suis épanouie
Heureuse et amoureuse
Aux rayons du soleil
Me suis fermée la nuit
Me suis réveillée vieille

Pourtant j'étais très belle
Oui j'étais la plus belle
Des fleurs de ton jardin

On est bien peu de chose
Et mon amie la rose
Me l'a dit ce matin
Vois le dieu qui m'a faite
Me fait courber la tête
Et je sens que je tombe
Et je sens que je tombe
Mon cœur est presque nu
J'ai le pied dans la tombe
Déjà je ne suis plus

Tu m'admirais hier
Et je serai poussière
Pour toujours demain.

On est bien peu de chose
Et mon amie la rose
Est morte ce matin
La lune cette nuit
A veillé mon amie
Moi en rêve j'ai vu
Eblouissante et nue
Son âme qui dansait
Bien au-delà des nues
Et qui me souriait

Crois celui qui peut croire
Moi, j'ai besoin d'espoir
Sinon je ne suis rien

Ou bien si peu de chose
C'est mon amie la rose
Qui l'a dit hier matin ».

Ass : Gattaca

PS – Peço desculpa pelo espaço que ocupei no blog... E infelizmente não possuo os conhecimentos informáticos da Ziggy para vos disponibilizar aqui a música... Sorry!


A Grande Mentira!!

Afinal foi tudo mentira... As últimas semanas entre mim e o João não foram realidade. Caí da cama e acordei. Voltei a ser o problema...
Depois de um domingo inteiro a receber mensagens do João e de uma cena de ciúmes porque não lhe telefonei (e até com alguma razão!), depois de um segunda-feira normal e de um início de terça-feira semelhante, meti o pé na poça. Cometi um crime com direito a pena de morte. Falei com a Ziggy sobre um problema do João. Falei com o João sobre essa conversa e pronto: voltei a ser O problema...
“Tu sabes o que eu sinto por ti e eu sei o que sentes por mim, mas é melhor assim...”
Mais uma ficha.... Mais uma volta no carrossel mágico!! Venha então o próximo!!! Sim porque agora a lista vai começar a ser extensa.
Como me disse um dia (não tão longe quanto isso) o Xlr8: “Está na altura de seguires...”

Ass: Gattaca

PS – Desculpa Ziggy, mas também não tenho ideias melhores que as tuas.... Agora sim estamos os dois no mesmo barco. Será que nos vamos afundar???
Mas quanto às coincidências acho que sim... Que existem... Por exemplo o dia de hoje é um exemplo. Almocei sozinho e decidi apagar algumas sms antigas (que já eram muitas) do meu 96. Até que vi várias do período antes da reconciliação. E ri-me a pensar nesses dias confusos que já faziam parte do passado. E poucas horas depois, eis que voltei à mesma situação. Coincidência? Ironia do destino? Aviso cósmico? Não sei...

segunda-feira, 12 de julho de 2004

O Festival do Meco: O Balanço

É verdade: ESTOU VIVO! É certo que o meu organismo não deve estar a passar pela sua melhor fase já que ainda me saíem “coisas” estranhas e pretas do meu nariz. Mas nada de novo e que não tenha acontecido nos anos anteriores. Muito pó se come valha-nos nossa senhora! Acho mesmo que já faz parte da experiência.
E foi o regresso do meu antigo Festival do Meco. A organização fala em 10 mil pessoas (as más línguas dizem 6 mil) contra as 20 mil do ano passado. E realmente notou-se uma grande diferença em relação ao ano anterior. Lembro-me que o ano passado quando entrei no recinto da Herdade do Cabeço da Flauta fiquei um pouco revoltado... O espaço tinha crescido as pessoas eram aos milhares e aquele não era o “meu” festival onde podia estar à vontade, onde conhecia mais pessoas que viviam a música de dança de uma forma intensa e sem qualquer intenção de engates e sexo fácil. Sim, eu sei que isso existe neste festival e muito, mas gosto de pensar que as pessoa vão lá pela música.
Da parte profissional acho que foi do melhor que vivi algum dia. Foi bom gerir uma equipa e ver que todos estavam motivados e com vontade de trabalhar. Os técnicos foram geniais, a equipa de marketing também (um grande abraço Gustavo), o pessoal das editoras 5 estrelas (Lurdes adorei conhecer-te), o pessoal da organização super profissional (um grade beijo Cátia pela paciência). E foi bom sentir-me útil e provar a mim próprio que sou um gajo válido profissionalmente e sem precisar de pisar alguém. PORRA!!! SENTI-ME TÃO BEM!!!!
Só lá faltou uma pessoa (com o sorriso mais sincero do mundo) para ser a noite perfeita...

Sobre a música... Hum!!! Podemos falar amanhã?

Notas positivas: Moloko, Jazzanova, Kasey Taylor, os fabulosos Scratch Perverts, a presença da lua, a magia do local.
Nota negativas: A actuação da Peaches (que desilusão), a zona vip ter fechado muito cedo (viva o caganço), ter enterrado o carro na areia diversas vezes (uma vergonha eu sei), ter perdido os amados meus óculos escuros e mais não me lembro. Ah o escaldão do dia seguinte....

Ass: Gattaca

PS1 – Ziggy... VOLTEI!!!
PS2 - Xlr8. Obrigado pela companhia, presença, apoio e pela conversa...
PS3 – J. gostei de ver que deixaste um comentário a um texto da Ziggy. E desculpa o que aconteceu no Domingo. Já te expliquei. E tenho dito aqui diversas vezes no Blog: não me saís do pensamento. E às tantas dos Verve têm alguma razão quando dissem “ The Drugs Don’t Work”. Mas só alguma ok? Amo-te!.

Verve – “The Drugs Don’t Work”
All this talk of getting old
It's getting me down my love
Like a cat in a bag, waiting to drown
This time I'm comin' down

And I hope you're thinking of me
As you lay down on your side
Now the drugs don't work
They just make you worse
But I know I'll see your face again

Now the drugs don't work
They just make you worse
But I know I'll see your face again

But I know I'm on a losing streak
'Cause I passed down my old street
And if you wanna show, then just let me know
And I'll sing in your ear again

Now the drugs don't work
They just make you worse
But I know I'll see your face again

'Cause baby, ooh, if heaven calls, I'm coming, too
Just like you said, you leave my life, I'm better off dead

All this talk of getting old
It's getting me down my love
Like a cat in a bag, waiting to drown
This time I'm comin' down

Now the drugs don't work
They just make you worse
But I know I'll see your face again

'Cause baby, ooh, if heaven calls, I'm coming, too
Just like you said, you leave my life, I'm better off dead

But if you wanna show, just let me know
And I'll sing in your ear again

Now the drugs don't work
They just make you worse
But I know I'll see your face again

I'm never going down, I'm never coming down
No more, no more, no more, no more, no more
I'm never coming down, I'm never going down
No more, no more, no more, no more, no more

O Verão bate à porta!

Benditas férias vêm aí! O Verão bate à porta! Mas caros sócios não se preocupem... o Clube estará aberto todo o Verão às vossas visitas e comentários. Aliás, porque nós continuamos aqui. E de qualquer parte do mundo podemos estar sempre aqui. Ao pé do dedo.
O gira discos hoje toca música fresquinha para ser acompanhada por um sumo de melancia, melão ou uma taça de moet chandon!

Reza esta canção
finesse s'il vous plait mon dieu je t'aime glamour.
Melhor que isto só mesmo
"Nom de Dieu de putain de bordel de merde de saloperie de connard d'enculé de ta mère!" (Merovingian em "Matrix Reloaded")

A rodar hoje porque o calor aperta: "Babylon" de Zeca Baleiro.

babylon
baby i'm so alone
vamos pra babylon
viver a pão-de-ló e moet chandon
vamos pra babylon
vamos pra babylon

gozar sem se preocupar com amanhã
vamos pra babylon
baby baby babylon
comprar o que houver au revoir ralé
finesse s'il vous plait mon dieu je t'aime glamour
manhattan by night
passear de iate nos mares do pacífico sul

baby i'm alive like a rolling stone
vamos pra babylon
vida é um souvenir made in hong kong
vamos pra babylon
babylon
vamos pra babylon

vem ser feliz ao lado desse bon vivant
vamos pra babylon
baby baby babylon
de tudo provar champanhe caviar
scotch escargot rayban bye bye miserê
kaya now to me o céu seja aqui
minha religião é o prazer

não tenho dinheiro pra pagar a minha ioga
não tenho dinheiro pra bancar a minha droga
eu não tenho renda pra descolar a merenda
cansei de ser duro vou botar minh'alma à venda

eu não tenho grana pra sair com o meu broto
eu não compro roupa por isso que eu ando roto
nada vem de graça nem o pão nem a cachaça
quero ser o caçador ando cansado de ser caça

Bjs
Ziggy

PS: Zeca Baleiro é jenti boua!
PS2: Sim, é verdade Gattaca ainda respira... cospe pó também, mas vive!

domingo, 11 de julho de 2004

Final feliz II!

Caros leitores preocupados,

Informa-vos a Direcção do Clube que tudo correu bem pelas banda do Meco. Na herdade do Cabeço da Flauta, Gattaca brilhou no seu estilo inconfundível, indicaram ao "Junta-te Ao Clube" fontes próximas do sujeito desta história.
As mesmas fontes avançaram ainda que Gattaca finalmente conseguiu adormecer, depois de noites várias sem pregar olho, querendo isso dizer que esta semana voltará cheio de energia positiva para transmitir aos nossos sócios!
O que não correu tão bem foi o dia de domingo, porque Gattaca apanhou um escaldãozito por não se barrar com cremezito!
Queimado na banha, mas sem queimar calorias no ginásio. Gattaca optou, sabe o Clube de fonte muito muito próxima (eu!), por não por o pézinho no ginásio, portanto abdominais de Deus Grego, (ahhh meu jorge, que saudades que tenho do teu abdominal!), fica a vê-los por um canudinho!
Mais um final feliz para o nosso querido e honrado director e fundador do Clube.

Quanto a mim, o fim de semana rendeu para ir ao ginásio, ir ao jardim, ir à praia, ir às compras, apanhar um escaldãozito jeitoso, conduzir à maluca pela marginal, beber muitos batidos de morango e ler!!!
Amanhã começa uma nova semana, cheia de surpresas que me dão um grotesco nó no estômago... seja como for, lá no fundo acredito que tudo vai correr bem! Acho que sim! Tenho a certeza que sim! SIM! SIM! SIM!

Bjs
Ziggy

PS: A rodar esta noite "One", dos U2. Escusadas apresentações!

Is it getting better
Or do you feel the same?
Will it make it easier on you now
You got someone to blame?
You say
One love, one life
When it's one need
In the night
One love
We get to share it
It leaves you, baby
If you don't care for it
Did I disappoint you
Or leave a bad taste in your mouth?
You act like you never had love
And you want me to go without
Well, it's too late
Tonight
To drag your past out
Into the light
We're one
But we're not the same
We get to carry each other
Carry each other
One
Have you come here for forgiveness?
Have you come to raise the day?
Have you come to play Jesus
To the lepers in your head?
Did I ask too much
More than a lot?
You gave me nothing now
It's all I got
We're one
But we're not the same
We will
We hurt each other
Then we do it again
You say
Live is a temple
Love, the higher law
Love is a temple
Love, the higher law
You as me to enter
And then you make me crawl
And I can't be holding on
To what you got
When all you got is hurt
One love
One blood
One life you got
To do what you should
One life
With each other
Sisters, brothers
One life
But we're not the same
We get to carry each other
Carry each other
One ... one

sábado, 10 de julho de 2004

Sem novidades do Meco!

Caros sócios preocupados,
Ainda não recebemos qualquer notícia do Meco. Gattaca pode estar ou não em pânico! A emissão continua no ar, por isso quer dizer que "so far, so good".
Gattaca resistirá a este stress, a este correr sem parar, a esta prova de esforço, depois de tantas noites sem dormir e problemas emocionais?
Fique desse lado e acompanhe o desenrolar desta história... "Uma Aventura de Gattaca na Herdade do Cabeço da Flauta, no Meco"!!! (ando a ver televisão a mais, acho eu!)

Bjs
Ziggy

sexta-feira, 9 de julho de 2004

Festival do Meco - A Véspera

E lá foi eu para o fim-de-semana mais importante da minha vida profissional. Nem vocês imaginam o pânico em que vou viver nas próximas horas. Só deve terminar às 09h de domingo. E depois, se tudo correr bem, também vou tirar a barriga de misérias na praia. O DIA TODO A APANHAR SOL!!!!
E se tudo correr bem as minhas noites de sono vão voltar...

De qualquer forma na segunda-feira conto tudo...

Ziggy desculpa ter passado por aqui poucas vezes na última semana, mas como sabes tem sido complicados. Mais que isso.

Ass: Gattaca

Realidade

Há pessoas que vêem as coisas como elas são e que perguntam a si mesmas: "Porquê?" e há pessoas que sonham as coisas como elas jamais foram e que perguntam a si mesmas: "Por que não?"
Autor: Bernard Shaw

Ziggy

quinta-feira, 8 de julho de 2004

Não quero sonhar

Quero dormir. Quero adormecer, num sono muito profundo, mas não quero sonhar. Quero dormir e só acordar quando tudo tiver passado. Quando tudo estiver arrumado. Quando já nada importar. Quero dormir e não preciso de acordar com um príncipe encantado.

Quero dormir. Não quero sonhar. Não quero sonhos cor-de-rosa, azuis ou amarelos. Quero dormir com a cabeça descansada. Desligada de tudo e, principalmente, de todos.

Quero dormir. Não quero sonhar porque sei que te vou encontrar na primeira esquina do meu inconsciente. Não quero ver-te. Não quero ouvir-te. Não quero sentir-te.

Não quero sonhar. Ainda que este querer esteja sob o meu controlo, não consigo manipular o meu pensamento que deambula todas as noites por histórias que não quero ouvir relatadas.

Sonhos só quando estiver acordada, para que não sonhe com nada irreal.

Quero dormir um sono descansado.

Ziggy

PS: Palavra de honra que quero dormir. Li algures num blog, que agora não me lembro do endereço, que o barulho dos carros do lixo se tinha tornado ensurdecedor… será que os carros do lixo se tornaram mais barulhentos ou é da janela aberta??? I wonder.

PS1: A rodar esta noite (já que se tornou um hábito):
“Basgy Me”, Wannadies, 1996

“You and Me Song” (agora recuperada no anúncio da Mimosa)

always when we fight
try to make you laugh
'till everything's forgotten
I know you you hate that

Always when we fight
kiss you once or twice
and everything's forgotten
I know you hate that

I love you so listen
the week's not yet begun
and everything is for you
and it's always...

REFF
you and me always, and forever
you and me always, and forever
pap papa papap pap, it was always
you and me always..

you tell me I'm unreal
and try to look impress
not very convincing
but you know I love it

then we watch TV
till we fall asleep
not very exiting
but it's you and...

Conselhos

Muitos recebem conselhos, mas só os sensatos beneficiam deles
Siro

Ziggy

PS: ah pois é!

quarta-feira, 7 de julho de 2004

Não é fácil!

Há muito tempo que não falamos de música.
No caminho para casa, enquanto guiava, fiz uma revisão das músicas que podiam, ou deviam, expressar o meu sentimento. Eis que, recordando o que há alguns anos aconteceu com esta música como banda sonora, lembrei-me de Marisa Monte. Estou a repetir um pouco o que se falou na semana passada. Mas aqui fica.

A rodar (pelo menos esta noite): "Memórias, Crónicas e Declarações de Amor", Marisa Monte, 2000

Não É Fácil
(Ouçam e disfrutem)

Não é fácil, não pensar em você
Não é fácil, é estranho
Não te contar meus planos, não te encontrar
Todo o dia de manhã enquanto eu tomo o meu café amargo
é, ainda boto fé de um dia te ter ao meu lado
Na verdade, eu preciso aprender
Não é fácil, não é fácil

Onde você anda, onde está você?
Toda a vez que eu saio me preparo para talvez te ver
Na verdade eu preciso esquecer
Não é fácil, não é fácil

Todo o dia de manhã enquanto eu tomo o meu café amargo
é, ainda boto fé de um dia te ter ao meu lado
o que eu faço? O que eu posso fazer?
Não é fácil, não é fácil

Se você quissesse ia ser tão legal
Acho que eu seria mais feliz que qualquer mortal
Na verdade não consigo esquecer
Não é fácil, é estranho



BJS
Ziggy

PS: (Oh tu que estás aí a pensar que esta música é dedicada a ti... Esta música não é tua. Tem outro dono. Esquece.)

REMINDER: Falar de músicas associadas a paixões leves ou profundas, paixonetas, amores de Verão e atracções fatais... um erro!

Tédio

O aborrecimento tira-nos tudo, até a coragem de nos matarmos
"Do amor", Stendhal

Ziggy

A Melga

"Quando ouvir o BZZZZZZZ de uma melga deixe que ela pique, porque dar sangue é salvar uma vida."

Ass: Gattaca

PS - Desculpa Ziggy mas não me conseguir conter. Assim que recebi esta mensagem tive de partilhar. É fabulosa... Ou talvez não!

terça-feira, 6 de julho de 2004

A última imagem de ti

Na última imagem que guardo de ti na minha memória estavas à porta do carro, de cócoras, a olhar para mim. Eu chorava. Tu estavas com uma cara, talvez, preocupada.
- E as nossas férias? – Pergunto eu.
- O que é que tu achas? – Respondeste tu.

O que é que eu acho? Esta frase continua a ecoar nos meus pensamentos. Uma e outra vez em cada momento que me ausento da realidade. Cada vez que a cabeça liga o motor do pensamento. Até aqui vive no raciocínio do dia-a-dia… o ram ram de um dia normal.

O que é que eu acho? Verdadeiramente? Acho que estavas a ver se te safavas. Tenho a certeza de que não se prolongam situações incomodativas. Mas com certeza também acho que não se provocam situações dolorosas de um minuto para outro.

- Não me faças isto. Não agora - implorei!
Eu implorei! Quase me esqueci que tinha pedido para não me deixares.

Qualquer mecanismo na tua cabeça, que é meio avariada, estava a ponderar esta ruptura. Pensaste dias a fio como irias dizer "não gosto de ti".
Primeiro afastaste-te e depois colocaste um ponto final numa história, que na minha cabeça era quase um sonho cor-de-rosa em forma de bolinha de sabão, mas que na tua era um fardo demasiado pesado para arcar.

O derradeiro momento foi aquele. Não havia outra hipótese. Não havia outra sina que não esta de cada um ir para seu lado.
Saí do carro, atravessei a rua e vi-te a telefonar a alguém. Quem seria? Provavelmente o jantar.
- É melhor avisar a família que vou jantar – pensaste tu.

A última imagem que guardo de ti, uma pergunta, o que é que achas?
Ziggy

PS: Gattaca, entendo-te perfeitamente!!!!! Ansiedade é comigo! Por falar nisso, tou cá c'uns nervos! AI MEUS DEUSES (GREGOS, claro)!

A ansiedade...

Porra. Não consigo escrever nada de jeito. Não me consigo concentrar... Cada vez que tento escrever algo só saí porcaria. Tenho a cabeça cheia de ideias mas nenhuma parece fazer sentido quando a vejo escrita. Neste momento tenho a cabeça com duas preocupações: Festival do Meco e João.
O Festival do Meco porque trabalho numa rádio e estou a produzir a emissão especial que vamos fazer a partir de lá. E isto é um caos. Que gente complicada dão os agentes, artistas, músicos, técnicos e afins. Tenho passado os últimos dias agarrado ao telefone e ao computador a enviar emails e contratos e pedidos e afins. E é uma alegria quando se consegue algo. Só que esta é a primeira parte. Só no Sábado vamos perceber se o trabalho foi bem feito ou não. Entretanto, como sou um gajo que gosta de sofrer, mal tenho conseguido dormir por causa da ansiedade. Vivam as drogas (leia-se medicamentos para dormir)
Quanto ao João... Tenho medo de falhar. Tenho medo de o pressionar. Tenho medo de não estar à altura. Mas também não me quero sentir mal comigo próprio... Sei lá... É o que eu digo... Um dia de cada vez e muita calma. Quero o João na minha vida durante muito tempo.

Mas porra não era nada disto que queria dizer.... Continuo com imensas ideias, sentimentos e pensamentos às voltas na minha cabeça. Será que alguma coisa faz sentido?

Ass: Gattaca

COMUNICADO DA DIRECÇÃO DO CLUBE

A todos os membros:

A direcção do clube gostaria de apresentar aos seus membros uma nova facilidade: os links para outros clubes! (sim que nós não somos ciumentos)
Pedimos assim que deixem aqui sugestões para apresentarmos no placard do nosso clube!

Aproveitamos para relembrar que recebemos os textos de todos os membros que quiserem contribuir. Mandem por mail, se quiserem! Ou por carta! Pombo correio???? Nós vamos aí buscá-lo à porta????

Esperemos que gostem da nossa companhia.

Melhores cumprimentos

Gattaca e Ziggy
Direcção do Clube

PS: A Direcção do Clube reserva-se o direito de não publicar links para quaisquer conteúdos que sejam abusivos ou ofensivos!

segunda-feira, 5 de julho de 2004

Não me apetece apetecer

Não me apetece. Estou num estado de "não apetecismo".
Vou apanhar sol, não me apetece. (Fazes mal, o sol faz bem, regarrega baterias)
Vou comer, não me apetece. (Fazes bem, comer engorda)
Vou ao ginásio, não me apetece. (Fazes mal, porque não mexes uma palha)
Vou falar ao telefone, não me apetece. (Fazes bem, porque não gastas dinheiro)
Vou gritar, não me apetece. (Ficavas rouca)
Vou às compras, não me apetece. (Jura?!? Estás doente)
Vou ao cinema, não me apetece. (Já viste todos os filmes em cartaz interessantes)
Vou trabalhar, não me apetece. (OK e a quem apetece trabalhar?!?!?!?)

O que é que me apetece? Não me apetece apetecer.

Ziggy

PS: Gattaca, fui ao cinema no sábado com a minha mãe, lembraste? Antes de falar nos ténis da Nike (que por um mero acaso são lindos, mas não me apetecia comprá-los!!!)? Ginásio, ginásio... vê comment em baixo!

O Silêncio e o tempo

Depois das confusões emocionais do passado dia 30 de Junho o João ficou lá em casa até hoje de manhã. Às 10h fui trabalhar e ele foi para o Porto. Agora aproxima-se a hora de eu ir para casa e vai-me fazer confusão o silêncio em que as divisões vão estar mergulhadas. Vai ser estranho a ausência...
Sei que de repente me calei sobre a minha história com o João, mas também pouco consigo explicar ou contar. Não quero perde-lo, não o quero assustar. Sei que poucas coisas foram resolvidas desde o nosso regresso, mas o silêncio entre nós foi simplesmente um paraíso. Nunca vai ser apagado da minha memória o jantar de sábado numa esplanada do Meco. Bebemos muita sangria de vinho tinto, comemos casco da sapateira, camarões à guilho, espetadas de lulas e espetadas de tamboril. Ri-mos, tirámos fotografias, as nossas pernas tocaram-se, atendemos chamadas e a nossa intimidade voltou.
Algumas perguntas foram feitas, algumas respostas foram dadas...
Outras perguntas ficaram por ser feitas, outras respostas ficaram por serem explicadas.
Existem perguntas que nunca vão ser ditas, existem respostas que nunca vão ser ouvidas

Mas temos tempo e da minha parte uma enorme vontade de continuar a ser o gajo do João...

Ass: Gattaca

PS - Ziggy desculpa o desabafo mais melancólico. Temos de começar a contar as nossas aventuras e pensamos sobre os nosso episódios vividos no ginásio. E continuo sem me lembrar quando me disseste que tinhas ido ao cinema ver o "Shrek2"...

Acabou-se...

Pois é, finalmente acabou o Euro04.
Já não conseguia suportar tanto histerismo em torno de jogos de futebol. Sempre fui contra o dinheiro gasto na construção disparatada de estádios. Agora quero ver que utilidade vão dar aos estádios... E não me venham dizer que veio ajudar no desenvolvimento do desporto. Não acredito nisso. E não me dêem o exemplo da Expo porque nem se compara.
Quanto ao jogo de ontem, pronto, paciência. Tinhamos 50% de hipóteses como em qualquer outro jogo. Agora vamos reagir gente. Onde está a alegria dos últimos dias? O brilho nos olhos das pessoas? Sempre chegámos à final ou não? Sempre continuamos a ter motivos de orgulho em sermos portugueses não? Se bem que nunca tenha entendido o que tem o nosso orgulho a ver com as nossas prestações em campeonatos de futebol! Então e o Jogos Olímpicos? E o para-olímpicos onde nos fartamos de ganhar medalhas de ouro? Não será isto tão ou mais importante para o nosso orgulho nacional?
Ok... Agora bem vindos ao mundo real...

Ass: Gattaca

PS - Desculpa Ziggy mas não consigo perceber a tua tristeza. Além disso essa foto é tirada do "Sherk 2" que já vi. E fiquei surpreendido. Gostei, embora continue a não perceber o fenómeno "sherk" para isso pode ficar para outro post. BJOS! E sempre é a primeira foto do nosso blog. PARABÉNS!!!

Sniff



Ziggy

sábado, 3 de julho de 2004

Metade

Entre um disco e outro encontrei um velho disco de Adriana Calcanhotto. Procurava a versão de "Mais Feliz". Como Marisa, e tantos outros brasileiros que compõem a minha colecção, Adriana Calcanhotto adornou momentos felizes, tristes ou momentos assim-assim, em que não se aquece nem se arrefece.

Adriana canta com tranquilidade e leveza tanto as alegrias como as tristezas. As certezas e as dúvidas.

A rodar este fim de semana: "A Fábrica do Poema", Adriana Calcanhotto, 1994.
O meu estado de alma presente, pelo passado e pelo futuro:

"Metade"

Eu perco o chão
Eu não acho as palavras
Eu ando tão triste
Eu ando pela sala
Eu perco a hora
Eu chego no fim
Eu deixo a porta aberta
Eu não moro mais em mim

Eu perco as chaves de casa
Eu perco o freio
Estou em milhares de cacos
Eu estou ao meio
Onde será que você está
Agora?

-------#-------

Mais palavras?
BJS
Ziggy

PS: Gattaca, 11.30!!!!! Sessão de murraça na tromba, antes de roer as unhas em frente à televisão com a nossa selecção!

sexta-feira, 2 de julho de 2004

Amor

Não percebes porque é que não te falo? Ainda não percebes que, na personagem que de mim eu enceno, não cabe a ameaça de uma derrota, a antecipação do desencanto, a sombra de um vexame? Não te falo, para não saber que o que eu te digo é apenas a forma contida de te dizer outra coisa, mas que essa coisa não é do teu mundo, nem do mundo que eu construí, nem do precário mundo que a nossa fragilíssima ternura mútua arquitectou. E tudo isto é literário, eu sei, mas – que queres? -, a literatura é o melhor de mim e é o melhor de mim que vive dentro da minha cabeça quando estou contigo.
("Amor", António Mega Ferreira)

Ziggy

Bom fim-de-semana

Quase a ir para casa. Começar o fim-de-semana. Ginásio nos dois dias, praia, cinema, jantar, família e talvez a final do Euro. Ainda estou a ponderar... Será que vou manchar a minha imagem ao ver a final na televisão? Ainda tentei sacar ao meu pai 2 bilhetes para a final, mas não tive qualquer sorte. Porque ao vivo sempre seria diferente... E muito macho!!!!!!
Mas este fim-de-semana vou aproveitar para estar com o João e tentar perceber o que aconteceu nas últimas 4 semanas e tentar entender os próximos tempos. Sei que tem sido tudo muito bom. Quase um paraíso!! Eu gosto mesmo dele. E quase que meto a mão no fogo em que é recíproco!!! Só que agora vêm aí duas semanas péssimas. Nem nos vamos ver...

Ziggy, este fim-de-semana GINÁSIO!!!

Ass: Gattaca

Mais Feliz

Em homenagem à proposta de Je Bois aqui fica a interpretação de Bebel Gilberto de Mais Feliz

O nosso amor não vai parar de rolar
De fugir e seguir como um rio
Como uma pedra que divide o rio
Me diga coisas bonitas

O nosso amor não vai olhar para trás
Desencantar nem ser tema de livro
A vida inteira eu quiz um verso simples
Prá tranformar o que eu digo

Rimas fáceis, calafrios
Fura o dedo, faz um pacto comigo
Um segundo seu no meu
Por um segundo mais feliz


Ziggy

PS: A Adriana Calcanhotto também tem uma versão!
PS2: É muito lindo, mas é só em verso. O resto é tanga!

quinta-feira, 1 de julho de 2004

Final feliz!

Como é bonito ver uma história que acaba com um final feliz!!!! Respiro de alívio! Clap, clap, clap, clap!
Gattaca e João: VEJAM SE SE ENTENDEM! Gritem, dêem pontapés (nas paredes, de preferência), murros (cuidado que há quem saiba Body Combat), estaladas, cuspidelas... mas no fim um beijinho de reconciliação.
Gattaca: Com cuidado!

Quanto a mim, por aí rumarei, sem destino.

Bjs
Ziggy

PS: sábado há mais uma sessão de 5 minutos de flexões, que eu sou MUITA FORTE!

"Perdão Você"

A minha homenagem e identificação com Marisa Monte continua...

“Perdão Você”

Cores imagens,
Cores Imagem
Cores imagens
Cores originais as flores
Demais as cores
E mais amores

Não me ensina a morrer
Que eu não quero

Há diferença abstinente
No prosseguir da gente
Sei que a tendência
Anda nas frestas
No decidir da mente

É como se perder de Deus
E eu não quero
Eu não quero perder
Eu não quero te perder

Perdão Você


Bem sei que tinha prometido desvendar algo do que aconteceu na madrugada de terça para quarta-feira. Mas feliz, ou infelizmente, não estou a conseguir assentar ideias. Tenho medo de estar a colocar a carroça à frente dos bois e deitar tudo a perder. Não quero lançar os foguetes antes da festa para depois não sofrer. Estou muito feliz e com aquele sorriso estúpido na cara (sim eu e o João estamos de novo juntos). Num acto louco o João apareceu em minha casa sem qualquer tipo de aviso. Fiquei sem palavras e completamente desarmado. Os problemas e as dúvidas continuam lá, mas pelo menos estamos juntos e cheios de vontade de tudo... Algumas coisas já foram faladas, outras vão ser, outras talvez nunca venham a ser abordadas. É um terreno complicado pela frente! Mas já dormi abraçado ao João. Só por isso sou o gajo mais feliz ao cima da terra.
No meio de todas estas confusões tenho aprendido imenso. Acho mesmo que tem sido uma experiência super intensa para mim. Surgiu ajuda de pessoas que nunca esperei, conselhos que nunca esperei ouvir, novos amigos... Estou num estado em que o meu cérebro está cheio de informação e acontecimentos ainda por digerir.

Ziggy... Obrigado por tudo. Tens sido um dos meus pilares nestes momentos. Foste das poucas pessoas que continua presente na minha vida. E olhando para trás é estranho. Certo é que cá estás e cada vez com mais importância. Agora temos (e tens) de tratar de ti. Mas sempre teremos o placar do Holmes Place. No sábado lá estaremos.

Dudu... Nem sei como te agradecer. Acho que arranjei um anjo de protecção... Nem sei o que te dizer

Xlr8... Tu...Lol... Sério... Não és a minha estrela de protecção porque alguém disse que era melhor seres a galáxia. E acho que esse alguém tem toda a razão! E vivam as fotos do Ronaldo!!!

Je_bois... Sem perceber como este senhor teve a chave de ouro em todo o caso Gattaca+Joao. Acho que nem tenho a mínima noção dessa importância, mas espero um dia conseguir descobrir. O Chateau quer dar-te um abraço muito forte. Real e não virtual. (Já agora espreitem este endereço http://www.livejournal.com/users/je_bois/)


Bjos e Abraços: Gattaca

Teaser

Eu bem tinha dito que o dia de terça-feira estava a ser um caos e super desgastante. E para terminar com chave de ouro, tive a melhor surpresa que podia ter tido... Mas amanhã falamos melhor...

Ass: Gattaca

Ps - Ziggy GANHA JUÍZO...